Direx relata andamento do processo de credenciamento para planos de saúde

Ainda no primeiro dia do 6º Encontro de Líderes, na programação específica da Mútua, os Diretores Executivos da Instituição, acompanhados de membros da Comissão criada para tratar da contratação de Planos de Saúde, apresentaram aos diretores regionais os avanços do processo de credenciamento de administradoras de benefícios, visando oferecer planos aos associados de todo o país.

Conforme explicou o presidente da Mútua, Paulo Guimarães, no último dia 16 de fevereiro foi realizada audiência pública para debate da minuta dos oito editais publicados, elaboradas por grupos de estados. Da audiência pública foram extraídas sugestões de alterações e inclusões, que serão analisadas pelo grupo de trabalho responsável pelo processo de condução do certame. A versão final dos editais deverá ser divulgada em 10 de março. “Diversas empresas participaram da audiência, como consta em matéria que divulgamos no site da Mútua com a relação das empresas presentes, e colhemos sugestões importantes que a Comissão irá avaliar”, salientou

Paulo Guimarães falou, ainda, sobre a Comissão que trabalha na condução do processo, enfatizando que o grupo conta com representantes da Direx, das Diretorias Regionais, Confea e consultores externos, além das Gerências Jurídica e de Benefícios da Mútua.

O diretor de Benefícios, Jorge Silveira, indicou que muitas administradoras retiraram as minutas dos editais e os esforços para oferecer melhores planos de saúde aos mutualistas não se encerrarão nesse processo. “Certamente, não conseguiremos resolver todos os problemas de todos os estados com relação a planos de saúde apenas com esse credenciamento. Esse foi o primeiro passo. Não podermos é ficar como está. Após a conclusão desse processo, estudaremos outras soluções para aquilo que ainda estiver pendente”, afirmou.

Conforme os diretores relataram, o propósito é credenciar todas as empresas que atenderem aos requisitos dos editais finais. O foco são os planos de saúde regionalizados, que reduzirão os valores cobrados; mas as administradoras poderão ofertar planos nacionais e mais completos. Dessa forma, o associado escolherá seu plano de acordo com sua necessidade e condição.

Esclarecendo dúvidas sobre os planos de saúde, os gerentes da Mútua Luciano Kede Flor (Benefícios) e Ricardo de Paula (jurídico) também participaram desse momento da reunião e explicaram que, apesar do processo de credenciamento estar centralizado em planos setorizados, ou seja, por estado ou Região, há no edital a exigência de que todos os planos ofereçam a cobertura de emergência em nível nacional, pois os profissionais da área tecnológica muitas vezes percorrem todo o país no desenvolvimento de suas atividades.

Jorge Silveira, Ricardo de Paula e Luciano Kede esclareceram dúvidas dos diretores regionais

Ainda foram pontuadas as etapas seguintes do processo de credenciamento, que deverá ser finalizado no próximo mês de abril com a divulgação das empresas selecionadas. Os planos de saúde que levem em conta as características de cada Região do país, bem como as especificidades profissionais e de vida dos mutualistas, com a prestação de serviços de qualidade e ampla rede de atendimento nas capitais e no interior, representam uma das maiores demandas dos associados e profissionais da área tecnológica. Com as ações desenvolvidas a Mútua se mostra atenta a esse anseio, trabalhando para oferecer o melhor ao seu associado.

Fonte e fotos: Gecom/Mútua

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.