Menu fechado

Em apresentação na Plenária do Confea, Mútua relata ações de agosto

Aos conselheiros, Cláudio Calheiros destacou as ações realizadas no período e analisou os efeitos financeiros da crise sobre a Instituição

Durante toda a manhã dessa sexta (28), o presidente interino da Mútua, Cláudio Calheiros, participou da Sessão Plenária do Confea para apresentar o relatório mensal de gestão da Caixa de Assistência. Aos conselheiros, ele destacou as ações realizadas em agosto e parte do mês de julho, além de um balanço no período da pandemia, como a concessão de benefícios especiais Covid-19, a prorrogação e o reescalonamento das parcelas de benefícios reembolsáveis. Na oportunidade, Calheiros também analisou os efeitos financeiros da crise sobre a Instituição.

Antes de expor os dados institucionais, porém, Calheiros fez questão de homenagear o engenheiro civil João de Oliveira Sobrinho, destacando sua trajetória como profissional e liderança do Sistema Confea/Crea e Mútua. Sobrinho, que faleceu na quinta-feira (27), aos 89 anos, atuou como conselheiro regional, presidente do Crea-PA (1994-1999) e conselheiro federal (2004-2006). A Mútua decretou luto oficial por três dias.

O presidente também cumprimentou o ministro Humberto Martins, seu conterrâneo alagoano, que assumiu a Presidência do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e do Conselho da Justiça Federal (CJF), na última quinta-feira, lembrando que o ministro sempre foi atento às questões da Mútua e do Sistema Confea/Crea.

Benefícios

Com 143,7 mil associados, a Mútua concedeu 3.967 benefícios, equivalentes a R$ 114,66 mi, em 2020 (até 19 de agosto. Em 2019, foram 8.522 benefícios, equivalentes a R$ 246,25 milhões. Nos dois anos, os mais requisitados foram o Apoio Flex, Veículos e Construa Já. Durante a pandemia, considerando o período de 23 de março a 19 de agosto, foram 2.505 concessões, ou R$ 71,82 mi.

O Benefício Especial Reembolsável Covid-19 foi pago a 44 mutualistas (R$ 426,3 mil), e outros 37 (R$ 430,3 mil) estão em análise pela Gerência de Benefícios.

Foram concedidos 110 benefícios sociais em 2019, ou R$ 721,1 mil reais. Em 2020, até agora, foram concedidos 69, ou R$ 402,8 mil. No período da pandemia foram 46 benefícios, equivalentes a R$ 255,9 mil. O Benefício Especial Social Covid-19 foi pago a 71 associados (R$ 74,2 mil) e, em análise, existem outros 35 (R$ 36,6 mil).

Prorrogações e reescalonamentos

Entre 24 de março e 21 de agosto, a Mútua prorrogou 41,2 mil parcelas de contratos, R$ 32,52 mi. “Pode-se observar, ao longo desses meses, que a quantidade e o valor das parcelas prorrogadas permaneceram constantes”, explicou o presidente, “o que significa que os contratos afetados nesses cinco meses envolvem um mesmo grupo, que colocou todos os pagamentos para o final. Os demais continuaram a pagar normalmente”, constatou. As parcelas reescalonadas foram 298, ou R$ 372,8 mil. De janeiro a agosto, foram negociados 416 contratos, no valor de R$ 10,93 mi.

Calheiros informou, ainda, que a instituição recebeu diversos pedidos para renovar o prazo das prorrogações por mais três meses. “A partir de resultados dos cálculos atuariais realizados, porém, fomos aconselhados a retomar os pagamentos, para o bem do equilíbrio financeiro da instituição”, completou.

TecnoPrev

O plano de previdência da Mútua, o TecnoPrev, teve o número de participantes elevado de 31,1 mil para 83,7 mil profissionais, entre 2016 e 2020 – e conta, atualmente, com um patrimônio de R$203,44 mi. O rendimento, neste ano, chegou a 0,95%, com 6,36% de rendimento no período de 12 meses e 26,31% de crescimento nos últimos dois anos.

“Apesar da crise, no período da pandemia, tivemos a adesão de 1.676 novos participantes”, comemorou o presidente da Mútua. “A administração do plano é da BB Previdência, o trabalho de comercialização é feito em parceria com a empresa Mag (ex-Mongeral Aegon), enquanto o cadastro, o atendimento e o relacionamento são feitos pela Gerência de Previdência da Mútua”, explicou.

Calheiros mostrou, também, que, numa comparação com quatro planos semelhantes ao da Mútua, de grandes instituições financeiras brasileiras, o TecnoPrev é o que possui melhor rendimento e uma taxa de administração menor. A apresentação foi encerrada com a exposição dos relatórios de gestão das operadoras de planos de saúde.

Os conselheiros propuseram realizar reuniões com a Mútua em momentos separados da Sessão Plenária, para debater questões com mais detalhes e realizar planejamento estratégico, em colaboração e com a presença de representantes das duas instituições. A sugestão foi avaliada positivamente pelo presidente Calheiros.

Fonte: Gecom Mútua

Post relacionado

FONTES