Menu fechado

Associados manifestam gratidão pelo apoio durante a pandemia

Seja por carta, mensagem eletrônica ou gravação em áudio, diretores e colaboradores puderam conhecer um pouco da história de vida de mutualistas que tiveram, na Instituição, um ponto de apoio fundamental para as suas vidas

“Se não fosse a Mútua, não sei como estaria a minha vida. Ela me deu tudo o que conquistei, desde que cheguei a Brasília, há 15 anos. Foi tudo com a participação de vocês. É com muito carinho e de coração que eu agradeço e sempre terei muita gratidão por todos vocês da Mútua”. As palavras da engenheira civil Waneide Gabriela Mendes Rabelo, moradora de Samambaia, no Distrito Federal, expressam com perfeição os objetivos empreendidos pelas equipes da Mútua, que buscam oferecer uma vida melhor para os profissionais da área tecnológica, com saúde e qualidade de vida para os associados e suas famílias – duramente atingidos pela crise econômica do país nos últimos anos, principalmente depois da pandemia do novo coronavírus.

“Gratidão é a palavra que carrego no coração. Tenho passado por muitas dificuldades nos últimos anos e hoje sinto que o amanhecer começou a brilhar novamente; tudo isso porque tive o apoio financeiro e social da Mútua. Vocês não têm noção do quanto estão me ajudando nesse momento tão difícil que venho vivendo. Estou muito agradecida a todos da Mútua, que não mediram esforços para que eu fosse contemplada com o benefício social COVID-19”, explica Waneide, em carta dirigida ao então presidente interino da Mútua, Cláudio Calheiros. A mensagem foi entregue em mãos, por um colaborador, a pedido da associada.

Waneide Rabelo: “A Mútua fez parte de todas as minhas conquistas profissionais, desde que cheguei a Brasília, há 15 anos 

Desempregada desde 2017 e se recuperando de um câncer, a engenheira conta que o marido já não tinha mais condições de ajudar e que a família estava passando por diversas necessidades, depois que acabaram as economias da casa. “Fomos atrás do auxílio emergencial do governo federal, mas os pagamentos demoraram a sair. Eu também perdi o direito ao auxílio doença, pois fiquei sem condições de pagar o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Só com o Benefício Social Covid-19 é que pudemos pagar todas as contas atrasadas, inclusive a anuidade da Mútua, que fiz questão de honrar, e reequilibrar a nossa vida”, explica em tom emocionado.

“Realmente, essa associada estava muito necessitada e a Mútua pôde ampará-la em um momento muito difícil. A equipe está de parabéns pela dedicação”, conta o gerente de Benefícios, Gustavo da Silva Freitas.

Novos benefícios

O apelo de Waneide se somou a inúmeros pleitos, feitos por profissionais e por diversos órgãos do Sistema Confea/Crea e Mútua, para que fossem criadas linhas de crédito específicas para atender os associados e suas famílias, cujas vidas foram prejudicadas pela pandemia. Por isso, a Diretoria Executiva aprovou dois novos benefícios: o Reembolsável Especial Covid-19 e o Benefício Social COVID-19.

”A emergência de saúde pública e o cenário de deterioração econômica provocados pela pandemia trouxeram impactos nos pagamentos de benefícios e anuidades. Por isso, a Mútua tomou diversas medidas, como prorrogar os vencimentos e dar atenção especial ao endividamento das pessoas, com a aprovação desses dois novos benefícios”, explica Gustavo Freitas.

O gerente ressalta que as solicitações são feitas pela internet e que a concessão do Reembolsável Covid-19 é de responsabilidade da Regional. “O Benefício Social Covid-19 é apreciado pela Mútua Sede, por ordem de chegada”, acrescenta.

Apoio na renegociação

“Agradeço de coração o que foi feito pela Mútua e cumprimento toda a equipe. Me atenderam muito bem e foram proativos e solícitos. A Mútua me ajudou a resolver problemas que já se arrastavam há muito tempo”, conta o engenheiro eletricista Rodrigo Pires, que precisou renegociar parcelas em atraso de um benefício reembolsável.

