Menu fechado

Homenagens a profissionais e instituições marcam solenidade do Dia do Engenheiro na Bahia

Emanuel Alves

Profissionais formados em 1969 em Engenharia, Agronomia e nos cursos da área tecnológica foram homenageados na noite da quarta-feira (11) pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia. Instituições como a Federação das Indústrias da Bahia, a Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM), Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) e Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), também receberam honrarias do Crea. O evento, realizado no Hotel Fiesta, contou com o patrocínio do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia e apoio da Mútua – Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea.

O presidente do Crea, engenheiro civil Luis Edmundo Campos, afirmou que o momento era de levantar a autoestima dos profissionais e fazer o engenheiro ocupar o seu lugar na sociedade. Revelou que implantou cinco colégios consultivos: de Órgãos de Controle, Entidades Empresariais, Serviços Públicos, de Instituições de Ensino e de Ex-Presidentes. “Quero que no final da minha gestão os profissionais sintam orgulho de pertencer ao Crea”.

O gestor ainda destacou o desafio de mudar o perfil dos profissionais que estão ingressando no mercado. “As universidades deverão se adequar as novas diretrizes curriculares e respeitar as diferenças dos jovens que estão estudando engenharia hoje”, enfatiza.

O diretor regional da Mútua, Emanuel Alves, falou sobre os 42 anos de atuação da Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea. “A Mútua nasceu para ajudar na solução das demandas dos profissionais, instituição de ensino e de entidade de classe”, frisa.

A solenidade também comemorou os 85 anos de atuação do Crea-BA, completados em abril deste ano.

 

Fonte: Com informações do Crea-BA

Fotos: Crea-BA

Post relacionado

FONTES