Em fevereiro, fiscalização do Crea-MS passará por 44 cidades

Serão fiscalizadas as cidades de Campo Grande (1º a 28/02); Dourados (1º a 28/02); Corumbá e Ladário (5 a 9/02); Porto Murtinho e Caracol (5 a 9/02); Rio Negro, Corguinho e Rochedo (5 a 9/02); Bonito e Jardim (5 a 9/02); Terenos e Dois Irmãos do Buriti (5 a 9/02); Sidrolândia (5 a 9/02); Três Lagoas (19/02 a 2/03); Sonora e Pedro Gomes (19 a 23/02); Angélica e Ivinhema (19 a 23/02); Coxim e Rio Verde (26/02 a 2/03); Rio Brilhante, Anhanduí e Nova Alvorada do Sul (26/02 a 2/03); Bataiporã, Taquarussu e Novo Horizonte do Sul (26/02 a 2/03); Brasilândia e Santa Rita do Pardo (5 a 9/02); Paranaíba (2 e 9/02); Selvíria e Aparecida do Taboado (19 a 23/02); Cassilândia e Inocência (26/02 a 2/03); Fátima do Sul, Vicentina e Jateí (5 a 9/02); Glória de Dourados e Deodápolis (19 a 23/02); Aral Moreira, Amambai e Coronel Sapucaia (19 a 23/02); Iguatemi e Itaquiraí (26/02 a 2/03) e distritos de Dourados (26/02 a 2/03).

Três Lagoas e Sidrolândia serão as que receberão fiscalização intensiva durante fevereiro. Em Campo Grande, Dourados e Paranaíba o Conselho possui agentes fiscais fixos, portanto as fiscalizações são realizadas conforme cronograma de atividades do departamento.

Denúncias – Irregularidades em empreendimentos e serviços e demais atividades profissionais ligadas à engenharia, agronomia, geografia, geologia e meteorologia podem ser encaminhadas para verificação pelos agentes fiscais.

Clicando no link Denúncia Fiscalização, no site do Crea-MS, é possível, a qualquer pessoa relatar irregularidades como, por exemplo, ausência de profissionais, inexistência de placa em obras, atividade sendo realizada por leigos, acobertamento por parte de profissionais, entre outras irregularidades. O sistema também permite o envio de imagens.

Outras informações podem ser obtidas no Departamento de Fiscalização, de segunda a sexta-feira das 12h às 18h, pelo telefone 67 3368-1014.

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.