Menu fechado

Debate sobre modelo de desenvolvimento para Acre e Amazônia pauta evento da Engenharia

Paulo Guimarães, Murilo Pinheiro, Gladson Cameli, Márcio Bittar, Mária Alice (secretária de Gestão Administrativa do AC), Sebastião Fonseca, Carminda Pinheiro (presidente do Crea-AC) e Marcellie Batista (coord. do Núcleo Jovem da FNE)

A agenda da Engenharia acreana, na manhã desta sexta-feira (8), foi voltada ao debate de um novo modelo de desenvolvimento para o Acre e a Amazônia. Lideranças nacionais e do estado, além de políticos, participaram no auditório da Federação Nacional da Indústria do Acre (FIEAC) de evento do projeto “Cresce Brasil”, da Federação Nacional dos Engenheiros (FNE).

Paulo Guimarães, presidente da Mútua, destacou a realização do importante evento e o papel dos profissionais do estado, que tanto lutam por melhorias constantes para a região. “Engenheiros e engenheiras que fortalecem a união da Engenharia e que muito tem a oferecer para o desenvolvimento do Acre, contem com a Mútua! Nós estamos a postos para colaborar, cada vez mais, com o desenvolvimento e o engrandecimento da Engenharia nacional”, reforçou.

Murilo Pinheiro, presidente da FNE, citando o governador do Acre, engenheiro Gladson de Lima Cameli, também à mesa do evento, disse ser possível buscar o protagonismo da Engenharia. “É importante que a Engenharia esteja presente em todas as questões do país, que esteja em nossas falas e que tenha oportunidade de debater e de se colocar. Conseguiremos isso com a unidade e participação de todos”, lembrou.

Para o presidente do Sindicato dos Engenheiros do Acre (Senge-AC) e coordenador geral da Companhia de Desenvolvimento de Comunidade (Codesco), Sebastião Fonseca, o debate transcorrido na manhã de hoje é bastante emblemático. “Ele anuncia um novo modelo de desenvolvimento para nossa terra e para a Amazônia brasileira. Falar do problema e buscar a solução é a nossa nova agenda de discussão do governo do estado”, referindo-se aos dois políticos do Acre presentes – o governador Gladson Cameli e o senador do estado, Márcio Bittar.

Gladson Cameli falou do trabalho que está sendo realizado no estado, nesses 11 meses de governo, como a despoluição dos igarapés, os ajustes das contas públicas, pagamentos das dívidas públicas. Ainda citou a parceria com o senador Márcio Bittar, que trouxe para o estado verbas necessárias que estão sendo investidas na segurança pública e saúde, com a inauguração de hospitais.

O governador também relatou que esteve com o presidente da FNE para pedir sugestões sobre a perspectiva da Engenharia. “O meu governo vai investir em infraestrutura, sem ela não tem emprego, não tem saneamento e qualidade de vida para a população. Como engenheiro, gosto de ser prático e todos os problemas herdados trato como desafios que serão superados”, afirmou.
Márcio Bittar foi quem conduziu a palestra magna do evento. Ao abrir sua explanação ele agradeceu as referências ao seu nome nas falas de abertura e ainda destacou a parceria com as instituições do estado, como o Senge-AC. “É muito importante para o nosso trabalho termos essa retaguarda”, comentou.

Sobre o novo modelo de desenvolvimento para o Acre e a Amazônia, Bittar fez um retrospecto de questões ambientais e culturais e pontuou sua percepção de como devem ser as gestões atual e futura para se alcançar avanços.

Na sequência da palestra do senador, ocorreu o debate sobre o novo modelo de desenvolvimento para o AC e a Amazônia

 

Fonte e fotos: Gecom/Mútua

Post relacionado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

FONTES