Menu fechado

Uma proteção a mais que a Mútua oferece, também na pandemia

O plano de previdência da Mútua oferece cobertura adicional para o risco de invalidez ou morte, inclusive as decorrentes da Covid-19

Além de permitir que o associado planeje o seu futuro com a garantia de mais conforto e segurança financeira, o plano de previdência complementar da Mútua traz a possibilidade de o mutualista proteger sua família das dificuldades enfrentadas nestes tempos de pandemia e crise econômica, que atingem o Brasil em cheio. E é por causa disso que o TecnoPrev permite contratar cobertura adicional para o risco de invalidez ou morte, inclusive as decorrentes do novo coronavírus, proporcionando proteção adicional para os dependentes dos beneficiários.

“Percebemos que aumentou bastante o número de adesões, em função também da pandemia. A crise reforçou, em muitas pessoas, os sentimentos de preocupação com a proteção da família, principalmente no caso de alguma ‘eventualidade’ atingir o associado”, explica o gerente de Previdência da Mútua, Rodrigo Castilho.

Atualmente, o TecnoPrev possui mais de 76 mil participantes e recebeu, no mês de abril, 451 novas adesões. “Além desses mutualistas, cerca de 100 propostas ainda aguardam aprovação, pois falta apenas quitar a anuidade para viabilizar o ingresso”, conta Castilho.

O crescimento do número de associados é um dos destaques do plano. Em 2015, dez anos após a criação da previdência complementar da Mútua, estavam inscritos no TecnoPrev 3.057 participantes. Já 2019 fechou com mais de 76 mil.

A evolução da carteira de investimentos é outro ponto significativo: o saldo de pouco mais de R$ 50 milhões, acumulados até 2015, saltou para mais de R$ 160 milhões, ao final do ano passado. Em relação a 2018, o acréscimo em 2019 foi de 42,16% sobre o patrimônio de R$ 112,9 milhões do ano anterior.

Taxas baixas, rentabilidade alta e dedução no IR

Entre as vantagens do TecnoPrev, a inexistência da taxa de carregamento e a rentabilidade também são notáveis: o plano obteve 17,11% de rendimento, em 2019, e 73,66%, num período de 48 meses. Desde a sua criação, a previdência alcançou 408,31% de rentabilidade.

Outra oportunidade oferecida é a possibilidade de deduzir, na declaração do Imposto de Renda, as contribuições realizadas no valor de até 12% da renda bruta recebida em 2019. Neste ano, o prazo para entregar a declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) foi prorrogado e pode ser realizado até 30 de junho (leia mais aqui).

Com simulador à disposição, o participante consegue calcular qual é o máximo do benefício fiscal que ele pode obter. Para isso, basta inserir dados como renda bruta anual e contribuições realizadas para planos de previdência (fechada e aberta – exceto VGBL). O sistema traz, automaticamente, os valores das contribuições realizadas para o TecnoPrev. O cálculo considera como meta o equivalente a 12% da renda bruta anual e apresenta a diferença entre o contribuído e o que falta para que o participante alcance o teto do benefício fiscal.

O simulador de benefício fiscal está disponível na área restrita de participante do TecnoPrev, no site da BB Previdência.

Podem ser feitas pelo participante contribuições eventuais ou periódicas com valores adicionais, em aportes que não só elevam o saldo da conta, como permitem ampliar as deduções com o Imposto de Renda. Estes aportes devem ser realizados até o final de cada ano, para serem usufruídos no ano seguinte. Veja aqui.

Outra vantagem do TecnoPrev é que parte (R$50) do valor da anuidade é revertida como benefício previdencial, por ano em que o associado permanecer vinculado à Mútua, desde que adimplente com a Instituição. O benefício é depositado na conta individual do participante do e é válido para todos os associados, após 12 meses da inscrição.

Portabilidade e mais vantagens

O TecnoPrev oferece ao participante acesso a extratos, gráficos de rentabilidade, carteira de investimentos e outras informações da conta individual, que é segregada dos demais participantes, do patrimônio da Mútua e do patrimônio da administradora do Plano, a BB Previdência.

Para quem já possui outro plano de previdência complementar, a melhor opção é fazer a portabilidade para o TecnoPrev. O pedido de migração de previdência é bastante simples para o associado. Basta que ele entre em contato com a Mútua – tecnoprev@mutua.com.br – e forneça seus dados e os do seu plano em vigor.

A partir disso, todo o processo fica a cargo da Mútua, que entra em contato com o administrador do plano atual do mutualista e concretiza todos os tramites necessários para que ele passe a ser participante do TecnoPrev.

Conheça mais sobre o plano da Mútua, faça sua inscrição e comece a planejar o seu futuro e o de sua família. Tenha mais informações sobre a previdência complementar na Central de Relacionamento Mútua, 0800 61 0003, ou no Portal do TecnoPrev.

Fonte: Gecom Mútua

Post relacionado

2 Comentários

  1. Júlio César Olímpio Borges

    Creio que é uma boa iniciativa da Mútua, com referencia beneficios para enfrentamento da COVID 19, tenho dois filhos, um engenheiro [ desempregado ] e outra filha [ desempregada ] ambos dependem de mim para sobrevivência. tenho enteresse no beneficio reembolsável ( R$ 12.00,00 ) em ate 42 meses com juros de 0,3% ao mês. aguardo retorno com urgencia.
    Grato,
    Júlio César Olímpio Borges
    Tec. em Seg. Trabalho.

Comentários estão fechados.

FONTES