Nota do Confea e Crea-MG sobre o rompimento da Barragem de Brumadinho

Brasília, 25 de janeiro de 2019

O Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) e Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-MG) lamentam o rompimento de barragem da Mina do Feijão, ocorrido nesta sexta-feira, 25 de janeiro de 2019, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Neste momento, o Sistema Confea/Crea se solidariza com aqueles que sofrem com a perda ou a incerteza sobre a situação de amigos e familiares. Os Conselhos de Engenharia e Agronomia desejam assertividade e resiliência a todos os que estão envolvidos nos trabalhos de resgate e atendimento às vítimas, assim como na busca de sobreviventes e contenção de danos.

O Confea e o Crea de Minas Gerais colocam-se à disposição da sociedade brasileira para apurar as responsabilidades pela tragédia e para auxiliar os órgãos competentes na avaliação sobre o acontecimento, fornecendo os dados que detêm sobre o empreendimento.

Os Conselhos reforçam a necessidade de discutir alternativas e protocolos técnicos capazes de minimizar riscos sociais e ambientais, assim como as políticas de licenciamento ambiental e de segurança de barragens. Para o Sistema Confea/Crea é imperativo trabalhar com demais órgãos técnicos na busca de soluções definitivas para que desastres como esse jamais voltem a acontecer em nosso país.

Confea / Crea-MG

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.