Inaugurado em Campina Grande posto de atendimento da Mútua

Paulo Guimarães destacou que os esforços conjuntos possibilitaram a concretização do projeto

Em funcionamento desde agosto, o novo escritório da Mútua na Paraíba foi oficialmente inaugurado nesta sexta-feira (27) com a presença do diretor-presidente da entidade, eng. civil Paulo Roberto de Queiroz Guimarães, do diretor de Benefícios, eng. civil Jorge Roberto Silveira, da presidente do Crea-PB, eng. agr. Giucélia Figueiredo, e dos diretores da Mútua-PB, eng. eletric. Antonio da Cunha Cavalcanti (geral), eng. agr. Ronaldo Fernandes de Lavor (financeiro) e eng. eletric. João de Deus Barros (administrativo).

Além de representantes de várias entidades da Engenharia e de outras instituições, como da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep), da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), do Sindicato dos Engenheiros da Paraíba (Senge-PB), do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon) e do Corpo de Bombeiros, também prestigiou a solenidade o conselheiro federal do estado, Eng. Civ. Paulo Laércio Vieira. O vice-prefeito do município, Ronaldo Cunha Lima Filho, esteve no novo posto de atendimento da Mútua pouco antes da inauguração, deixando seus cumprimentos pela criação do posto de atendimento.

O escritório em Campina Grande é pioneiro no projeto de interiorização da Mútua, sendo o primeiro posto de atendimento no Brasil a ser instalado fora de uma capital. O escritório está instalado na Inspetoria do Crea-PB na cidade, que fica localizado no bairro do Centenário. Conhecida carinhosamente como Rainha da Borborema, Campina Grande é reconhecida como um polo tecnológico de referência mundial, especialmente pelo centro de pesquisa e ensino da Universidade Federal de Campina Grande. Pensando nisso e na grande representatividade que a Paraíba tem hoje no sistema Confea/Crea e Mútua, foram empreendidos esforços para que o Estado fosse o primeiro a receber um Posto de Atendimento Avançado no interior, conforme disse o presidente da Mútua, Paulo Roberto de Queiroz Guimarães, durante a inauguração oficial. “Este Posto é pioneiro e um grande estudo de caso para atender as demandas do interior da Paraíba. Estamos concretizando esse projeto de interiorização, certos de que já é um sucesso, que se reproduzirá em todos os lugares do país”, afirmou.

Paulo Guimarães aproveitou a ocasião para também agradecer os esforços dos diretores e colaboradores da Mútua-PB para que a instalação do novo escritório fosse possível. O presidente lembrou o trabalho dos primeiros representantes da Caixa de Assistência na Paraíba, citando o conselheiro federal Paulo Laércio e o atual superintendente do Crea-PB, Antônio Carlos Aragão, além dos engenheiros Paulo Virgínio e Carmem Eleonora Amorim Soares.

Em entrevista, o presidente da Mútua agradeceu a parceria com a presidente do Crea-PB, Giucélia Figueiredo, que desde o início da atual gestão da Diretoria Executiva da Mútua incentivou os avanços da Instituição, com desafios grandiosos e necessários, como a criação deste Posto Avançado. “A presidente Giucélia também apoiou a efetiva implantação do Sistema Nacional de Gerenciamento da ART (SisART), desenvolvido pela Mútua, e colocou o Conselho paraibano à disposição para ser um dos Creas a implantar o projeto piloto”, disse. Agradeceu, ainda, seu incentivo para que a Mútua buscasse o selo do Programa Pro-Equidade de Gênero e Raça, do governo federal, objetivo com o qual a Mútua vem trabalhando internamente. Guimarães afirmou considerar fundamental o envolvimento de lideranças como a da presidente do Crea-PB nos projetos da Mútua – como é o caso do Posto de Atendimento em Campina Grande. Citando o arcebispo Dom Helder Câmara como forma de sintetizar o sentimento de trabalho em equipe, que culminou na concretização da proposta, o presidente da Mútua enfatizou: “Juntos somos mais fortes. Como dizia Dom Helder, sonho que se sonha só é apenas um sonho; sonho que se sonha junto, torna-se realidade”.

“Marco na História da Caixa de Assistência no ano em que a Instituição completa 40 anos”, lembrou Cunha

O projeto pioneiro de interiorização está inserido nos fundamentos da proposta de comemoração do Jubileu de Rubi da Mútua, momento importante na história da entidade, conforme lembrou o diretor geral da Mútua-PB, Antônio da Cunha. Ele pontuou que o novo escritório coroa o aniversário da Instituição de forma especial. “Este espaço vem atender as reivindicações dos profissionais da Campina e das cidades circunvizinhas. O desafio não foi fácil, mas fomos fortes e ousados. Hoje, temos o prazer de inaugurar uma sucursal da Mútua no ano em que se comemora seu aniversário de 40 anos, gerando uma grande expectativa em relação ao sucesso”, concluiu.

A presidente do Crea-PB, Giucélia Figueiredo, revelou que trazer a Mútua para mais perto dos profissionais do interior já era um desejo antigo, por isso, o Crea não hesitou em ceder um espaço no seu prédio para que isso se concretizasse. “Nós pensamos, há 5 anos, que nós precisávamos da Mútua mais próxima dos profissionais e Paulo Guimarães, ao assumir a Diretoria Nacional, incorporou esse sonho, que vinha sendo cultivado desde então. Estamos hoje realizando um sonho coletivo, e tenho um sentimento profundo de agradecimento, mas também de reconhecimento, por estarmos no caminho certo, descentralizando a Caixa de Assistência e buscando essa relação de proximidade com os profissionais”, afirmou a presidente do Crea-PB.

Guicélia Figueiredo: sonho antigo

Para Giucélia, a Diretoria Executiva da Mútua passou a escrever uma nova História da entidade e, com a abertura do novo escritório no estado, deixa sua marca na Engenharia paraibana. “Hoje, a História da Mútua vale a pena ser contada. Eu fico muito feliz, como presidente do Crea na Paraíba, por estar participando desse momento. A Diretoria Executiva pensa no presente e no futuro, dialoga com o mundo real, com a sociedade e os profissionais. Foi isso que eu sempre sonhei para a Caixa de Assistência”, completou.

Jubileu de Rubi


Já em funcionamento, o novo posto de atendimento da Mútua teve sua inauguração solene realizada, mesmo que alguns meses depois, para marcar a importância do projeto

Em 2017, a Mútua completa 40 anos de sua fundação. O ano será marcado por uma série de ações que terão o objetivo de lembrar os principais fatos da sua história, homenagear pessoas importantes que marcaram o trabalho da instituição, comemorar a biografia da Caixa de Assistência e os resultados alcançados e lançar novos projetos e metas. Além disso, em 2017, para comemorar o Jubileu, os profissionais que se associarem pagarão o valor simbólico de 40 reais na anuidade da Caixa de Assistência.

O escritório da Mútua-PB em Campina Grande funciona à Rua Telegrafista José Távora, 462. O horário de atendimento é das 8h às 16h30.

Fonte: Crea-PB (com inserções da Gecom/Mútua)

Fotos: Crea-PB

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.