Menu fechado

Apresentação da Mútua-PE integra a programação da 10ª Plenária Itinerante

Crea-PE reúne profissionais de Caruaru e região em palestras técnicas

Tabatinga falou aos presentes sobre o importante papel da Mútua na vida dos associados

Caruaru recebeu a 10ª Reunião Plenária Itinerante do Crea-PE, no último dia 18. O evento teve abertura na Associação Caruaruense de Ensino Superior e Técnico (Asces-Unita), com a mesa diretiva composta pelo presidente do Conselho, Evandro Alencar; o inspetor tesoureiro de Caruaru, José Eraldo Barboza; representando a Ascea-Unita, o professor Antônio Romão; representando a prefeitura do município de Caruaru, Evandro Santiago; o diretor administrativo da Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea (Mútua-PE), Marcelo Tabatinga; a palestrante Nívea Lima; e o palestrante e membro do Comitê Tecnológico Permanente (CTP) do Crea-PE, Dilson Teixeira.

A primeira palestra abordou o tema “ART e CAT: O que é importante saber”, ministrada pela engenheira de Minas e chefe da Divisão de Acervo Técnico (DATE – Crea-PE), Nívea Lima. A palestrante falou sobre as características da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART); a diferença entre os documentos preenchidos para registro de cargo e função e obra e serviço, as diferenças entre os procedimentos de baixa, substituição e nulidade da ART e demais informações acerca da Certidão de Acervo Técnico (CAT).

A engenheira anunciou a implantação da Quinta da ART. Um projeto, nos moldes do Terça no Crea, com a finalidade de prestar informações acerca do documento que gera dúvidas entre profissionais das diversas áreas ligadas ao Conselho Regional. “Esta palestra é um lançamento do que iremos abordar no auditório do Crea, com o intuito de esclarecer sobre os diversos itens constantes no documento”, disse Nívea Lima.

Em seguida, o diretor administrativo da Mútua, Marcelo Tabatinga explicou que a Mútua é o braço assistencial do Sistema Confea/Crea e citou as diversas linhas de crédito disponíveis aos profissionais associados, destacando que o estado de Pernambuco tem potencial financeiro para atender a necessidade de um número bem maior de profissionais, do que o que vem sendo registrado nos últimos anos, convidando os presentes a se associarem à entidade.
Por fim, teve início a palestra do engenheiro civil e membro do Comitê Tecnológico Permanente (CTP), Dilson Teixeira, sobre as “Técnicas de Engenharia para Recuperação de Fundações”.

Considerado um dos mais importantes profissionais da Engenharia em Pernambuco e no Brasil, o professor Dilson Teixeira trouxe para a palestra dois estudos de caso referentes a prédios construídos com 16 e 25 andares nos bairros de Boa Viagem e Candeias, respectivamente.

De acordo com o palestrante, o primeiro imóvel, construído em terreno de pouca resistência (com areia e diversos cascalhos de conchas e mariscos) apresentou grave problema de recalque que levou toda a estrutura a condição de colapso em curto espaço de tempo.

A partir da identificação do problema, o palestrante, embora defendendo que o ideal é evitar riscos, passou a explicar as técnicas que utilizou para a recuperação da estrutura do prédio de 16 pavimentos, erguido sob sapatas apoiadas em estacas de argamassa. Foram realizadas diferentes etapas: a primeira com o objetivo de distribuir a carga injetando concreto em maior profundidade; na segunda, foram colocados tubos de PVC na base das estacas com a função de fazerem sucção de areia e, finalmente na terceira etapa foram utilizadas estacas metálicas que numa profundidade de 30 metros eram cravadas na estrutura com calda de cimento.

Na segunda edificação, foram utilizadas estacas para reforço da antiga fundação além de processo computadorizado para utilização de macaco hidráulico a fim de consolidar a estrutura e a fundação.

Ao concluir a palestra o engenheiro questionou a qualidade do ensino e a maturidade dos profissionais para resolverem problemas de maior complexidade. Defendeu ainda que, o trabalho requer além de vasto conhecimento, intuição e criatividade.

Suziane Hatayama, colaboradora da Mútua-PE, fez atendimento aos participantes da Plenária e o diretor administrativo detalhou as diversas linhas de benefícios

Fonte: Crea-PE (com inserções do Crea-PE)
Fotos: Mútua-PE

Post relacionado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

FONTES