Mútua participa do Cobramseg 2018, em Salvador

Foi aberto na noite desta quarta-feira (29), em Salvador, o maior Congresso de Engenharia Geotécnica e Mecânica dos Solos da América Latina, o Cobramseg. O evento reúne cerca de 1.500 profissionais e estudantes de Engenharia e áreas interessadas e é uma oportunidade especial para que a comunidade técnica possa compartilhar experiências e conhecer as práticas e inovações da Engenharia Geotécnica no Brasil e no mundo.

A Mútua participou da mesa de abertura da solenidade e contou com a presença do diretor executivo Jorge Silveira. O engenheiro civil, recém-empossado para um segundo mandato como diretor de Benefícios, destacou em seu pronunciamento a importância da Mútua se fazer presente em eventos da área tecnológica para ampliar a divulgação da Caixa de Assistência.

“Queremos estar cada vez mais próximos dos nossos profissionais e fazemos isto estando em eventos como este. A Mútua tem total interesse apoiar eventos e iniciativas científicas. Estamos organizando a Universidade Mútua, que vai oferecer capacitação aos profissionais do Sistema Confea/Crea e Mútua, além disso, estamos estudando a possibilidade de criação de um banco de empregos, para contribuir com a busca por oportunidade por parte dos profissionais”, declarou Silveira. O diretor geral da Mútua-BA, Emanuel Alves, também participou da solenidade de abertura do Cobramseg 2018.

Jorge Silveira e Emanuel Alves com o presidente do Crea-BA (centro)

Na abertura oficial, estiveram presentes, ainda, representantes de todas as entidades que têm ligação com a Engenharia Geotécnica do Brasil. Destaque para o presidente da Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica (ABMS), Alessander Kormman, para a presidente da Comissão Organizadora do evento, Luciene Moraes, e para o presidente do Congresso e do Crea-BA, Luis Edmundo Campos. “Temos a alegria de receber um evento deste porte em Salvador e a certeza de que vivenciaremos muitos momentos de rica discussão sobre a Engenharia e soluções para um futuro promissor”, apontou Luis Edmundo.

Com importantes nomes da Geotecnia mundial, o encontro é um rico fórum de debates, além de favorecer a interação entre os participantes. Entre as discussões dos especialistas estão assuntos como estabilidade de encostas, escorregamentos e estruturas de contenções, tão importantes para a capital baiana.

Além do XIX Cobramseg, a capital baiana sedia concomitantemente o VIII Simpósio Brasileiro de Mecânica das Rochas, o IX Congresso Luso Brasileiro de Geotecnia, o V Simposio Panamericano de Deslizamentos e o VIII Simpósio de Engenheiros Geotécnicos Jovens (GeoJovem).

Um dos destaques do evento é a Conferência Victor de Mello Lecture, que faz parte do IX Congresso Luso Brasileiro de Geotecnia e será ministrada por Norbert Morgenstern, engenheiro civil e professor da Universidade de Alberta, Canadá, com o tema Geotechnical Risk, Regulation and Public Policy. Outro destaque é a Conferência Pacheco Silva, a ser proferida por André Assis, ex-presidente da ABMS e professor titular do Departamento de Engenharia Civil e Ambiental da Universidade de Brasília (UnB). Assis irá abordar as tendências e os desafios em gestão de riscos.

 

Fonte: Crea-BA (com inserções)

 

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.