Reunião da Mútua NE é realizada em São Luís (MA)

A Capital do Maranhão, São Luís, foi palco, nos dias 22 e 23 de junho, da 10ª Reunião das Caixas da Mútua do Nordeste. Com a presença dos diretores executivos Paulo Roberto de Queiroz Guimarães (presidente), Jorge Roberto Silveira (Benefícios), Gerson de Almeida Taguatinga (Financeiro) e Marcelo de Oliveira Morais (Tecnologia), o evento reuniu as Diretorias Regionais da Mútua Alagoas, Bahia, Ceará, Sergipe, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte.

Na programação, além de exposições da diretoria executiva e das gerências Jurídica, de Tecnologia, Comunicação e Marketing, Benefícios, Previdência e Administrativa, foram debatidos temas propostos pelas Regionais. Dentre os pontos da pauta, estiveram a Campanha de Valorização da ART, novos convênios, Tecnoprev, projeto Mútua Itinerante, reenquadramento e reclassificação das Caixas, Mútua Ideal e outros de interesse dos profissionais.

Em sua apresentação inicial, o presidente da Mútua, Paulo Roberto de Queiroz Guimarães, fez uma explanação sobre a participação da Instituição em recentes atividades do Sistema Confea/Crea e Mútua, além de abordar os aspectos positivos do VII Mutuação – evento de capacitação de diretores e colaboradores promovido pela Caixa de Assistência em maio deste ano -, mostrar os dados referentes ao número de associados por Região, aumento da rentabilidade do TecnoPrev, benefícios concedidos,  receitas e despesas e outros destaques. Ao final da 10ª Reunião das Caixas Nordeste, o presidente avaliou o encontro como muito participativo. “Os diretores da Região Nordeste, de uma forma geral, apresentaram grandes contribuições para fortalecer a nossa Mútua, em especial, neste Jubileu de Rubi, dando continuidade às ações do nosso Mutuação. Aqui constatamos o quanto nossos diretores das Regionais estão engajados, empolgados e envolvidos para que tenhamos o melhor para a Mútua e seus associados” – comemorou.

Jorge Silveira: “A 10ª reunião apresentou uma evolução muito grande quando comparada à sua 1ª edição, há cerca de um ano e meio. “Melhoramos muito não só na condução, como nos temas propostos e no nível da discussão”, afirmou. Ele apresentou assuntos relativos à previdência, benefícios e anuidades..

Gerson Taguatinga: “Momento para pensar no crescimento da Mútua”

Marcelo Morais: “Com as auditorias do Confea e trabalhos da CCSS se intensificando, temos de estar cada vez mais atentos às rotinas das Caixas e essas reuniões devem, também, focar nesse alinhamento”. O diretor apresentou assuntos relacionados à Tecnologia e o Programa de Inclusão da Mútua (PIM), para pessoas com deficiência 

Francisco Soares da Silva, conselheiro federal que representa o estado do Maranhão no Plenário do Confea, prestigiou o evento. Tendo sido o primeiro coordenador da Mútua no estado (de 1985 a 1987), afirmou que é importantíssimo para o Maranhão receber um evento de tanta importância para o Sistema Confea/Crea e Mútua. “A reunião das Caixas NE é fundamental para a troca de experiências e apresentação de sugestões para a constante melhoria no atendimento dos profissionais por parte da Mútua. A pauta proposta certamente irá solucionar e equacionar alguns problemas que ainda existem nas Regionais”.

A conselheira federal suplente do estado anfitrião, Ivanilde Soares Santos, também esteve presente em parte do evento. Afirmou ser uma honra para o Maranhão receber a reunião das Caixas NE, por entender a importância da Mútua para os profissionais. “Esperamos que os trabalhos resultem em propostas realmente proveitosas”. Estudante de engenharia, o filho de Ivanilde, Ramon Luigi (à esquerda), também acompanhou parte dos trabalhos e apresentou algumas ideias e sugestões ao presidente Paulo Guimarães. “Minha ideia inicial foi com relação à juventude da Engenharia e maior valorização dos recém-formados”. Segundo Ramon, as questões merecem atenção, uma vez que a participação de jovens profissionais auxiliam as empresa para a sua manutenção e sustentabilidade.

Avaliações

Ao fim dos trabalhos, os diretores foram convidados a avaliar o andamento e a produtividade da 10ª Reunião e o VII Mutuação. Pinheiro Marques, diretor geral da Caixa MA, definiu a reunião como um sucesso e agradeceu a participação de todos os colaboradores e diretores na reunião que, segundo ele, faz com que seja possível aprimorar e melhorar os encontros. Quanto ao Mutuação, Pinheiro classificou como fundamental. “É a oportunidade de cada Região conhecer melhor a outra e discutir os problemas, conhecendo a realidade do país inteiro”.

