Plenária do Confea tem relatório da Mútua

Presidente defendeu o compromisso com o fortalecimento do Sistema Confea/Crea e Mútua e a ação conjunta das lideranças do setor, com o propósito de fortalecer o desenvolvimento nacional

Nessa quarta-feira (24), o presidente da Mútua, Paulo Guimarães, fez a apresentação mensal da Caixa de Assistência na Sessão Plenária do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea). Também estiveram presentes na reunião os diretores executivos Juares Samaniego (Financeira), Giucelia Figueiredo (Administrativa) e Cláudio Calheiros (Tecnologia).

Na oportunidade, foi destacada a missão institucional de promover benefícios e qualidade de vida para os profissionais da área tecnológica do país, defendeu o compromisso de fortalecer o Sistema Confea/Crea e Mútua e a ação conjunta das lideranças do setor, com o propósito de fomentar o desenvolvimento.

A apresentação foi iniciada com a divulgação do Prêmio Mútua, cujas inscrições estão abertas até 30 de junho, para estudantes e associados. Em sua quarta edição, o objetivo do Prêmio é estimular, desenvolver e aprimorar potenciais empreendedores nas áreas de inovação, modernização, tecnologia, criatividade e sustentabilidade. Os vencedores terão seus trabalhos apresentados na 76ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (SOEA).

Em um histórico das recentes ações, Paulo Guimarães lembrou a homenagem que a Mútua recebeu do Sindicato de Engenheiros do Estado do Ceará (Senge-CE), em 29 de março, quando das comemorações dos 77 anos do Sindicato.  “Agradeço à Diretoria e à então presidente da entidade, engenheira agrônoma Maria Helena de Araújo, por essa comenda”, afirmou. Citou, também, a participação em reuniões realizadas pela Mútua e pelo Sistema, no último mês.

Ele defendeu a necessidade de se manter intactas as fontes de recursos que permitem aos conselhos profissionais exercer sua função de regulação, fiscalização e acompanhamento do mercado de trabalho.

 

Diretores executivos da Mútua acompanham a Plenária do Confea. A partir da esquerda: Giucelia Figueiredo, Paulo Guimarães, Juares Samaniego e Cláudio Calheiros

Diálogo com os conselheiros

O conselheiro Evandro Martins indagou sobre “a possibilidade de estabelecer o limite de concessão de benefícios, para cada sócio da Mútua, a partir da capacidade da renda, e não pela quantidade de contratos, como é hoje”. O presidente da Mútua explicou que já existe estudo nesse sentido. “É uma mudança que já está em nosso radar, que precisa de algumas alterações nos regulamentos, mas deve ser apresentada em breve ao Confea”, informou.

Outra questão apontada pelo conselheiro envolve as informações sobre inadimplência por estado da federação e outros dados que devem estar disponibilizadas no site da Instituição. Acerca disso, foi explicado que a melhor disposição das informações depende de uma mudança no portal, que já está em curso e deverá ser apresentada em breve.

Já o conselheiro Carlos de Laet manifestou preocupação com os profissionais brasileiros, ligados ao Sistema, e que atuam no exterior e que têm dificuldade de realizar, inclusive, o registro para exercer sua profissão. “É uma preocupação que nos atinge, realmente, e eu acredito que devemos mobilizar a nossa área jurídica, para ajudar a solucionar essas questões”, confirmou Paulo Guimarães.

Antônio Carlos de Aragão, presidente do Crea-PB e coordenador do Colégio de Presidentes, parabenizou a Mútua pelo trabalho realizado e defendeu ampliar as parcerias com os Creas, inclusive na troca de conhecimento em Tecnologia da Informação. “Seria interessante criar um ambiente virtual com os Creas que permitisse aos profissionais acessar os benefícios da Mútua, por exemplo”, propôs. O presidente confirmou que existem muitas demandas e melhorias de parcerias nas áreas de TI e de Comunicação, que já estão em andamento.

Dados

Atualmente, a Mútua possui cerca de 133 mil associados. O estado com a maior quantidade de mutualistas é Minas Gerais, seguido por São Paulo e Rio de Janeiro.

Até 23 de abril, foram concedidos 2.525 benefícios reembolsáveis, no valor de R$ 75,88 milhões. Os benefícios mais procurados foram o Apoio Flex, com R$ 25,53 milhões; e Aquisição de Veículos, com R$ 30,36 milhões. Já os benefícios sociais totalizaram R$ 203,73 mil: Auxílio Funeral, com R$ 165,74 mil concedidos, e Auxílio Pecuniário, com R$ 37,99 mil.

Fonte: Gecom Mútua

Fotos: André Benício/Confea

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.