Menu fechado

Crea e entidades locais promovem o I Fórum Mineiro de Cidades Inteligentes e Sustentáveis

Presentes, o eng. civil Paulo Guimarães, presidente da Mútua, e o diretor geral da Caixa MG, eng. ind. mec. Abelardo Ribeiro de Novaes Filho, reforçaram o papel da Mútua em parcerias como essa que oportunizam o debate de temas tão relevantes para a sociedade

Solenidade de abertura do Fórum

Aplicações e soluções da Engenharia para cidades inteligentes e sustentáveis, nas áreas de gestão de resíduos, energia, mobilidade urbana, iluminação pública inteligente, gestão administrativa, dentre outras, foram discutidas nessa quarta-feira (20), em Belo Horizonte, durante o I Fórum Mineiro de Cidades Inteligentes e Sustentáveis.

O evento foi assinado pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-MG), em parceria com a Associação Mineira de Municípios (AMM), a Associação Brasileira de Engenheiros Eletricistas – Departamento Minas Gerais (ABEE-MG) e a Associação de Engenharia Mecânica e Industrial de Minas Gerais (ABEMEC). O Fórum ainda contou com o apoio da Mútua-MG e a realização do evento partiu do Grupo de Trabalho de Soluções Energéticas nos Espaços Urbanos do Crea-MG.

Paulo Guimarães defendeu a pertinência dos profissionais do Crea em tornar possível e real as inovações tecnológicas para as soluções que a sociedade e as cidades demandam. “Cidades inteligentes tem tudo a ver com a nossa área tecnológica. Então, considero parcerias como essas fundamentais para o desenvolvimento do Brasil através da área tecnológica”, ressaltou.

Na abertura do evento, o presidente do Conselho, engenheiro civil Lucio Borges, ressaltou a importância de trazer discussões sobre temas relacionados à Engenharia e à Agronomia para dentro do Crea, principalmente de um assunto tão relevante para os municípios. “Temos feito inúmeras parcerias com os municípios mineiros para que o trabalho do Crea-MG, a fiscalização do exercício profissional, seja potencializado. A vida acontece nos municípios, por isso fazemos questão desse relacionamento com os prefeitos em respeito ao trabalho que eles fazem”, afirmou Lucio.

O prefeito de Coronel Fabriciano Marcos Vinícius da Silva Bizarro, que também é vice-presidente da AMM, também destacou a parceria com o Crea-MG, inclusive neste evento. “Estarmos juntos com o Crea é muito interessante. Se a gente não tiver de mãos dadas com as instituições presentes no município, as coisas não vão melhorar. O setor público pode ser sustentável, inteligente e, realmente, manter uma gestão de qualidade”, enfatizou Marcos.

Abelardo Filho (primeiro a partir da esquerda) acompanha os debates do Fórum

AMMTV

O programa Minuto AMMTV, da Associação Mineira de Municípios, fez a cobertura jornalística do Fórum e o presidente da Mútua foi um dos entrevistados. Veja no vídeo a seguir:

 

Cidades mineiras mostram casos de sucesso em Fórum de Cidades Inteligentes e Sustentáveis
Imagine uma cidade em que a iluminação seja feita por luminárias LED com sensores e dispositivos capazes de proporcionar economia de energia, alta luminosidade, acesso à rede Wi-Fi e até sensores que acionam a polícia ao perceberem crimes? Essa pode ser a realidade de cidades brasileiras em um futuro bem próximo. Belo Horizonte, por exemplo, fará a implementação de mais de 180 mil pontos de iluminação com luminárias LED, garantindo pelo menos 45% de redução na conta de energia, dentro de três anos. Inovações tecnológicas como estas foram discutidas durante todo o dia, com a participação de especialistas e autoridades.

 

Fonte: Crea-MG (com inserções da Gecom/Mútua)

Fotos: Adriana Von Kruger (Crea-MG)

Post relacionado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

FONTES