 

Diretores da Mútua-MA: Pinheiro Marques (diretor geral), Márcio Irineu da Anunciação (administrativo) e Antonio Vilson Silva Dias (financeiro)

Elequicina Maria dos Santos, diretora geral da Caixa RN e coordenadora das Caixas NE (foto à direita), foi a responsável pela condução dos trabalhos e considerou a reunião muito positiva, com resultados bastante satisfatórios. “Com relação ao Mutuação, acho que é um evento de extrema necessidade, uma vez que são muito importantes treinamentos e integração dos colaboradores e diretores para que isso venha a melhorar a cada dia nossa Instituição”, completou a engenheira.

Diretores da Mútua-RN: Jerônimo Andrade (administrativo) e José Edgar Gomes Júnior (financeiro)

Sobre a reunião, João Bosco de Andrade (à esquerda), diretor geral da Mútua-SE, fez coro: “pudemos discutir assuntos pendentes e tirar dúvidas. Destaco, ainda, a competência da coordenação, que contribuiu para maior produtividade do encontro”. Também para Bosco, o Mutuação foi um sucesso. “O evento foi muito bom. Parabenizo a Diretoria Executiva não apenas pelo Mutuação, mas nas ações de forma geral: a Direx tem acertado muito nas mudanças, aumentando a democracia e a participação dos diretores regionais”. Também presentes pela Regional SE os diretores João Pinto Fontes  (administrativo) e José Raimundo Dias da Silva (financeiro). Antônio da Cunha Cavalcanti (à direita), diretor geral da Mútua-PB, afirmou que, avaliando o período de seis anos que está como diretor regional, pôde perceber uma evolução nessa 10ª reunião. “Todos expuseram as suas ideias, sem ganhadores ou perdedores nos debates, mas com troca de experiências e propostas”. O diretor salientou que o Mutuação propicia uma sinergia maior entre diretores e colaboradores, o que é fundamental para a administração das Caixas. Compareceu à reunião, também pela Regional PB, o diretor administrativo João de Deus Barros.

O diretor geral da Mútua-CE, Gerardo Santos Filho (à direita), considerou a reunião muito proveitosa. “Nossos anfitriões da Caixa-MA e a Sede estão de parabéns pela organização. A pauta foi muito rica e as discussões devem colaborar muito para o aprimoramento das Regionais nordestinas”. No tocante ao Mutuação, Gerardo elogiou o novo formato, com menos palestras e mais oficinas o que, para ele, também contribuem para o aperfeiçoamento da Mútua. Primeiro à esquerda, diretor financeiro Vicente de Paulo Lima; ao centro, o diretor administrativo Sergio Araújo da Cunha.

Diretor geral da Caixa-AL, Fábio Loureiro (ao centro), afirmou que a reunião foi muito positiva por discutir as melhorias nos benefícios e no atendimento ao associado. “A cada reunião que participamos saímos melhores do que chegamos, graças ao debate e à troca de experiências”. Para o diretor, o Mutuação também confirmou esse aperfeiçoamento contínuo com o passar dos anos. “É bem importante termos um momento de troca de experiências. O modelo proposto este ano foi bem mais moderno e as oficinas muito produtivas”, avaliou. Também pela Regional, presentes os diretores Cícero Luiz de Lima (financeiro – à direita) e Aloísio Ferreira de Souza (administrativo – à esquerda).

Augusto Nogueira (ao centro), diretor geral da Caixa PE, considerou a reunião excelente. “Fomos muito bem acolhidos. As propostas foram boas e as discussões acaloradas, mas isso faz parte do processo de crescimento. A pauta, bem variada, garantiu o sucesso da reunião”. O Mutuação também foi bem avaliado. “O ponto alto do VII Mutuação foram as oficinas e a democratização dos treinamentos. Acredito que o novo modelo foi um sucesso e deve continuar”. Diretores da Regional PE: Judson Alves Galindo (financeiro – à esquerda) e Marcelo Tabatinga Lopes (administrativo – à direita).

Raimundo Ulisses Filho (à esquerda), diretor geral da Caixa PI, elogiou o formato da 10ª reunião, que a tornou mais objetiva. “Tivemos mais tranquilidade para discutir e analisar os temas. A condução também foi muito facilitadora”, frisou. Ulisses afirmou que sempre defendeu que o Mutuação fosse um evento mais focado na gestão e que a edição deste ano teve essa preocupação. “Discutimos problemas nossos do dia a dia de forma dinâmica e objetiva, sem ser cansativo”, elogiou. Ao centro, Walterwilson Carvalho Leite (administrativo) e, à direita, Lúcio Vieira de Brito (financeiro).

Rubem Barros de Mendonça (à direita), diretor financeiro da Caixa BA, salientou o conteúdo da 10ª reunião, as propostas e as participações durante os trabalhos realizados em São Luís. “Percebemos o interesse de todos os diretores, participando ativamente das discussões para a correção das atividades diárias”. O Mutuação, afirmou Rubem, é uma oportunidade de todos tirarem suas dúvidas e de uniformizar os procedimentos. “Este ano foi muito melhor, pois tivemos o engajamento de todos: diretores e colaboradores, juntos”. À esquerda, o diretor geral da Mútua-BA, Joseval Costa Carqueija.

Fonte e fotos: Gecom/Mútua

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.