Menu fechado

Congresso Brasileiro de Engenheiros Civis acontece em Curitiba com apoio da Mútua

João Collares, Ricardo Rocha, Álvaro Cabrini, Francisco Ladaga, Joel Krüger, Francisco Almeida, Cirus Itiberê e Nelson Gomez

A 26ª edição do Congresso Brasileiro de Engenheiros Civis (CBENC) acontece entre os dias 15 e 17 de dezembro, em Curitiba (PR), na sede do Instituto de Engenharia do Paraná (IEP), e reúne cerca de 300 participantes. O evento, promovido pela Associação Brasileira dos Engenheiros Civis (Abenc), conta com o apoio da Mútua – Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea e tem em sua programação palestras, painéis e mesas redondas, que abordam assuntos de importância para a profissão no país.

Harlon Ferreira, Francisco Almeida, Giucelia Figueiredo, Carlos Vilhena e Roberta Meneses (diretora geral da Mútua-PE)

Solenidade de abertura

Para iniciar o Congresso de forma especial, a Abenc promoveu solenidade na noite desta quarta-feira (15), com a presença de lideranças do Sistema Confea/Crea e Mútua e autoridades locais. O presidente da Mútua, Francisco Almeida falou sobre a importância das parcerias estabelecidas entre a Mútua e as entidades, como a Abenc, destacando que, no próximo ano, o objetivo é intensificar ainda mais esse trabalho. Com foco em deixar a Mútua mais presente na vida dos profissionais, o presidente também comentou sobre sua missão de transformar a percepção que muitos têm da Caixa de Assistência. “Muito além do papel de um banco, nossa Caixa de Assistência tem o papel de acolher os profissionais e ajudá-los a concretizar seus sonhos”, explicou.

“Precisamos mudar a visão que os profissionais têm da Mútua”, destaca o presidente Francisco Almeida

Joel Krüger, presidente do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), aproveitou sua fala para efetuar uma série de homenagens e agradecimentos, entre eles um destaque especial a todas as mulheres da profissão, representadas na figura de Enedina Alves Marques, primeira mulher Engenheira Civil do Paraná e primeira mulher negra a ingressar na carreira no país. “O evento está muito bom, tenho certeza de que será um absoluto sucesso. E viva a Engenharia Civil!”, resumiu.

Participam, ainda, do evento, o diretor de Benefícios da Mútua, Carlos Vilhena, a diretora administrativa, Giucelia Figueiredo, e os diretores da Mútua-PR, Julio Russi, geral, Harlon Luna Ferreira, financeiro, e Luiz Eduardo Caron, administrativo, além de diretores regionais de outros estados.

Ricardo Rocha de Oliveira, presidente do Crea-PR, fez uma breve homenagem aos presidentes dos Creas presentes, pedindo que se levantassem e fossem aplaudidos. “Reconheço aqui a bela homenagem da Abenc ao colega Antônio Carlos Aragão, uma sumidade da Engenharia Civil e o profissional com quem eu mais conversava e por quem nutro o maior respeito”, disse, ainda, emocionado.

José Teixeira Coelho Ladaga, presidente da Abenc e porta voz do evento, destacou, em seu discurso, a importância da união para a categoria. “Chamo todos para a união em torno da Engenharia Civil. Minha jornada não é política, é de valorização de uma profissão histórica, que desde sempre traz desenvolvimento e progresso ao nosso país e ao mundo”, resumiu.

Voltado a profissionais e estudantes da área, neste ano, o Congresso vai além das últimas novidades e atualizações do setor, e traz como destaque os debates voltados a um ensino superior de melhor qualidade para a Engenharia Civil e a importância desse aprimoramento, na formação profissional, para a sociedade como um todo, dado o impacto que provoca na vida da comunidade.

O dispositivo de honra ainda foi composto pelo coordenador da Câmara Especializada de Engenharia Civil, João Collares, pelo superintendente executivo do Serviço Social Autônomo Paranacidades, Álvaro Cabrini, que representou o governador do estado, Carlos Roberto Massa Ratinho Junior, pelo presidente da Abenc-PR, Cirus Itiberê da Cunha, e pelo presidente do IEP-PR, Nelson Gomez.

Homenagem

Giucelia Figueiredo recebe a placa dedicada à Aragão

Pela dedicação e a importante contribuição que deram à área da Engenharia Civil, a Abenc homenageou profissionais de destaque, incluindo alguns in memoriam. Um deles foi o presidente do Crea-PB, Antônio Aragão, falecido este ano. Representando a família do engenheiro civil, a diretora da Mútua Giucelia Figueiredo, conterrânea de Aragão, recebeu a a placa de homenagem póstuma.

A Mútua marca sua presença no 26º CBENC, também, com um estande para divulgar suas atividades e para atender os congressistas. Benefícios reembolsáveis e sociais, TecnoPrev, planos de saúde e convênios são algumas das áreas que os profissionais têm à disposição para sanar suas dúvidas, no estande da Caixa de Assistência. No local está a equipe da Mútua-PR e representantes da Extramed, o plano de saúde que atende o estado.

Fonte: Alline Abreu e Cristiano Torres – Jornalismo/Comunicação Mútua.

Fotos: Alline Abreu/Mútua e Rafael Dabul/Confea.

Post relacionado

FONTES