Plenária do Confea: Mútua reforça apoio à campanha “Pregão Eletrônico Não!”

A participação da Caixa de Assistência na Sessão Plenária do Crea-MG, no último dia 7, em solidariedade pela tragédia de Brumadinho também esteve nos relatos do presidente Paulo Guimarães aos conselheiros federais

Ações institucionais conjuntas e atividades da Mútua nortearam a apresentação de Paulo Guimarães

Como um sistema que é, a Mútua, o Confea e os Creas, cada um com sua esfera de atuação resguardada, trabalham e desenvolvem diversas ações conjuntas na defesa da sociedade, pela valorização da Engenharia e de fortalecimento do Sistema. Duas iniciativas que têm a atenção e o esforço concentrado das instituições, neste momento, tiveram suas relevâncias ímpares sublinhadas pelo presidente da Mútua, Paulo Guimarães, em sua fala durante a abertura da 1485ª Sessão Plenária do Confea.

A solidariedade dispensada pelos 26 Creas, Confea e Mútua ao estado de MG e ao Crea local, bem como as contribuições técnicas e o apoio institucional oferecidos, em decorrência da ruptura da barragem de Brumadinho foi um dos destaques da Mútua na apresentação mensal aos conselheiros federais. Guimarães ressaltou que a Mútua, representada pelo diretor de Benefícios Jorge Silveira, participou da Plenária do Crea-MG, realizada no último dia 7, e que deixou a mensagem de apoio incondicional à força tarefa do Sistema, mediante aquilo que for definido como ações possíveis e pertinentes à área tecnológica.

Em outra frente, mas também de igual importância para a defesa da sociedade, conforme enfatizou o presidente da Mútua, está a movimentação do Sistema para mostrar a prejudicialidade de uma possível alteração do artigo 01, do Decreto 5.540 que trata do Pregão Eletrônico, para incluir os serviços de Engenharia como serviços comuns e, dessa forma, possibilitar a contratação do serviço via pregão eletrônico. “No dia 7, participei de reunião como membro do Conselho Superior da Construção, da Fiesp, e me posicionei contra o pregão na contratação de obras e serviços, como projetos de Engenharia, Arquitetura e Urbanismo, que exijam ART ou RRT”, disse Guimarães.

Números da Mútua

Cláudio Calheiros e Giucelia Figueiredo

Contando com a presença dos diretores executivos Giucelia Figueiredo, administrativa, e Cláudio Calheiros, Tecnologia, o presidente da Mútua informou os avanços desde o último relatório: o número de associados passou de 134.884 (22/01) para 135.655 (12/02); Em 2019, até 22/01, haviam sido concedidos 139 benefícios reembolsáveis, totalizando o montante de R$ 4.106.702,56 e, até 12/02, a Caixa já contabiliza 676 concessões, que somam o valor deR$20.500.466,70; o TecnoPrev acumulou de rentabilidade 3,18%, em janeiro de 2019, mostrando um aumento com relação ao mesmo período do ano anterior, em que o percentual foi de 2,70. Já o somatório dos últimos doze meses indica uma rentabilidade positiva de 11,08%.

A condução inicial dos trabalho da Sessão ficou a cargo do vice-presidente do Confea, Edson Alves Delgado (segundo a partir da esquerda). À mesa diretiva ainda estiveram o coord. do CP, Francisco Almeida, Paulo Guimarães e o diretor do Confea e conselheiro Osmar Barros

 

Fonte e fotos: Gecom/Mútua

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.