Menu fechado

TecnoPrev, a previdência feita para o profissional da área tecnológica

Exclusivo para os associados, o plano traz oportunidades como taxas inferiores às praticadas no mercado e é um dos maiores do país, com mais de 100 mil participantes

A Mútua, além de oferecer facilidades financeiras aos seus associados, ao longo da carreira profissional, proporciona qualidade de vida também no momento da aposentadoria. Por isso, oferece o TecnoPrev, plano de previdência complementar criado em 2004 e que, neste mês, chegou aos 100 mil participantes.

E qual o motivo de o plano da Mútua ser tão bom? Primeiro, porque hoje o Tecnoprev é um dos maiores planos instituídos do país. Pelo ranking da Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (Abrapp), o TecnoPrev é o 9º, em um grupo que envolve os 15 maiores do país. Em crescimento acelerado, é importante destacar que, em 2019, estava na 15º posição.

A lista tem como parâmetro o montante de recursos dos planos. Atualmente, o Tecnoprev registra um patrimônio de mais de R$ 266 milhões.

Na construção desse projeto, a Mútua investiu em conhecimento ligado à área de Previdência e em pessoal qualificado, firmou parcerias importantes com instituições como a BB Previdência e a MAG Seguros, e tem o apoio do Confea, dos Creas e das entidades de classe.

Menores taxas

No plano, o saldo da conta individual é sempre destinado aos beneficiários escolhidos, caso o participante não usufrua da totalidade. Ao contrário dos planos abertos – ligados a bancos e seguradoras, em que o saldo fica para a instituição após a falta do participante titular – no TecnoPrev o saldo da conta individual sempre será garantido ao participante ou aos beneficiários escolhidos, com 100% da rentabilidade líquida auferida no período.

Outra vantagem  é o reduzido custo de administração. A taxa de carregamento, por exemplo, é de 0% – ela incide todo mês sobre o valor de cada contribuição realizada e paga despesas administrativas. Nos bancos, costuma variar entre 2% e 9%.

Benefícios fiscais e aportes adicionais

A possibilidade de benefícios fiscais é um dos diferenciais do plano. A Legislação Tributária permite deduzir até 12% da renda bruta anual, com contribuições à previdência complementar. Com a possibilidade de aportes extraordinários, os participantes do TecnoPrev podem ampliar a dedução no IRPF do ano seguinte.

Além disso, na previdência complementar da Mútua, o Imposto de Renda é cobrado apenas quando é feito o resgate do montante acumulado ou no momento do recebimento dos benefícios do plano.

Isso significa que o percentual de rendimento sempre incidirá sobre o saldo total de seus recursos, aumentando o capital acumulado ao longo do tempo. Em outros fundos de investimento, por exemplo, a tributação é semestral.

É importante ressaltar, ainda, que não haverá incidência de Imposto de Renda para o pagamento do benefício adicional de Pecúlio por Morte do plano TecnoPrev.

Coberturas adicionais

O participante TecnoPrev pode contratar coberturas adicionais para seus beneficiários, proporcionando a segurança complementar de benefícios de Pensão por Morte, Pensão por Invalidez e Pecúlio por Morte.

Sempre em busca de condições exclusivas e vantagens para os seus associados, a Mútua realiza o custeio de um Pecúlio por Morte destinado aos dependentes de  seus Associados Contribuintes.

Os pré-requisitos são: ser associado contribuinte da Mútua com mais de um ano de associatividade e estar em dia com a anuidade.

E quem pode solicitar no caso de falecimento do associado contribuinte da Mútua? Os primeiros beneficiários, para o pagamento do pecúlio, são o cônjuge, os filhos menores de idade ou deficientes, o(a) companheiro(a) ou qualquer pessoal que viva, comprovadamente e justificadamente, sob a dependência econômica, parcial ou total, do associado.

Conta individual

O TecnoPrev é um plano onde cada participante possui uma conta individual – segregada do patrimônio dos outros participantes, do patrimônio da Mútua e da BB Previdência

E, claro, como todo plano privado, o TecnoPrev possui fiscalização e auditoria da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc).

É considerado um plano conservador, pois possui a maior parte dos seus investimentos alocados em títulos de renda fixa – que proporcionam uma maior segurança ao patrimônio dos participantes –, e que, além de tudo, têm acesso a extratos, gráficos de rentabilidade, carteira de investimentos e outras informações, como o saldo individual, disponíveis 24 horas por dia.

Outra característica do Plano da Mútua é a flexibilidade, que objetiva atender, também, ao profissional autônomo, com sua renda mensal variável. Dessa forma, permite alterar o valor de contribuição, tanto para mais, quanto para menos, respeitando o limite mínimo do plano.

Quer conhecer mais? Acesse o Portal do TecnoPrev e venha participar. A previdência complementar da Mútua foi feita para você, profissional do Sistema Confea/Crea e Mútua. 

Fonte: Gecom Mútua.

Post relacionado

FONTES