O associado de Santa Catarina ficou desempregado e diz que a sua vida e a de sua família foram travadas por uma série de restrições financeiras, que prejudicaram inclusive sua ex-mulher. “A solução veio no momento certo e me aliviou bastante. Por isso, é importante destacar que a equipe da Mútua foi muito compreensiva, além de agir com empatia e humanidade ao lidar com o problema”, agradece.

Pires descobriu, ainda criança, a importância das caixas de assistência: “Na época, meu pai trabalhava na empresa de seguridade social de SC”, conta

O engenheiro lembra que, quando era criança, seu pai trabalhava na empresa de seguridade social do Estado. “Eles tinham uma caixa de assistência e, já naquela época, eu descobri a importância dessas instituições. São entidades que nos prestam auxílio e oferecem crédito para investimento, com custos muito abaixo do mercado, por exemplo. Isso é muito importante para quem tem um pequeno negócio e quer investir, ou precisa adquirir um bem. E é muito bom saber que existe a Mútua e que a Instituição tem profissionais que nos tratam com essa presteza e esse cuidado”, destaca.

“É positivo e motivador receber esses cumprimentos. É o que justifica todo o empenho da equipe da Mútua: buscar atender os associados da melhor forma possível, ainda mais neste momento difícil para o país e para o mundo”, relata o gerente de Cobrança, Jary de Carvalho e Castro, que destaca as mudanças realizadas nas regras de cobranças e adequações baseadas no mercado, sempre em busca de melhorias para os associados.

“Ao mesmo tempo que formamos uma empresa que possui um viés associativo e um caráter solidário, precisamos também prestar contas às diversas instituições de controle. Então, para nós, é um alento e a prova de que devemos sempre continuar a aprimorar o nosso trabalho”, justifica Castro.

Atendimento aos mutualistas

Preparada para agir imparcialmente, como uma segunda instância que recebe e agrega críticas, sugestões, denúncias e reclamações, a Ouvidoria da Mútua tem o objetivo de receber e encaminhar as demandas para que as áreas possam oferecer as respostas necessárias e as soluções possíveis, além de consolidar informações que permitam melhorar a gestão e garantir atendimento de excelência.

Mais do que mediar desentendimentos e responder às reclamações, no entanto, a Ouvidoria atuou nos últimos meses principalmente esclarecendo dúvidas dos associados. Surpreendentemente, mesmo nesse período de dificuldades, ao invés de só críticas e reclamações, passou a receber, também, elogios à Instituição e à atuação dos colaboradores. “Nas últimas semanas, recebi mais de uma dúzia de ocorrências, com elogios ao trabalho de várias regionais e da Sede, que superaram, inclusive, o volume de reclamações no mesmo período”, ressalta a ouvidora Silvia Martins.

Cumprimentos de associados como Rafael Marcelino, de São Paulo, que usou benefícios reembolsáveis em três ocasiões: para adquirir um veículo e equipamentos de uso profissional para a sua família. “O terceiro pedido coincidiu com o período da pandemia e, para minha surpresa, mesmo em teletrabalho, os colaboradores atuaram com agilidade e permitiram a obtenção do financiamento. Deixo esse recado para que estejam cientes da importância do trabalho de vocês”, afirma, em mensagem à Caixa de Assistência.

E o comentário de Cláudio Marino, que descreve o atendimento como “ótimo, mesmo em plena pandemia”, ou, ainda, o de Judson Ribeiro Magalhães, que declara: ”Fico muito agradecido por ter conseguido o empréstimo em tempo breve e num momento de grande aflição em minha vida. O que mais me impressionou foi conseguir resolver tudo por meios eletrônicos. Parabéns ao corpo técnico e aos demais integrantes da equipe!”, diz.

“Sei que os elogios são merecidos, pois acompanho o trabalho de todos”, diz Silvia. E complementa: “Parabéns aos colaboradores, gestores e Diretoria. Em meio à crise, estamos nos superando a cada dia e cumprindo nosso papel social junto aos associados, com dedicação e trabalho”, finaliza.

Fonte: Gecom Mútua

Fotos: Arquivos pessoais dos entrevistados

Post relacionado

FONTES