Conheça os vencedores do Mútua Premia 2017

Projetos selecionados serão apresentados na 74ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (SOEA), realizada de 8 a 11 de agosto em Belém (PA) 

Chegou a hora de conhecer os três projetos de associados da Mútua, vencedores do Mútua Premia 2017. Em sua segunda edição, o prêmio promovido pela Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea durante a Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (SOEA), objetiva reconhecer e divulgar projetos desenvolvidos pelos associados Mútua relacionados ao desenvolvimento de novos produtos, serviços e processos.

Os projetos selecionados concorreram nas categorias Inovação e Tecnologia, Terra e Agronomia e Empreendedorismo e Sustentabilidade. Este ano, diferentemente da edição passada do prêmio, todos os associados Mútua estiveram aptos a concorrer, quer o projeto apresentado tenha sido desenvolvido com apoio de recursos oriundos de benefícios reembolsáveis da Mútua ou não.

Os autores dos projetos selecionados irão apresentar seus projetos durante a 74ª SOEA, que será realizada de 08 a 11 de agosto em Belém (PA).

Conheça os vencedores do Prêmio em cada categoria e seus respectivos projetos:

Categoria Inovação: Eng. florestal Anísio Jose da Silva Junior, associado de Ananindeua (PA), utilizou o benefício Inovação com a finalidade de desenvolver um software.

Projeto: Desenvolvimento de software para automação de coleta de informação para gerenciamento e controle de produção florestal, o iSCF – inventware Sistema de Controles Florestais. O sistema agrupa diversos projetos compilando todas as funcionalidades necessárias em um sistema de gestão florestal, com o diferencial de ter linguagem compatível com os sistemas mais utilizados na atualidade e a possibilidade de atualização para adequação a novos sistemas vindouros.

Categoria Propriedade Intelectual: Eng. civil Álvaro Augusto Fernandes Filho Associados de São Paulo (SP), utilizou o benefício Propriedade Intelectual para expandir internacionalmente o registro de sua patente.

Projeto: Dispositivo para servir líquido gaseificado com válvula para introdução de CO2. Desenvolvido para proporcionar um melhor aproveitamento e uma melhor forma de servir e controlar o fluxo de bebidas carbonatadas – comumente conhecidas como gaseificadas, a exemplo dos refrigerantes e cervejas – de forma a minimizar a dissipação do gás contido na bebida, seja na parte que repousa dentro do recipiente ou da servida para consumo.

Categoria Empreendedorismo: Eng. civil Juliana Moura de Souza, associada de Aracaju (SE), utilizou o benefício empreendedorismo para abrir seu próprio negócio.

Projeto: Abertura de empresa de Pet Shop e consultórios veterinários. Saindo da gama de atuação de sua formação, Juliana abriu o negócio com apoio da Mútua. Após a construção de um sólido plano de negócio e de pesquisas de conhecimento do mercado, solicitando um valor de benefício baixo – apenas R$20 mil – a engenheira empreendeu e conseguiu diversificar sua atuação profissional com enorme sucesso, o que possibilitou, inclusive, que ela quitasse o benefício retirado junto à Mútua bem antes do prazo de reembolso solicitado.

A Mútua parabeniza a todos os associados vencedores do Mútua Premia! Que a Caixa possa seguir parceira dos profissionais que empreendem e inovam contribuindo para o crescimento e fortalecimento da área tecnológica e do país.

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.