Investimentos em tecnologia garantem integração ao Sistema

O ano de 2017 será lembrado como um marco para o Sistema Confea/Crea e Mútua devido ao grande salto rumo à modernização de suas ferramentas tecnológicas e de comunicação. Desde o início do ano, investimentos vêm garantindo uma atualização que visa trazer unidade de procedimentos entre o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia e os Regionais, além de implantar uma tecnologia que “converse” com outras instituições públicas.

Entre as novidades, ampliação de base de banco de dados, disponibilização do Livro de Ordem on-line e implantação do Sistema Eletrônico de Informações, ferramentas que garantem celeridade nas atividades dos profissionais registrados e conferem mais eficiência e transparência aos serviços prestados à população.

O presidente em exercício do Confea, Daniel Salati, reforça a importância dessa transição tecnológica. “Para dar dinamismo ao Sistema priorizamos o investimento em tecnologia para que os Creas e o Confea possam ofertar mais celeridade aos profissionais, além de reunir um banco de dados com o cadastro de pessoas físicas e jurídicas, livro de ordem, entre outras informações de suma importância para o Sistema e para a sociedade”.

Segundo o conselheiro federal Inarê Poeta, um dos conselheiros designados para estar à frente desse processo, ao investir nessa atualização, projetos importantes estão sendo atendidos. “A implantação do SEI (Sistema Eletrônico de Informações), do Crea Nacional, a LAI (Lei de Acesso à Informação), a integração com o Sinter da Receita Federal, todos são projetos importantes e que trazem agilidade e transparência aos processos da Casa”.

De acordo com o Superintendente de Estratégia e Gestão (SEG) do Confea, Flávio Alpino, as aquisições também contemplaram as ferramentas de trabalho do corpo funcional com novos computadores, notebooks, licenças Microsoft, além de soluções que trazem segurança como firewall, storages, solução de wi-fi e switches de distribuição muito mais potentes. “Com esse investimento estamos garantindo que o Confea esteja em sintonia com as tendências tecnológicas e tenha um dos mais modernos datacenters, capaz de gerenciar essa grande base de dados nacional”, disse Alpino.

Já para o gerente de Tecnologia da Informação, José Raul Reis, essa nova fase transporta o Confea para a modernidade com o uso de tecnologia de ponta. “Como a informática se renova com muita rapidez, o Confea precisava atualizar suas ferramentas para estar em sintonia com o que há de mais atual na área de tecnologia da informação, contribuindo assim para a maior eficiência.”

O cronograma de implantação dessas benfeitorias se estende até o próximo ano, sendo que ainda em novembro, os profissionais já poderão atualizar o Livro de Ordem on-line no Crea Nacional, que consiste em uma solução de software corporativo. Por meio dessa ferramenta será possível padronizar e tornar eletrônicos os procedimentos relacionados aos processos finalísticos do Sistema Confea/Crea, incluindo base única nacional e sistema de análise gerencial de dados.

Fonte: Equipe de Comunicação do Confea

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.