Posto no Crea-AM recebe doações para vítimas do incêndio no Educandos

A Mútua é parceira da campanha. O objetivo é arrecadar roupas, alimentos, água, itens de higiene e outros materiais que possam ajudar as vítimas do desastre

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amazonas (Crea-AM) está com um posto para receber doações para as vítimas do incêndio no bairro do Educandos, na Zona Sul de Manaus. A Mútua é parceira da campanha. As doações podem ser encaminhadas para a sede do Crea-AM (Rua Costa Azevedo, 174, Centro).

O objetivo da causa é arrecadar roupas, alimentos, água, itens de higiene e todo tipo de material que possa ajudar as vítimas do desastre, que ocorreu na noite da última segunda-feira (17). Cerca de 600 famílias perderam tudo na tragédia.

As doações podem ser feitas das 9h às 17h, e a responsável para receber é a secretária de gabinete, Selma Santos. Para mais informações: (92) 99142-4696. O Crea vai funcionar durante o período de festas.

O segundo maior da história do Amazonas

A Defesa Civil do Estado do Amazonas considerou o incêndio o segundo maior do Estado. De acordo com o órgão, ainda não há informações sobre a causa do desastre e uma perícia será realizada para apurar o caso.

As famílias desabrigadas estão alojadas em casas de familiares ou abrigos improvisados pela Prefeitura de Manaus. Na tarde de terça-feira (18) o prefeito da capital, Arthur Virgílio Neto, assinou um decreto de calamidade pública. Segundo o secretário executivo da Defesa Civil, Fernando Pires Junior, o incêndio desta segunda fica atrás apenas do ocorrido em 2012 no bairro São Jorge.

Um plano de auxílio para as famílias afetadas já foi posto em execução. Entre os benefícios está um cheque social no valor de R$ 900 para cada família, além de 500 cestas básicas e mil galões de água potável que serão encaminhadas aos afetados.

A Secretaria de Saúde do Amazonas (Susam) confirmou que 17 pessoas chegaram a ser atendidas em hospitais de Manaus. Uma mulher de 53 anos segue internada com quadro grave. Ela foi encaminhada ao Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, com edema agudo de pulmão e parada cardiorrespiratória. A vítima chegou a sofrer uma parada cardiorrespiratória e está entubada.

O fogo começou em uma área com dezenas de casas de madeira, entre as ruas Inácio Guimarães e Nova, por volta das 20h, e se propagou para residências de alvenaria. A quantidade de veículos estacionados nas vias, o vento constante e a interrupção na distribuição de energia elétrica agravaram a situação.

Fonte: Mútua-AM/Crea-AM. Com informações do G1.

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.