Década 2006-2015 foi a mais quente da história

Quem tem 10 anos ou mais viveu um recorde na história dos registros de temperatura na Terra. A década 2006-2015 foi a mais quente já registrada, com temperatura média global de 0,83ºC a 0,89ºC acima da média pré-industrial, informou a Agência Europeia do Ambiente (EEA na sigla em inglês).

Os dados seguem a tendência de aquecimento global, que influencia o clima e pode afetar significativamente a vida por aqui, com o aumento do nível do mar e maior incidência de eventos extremos como secas, enchentes e incêndios.

Na ponta do lápis, 15 dos 16 anos mais quentes já registrados ocorreram desde 2000, sendo 2015, isoladamente, o ano recorde, com temperaturas 1ºC acima da média do período pré-industrial (de 1880 a 1889). Os modelos climáticos projetam novos aumentos da temperatura média global ao longo do século 21.

A temperatura da superfície é uma das variáveis de tempo e clima mais familiares e consistentemente medidas pelo cientistas – e tem conexão direta com as mudanças climáticas a longo prazo.

Não podemos esquecer que, de todos os planetas, a Terra tem uma temperatura de superfície amigável à vida. Essa característica resulta do equilíbrio entre a entrada de luz solar e a saída de energia térmica, o calor irradiado de volta para o espaço por todas as partes do ecossistema planetário, dos solos para os oceanos, para nuvens e, especialmente, pelos gases na atmosfera.

Nesse sentido, a tendência de aquecimento de longo prazo da Terra mostra que o equilíbrio está sendo alterado.

Fonte: http://exame.abril.com.br/

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.