Mútua - Mostrando itens por tag: confea

O primeiro ponto da pauta da tarde de terça-feira, 15, na reunião do Colégio de Presidentes, que acontece em Foz do Iguaçu, foi a apresentação do presidente do Crea-PI, Paulo Roberto, sobre a realização da 71ª Semana Oficial da Engenharia e Agronomia (Soea), que será realizada de 12 a 15 de agosto, no Centro de Convenções Atlantic City, em Teresina-PI, tendo como tema principal a Inovação Tecnológica para o Desenvolvimento Nacional.

71ª Semana de Engenharia e Agronomia

Em seguida, o secretário da CON71ªSOEA, Renato Oliveira, informou que já foi aprovada a viabilização do custeio das despesas do evento, faltando apenas, definir como será feito o repasse dos investimentos. “Já foi aprovada a viabilização, o que estamos discutindo é como será feito o repasse dos custos, que estão sendo orçados, preliminarmente, em R$11.8 milhões”, disse.

Com relação às negociações com a rede hoteleira do Piauí, “identificamos problemas com três delas. Com o Metropolitan Hotel, que demonstrou total desinteresse em atender aos profissionais do Sistema Confea/Crea e Mútua. Com o Hotel Blue Tree e com o Luxor Hotel que, embora tenham apresentado menos problemas, estão praticamente lotados” informou, acrescentando que, nos demais hotéis, está mais fácil de ser providenciada a hospedagem.
Renato Oliveira disse ainda que, após a emissão do bilhete aéreo, já vai ser possível receber uma diária, que poderá ser utilizada para fazer o bloqueio da reserva do hotel. Também garantiu que, assim que os problemas forem resolvidos, imediatamente, uma equipe vai providenciar toda a parte operacional para emissão dos bilhetes aéreos e o repasse das diárias.
Na mesma tarde foi feita, pelo superintendente de Estratégia e Gestão, Cláudio França de Araújo, a apresentação do andamento dos trabalhos de formulação da política de Comunicação para o Sistema Confea/Crea e Mútua, conforme previsto no Plano Anual de Trabalho do Confea. Segundo o superintendente, o trabalho está sendo feito em parceria com os regionais, tendo como base, entre outros, os parâmetros utilizados para a comunicação pública, além da utilização de mecanismos que possibilitem a transparência dos organismos públicos. Também foi realizada, pelo professor Hélvio Rech, da Universidade Federal do Pampa, palestra sobre a Engenharia da Energia.
Por proposição do Conselho Federal, foram indicados representantes do Colégio de Presidente para a composição dos novos seis novos Grupos de Trabalho constituídos: Novos Profissionais; Equidade de Gênero; Saneamento; Segurança Alimentar; Assuntos Internacionais e, Municípios Sustentáveis.

Fonte: Crea-SE

Publicado na categoria(s) Clipping

Reunidos até o dia de hoje na sede do Crea-SC, a Comissão do Mérito escolhe os profissionais que serão homenageados com a Medalha e Inscrição do Livro do Mérito do Sistema Confea/Crea e Mútua de 2014. Foram selecionados 91 nomes, sendo 57 para a medalha do mérito e 34 para a inscrição no livro do mérito. Destes serão escolhidos 12 nomes de para cada uma das homenagens. A homologação pelo plenário do Confea acontece no dia 26 de abril. A solenidade será durante a abertura da 71ª Semana Oficial da Engenharia e Agronomia (SOEA) que acontece em Teresina (PI).

Fonte: Confea

Publicado na categoria(s) Sistema Confea/Crea e Mútua

Integrantes das comissões formadas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que estudam, elaboram e ordenam os critérios para a realização de inspeções prediais e de avaliações na construção civil, estão reunidos hoje (14/4) e amanhã, no plenário do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea). A criação de um Grupo de Trabalho, incentivada pelo presidente do Confea, engenheiro civil José Tadeu da Silva, para estudar a possibilidade de que uma certificação promovida pelo recém-criado Programa Estratégico de Ação do Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia (Ibape) seja estendida a todos os ramos da engenharia foi saudada pelo novo presidente do Ibape nacional, engenheiro civil Arival Cidade.

Os debates no plenário do Conselho antecipam as discussões que serão promovidas, na próxima quarta-feira (16/4), durante o II Seminário Nacional de Engenharia de Avaliações. A ser promovido pelo Ibape, o evento será realizado no teatro da Caixa Econômica Federal, também em Brasília.

Com o objetivo de reduzir a ocorrência de tragédias anunciadas como a da boate Kiss, em Santa Maria (RS), queda de marquises e desmoronamento de edificações provocadas por reformas mal planejadas, por exemplo, engenheiros, arquitetos, representantes do Ibape, de condomínios particulares, do Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais (Secovi), do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon) e da Caixa Econômica Federal preparam os textos das normas, um trabalho iniciado há pouco mais de um ano.

Normas


Presidente do Ibape-DF, Wilson Lang

Na manhã desta segunda-feira, recepcionados pelo presidente do Ibape-DF, engenheiro civil Wilson Lang, os integrantes da Comissão de Estudos de Inspeção Predial revisam parte do texto da norma que define procedimentos e abrangência, e ainda fixa diretrizes, conceitos, terminologias e convenções relativas a edificações de qualquer natureza, urbanas e rurais. A Comissão é coordenada por Alexandre Luis de Oliveira, do Comitê de Tecnologia e Qualidade do Sinduscon, e secretariada pela presidente do Ibape-SP, Flávia Pujadas.

Para Arival Cidade, a norma sobre Inspeção Predial, assim como a que norteará a avaliação na construção civil, “ajudarão a aumentar a consciência de toda a sociedade e servirão de alerta sobre a importância de respeitar os cuidados e limites definidos por técnicos, a fim de evitar acidentes e poupar vidas”.

Iniciativa e ações

Mostrando-se preocupado com a qualidade do serviço a ser prestado para a sociedade, o presidente do Ibape nacional aposta no recém-criado Programa Estratégico de Ação. Arival Cidade explica que, com base na formação e experiência profissional, os interessados se submetem a uma prova de conhecimentos para receber um certificado fornecido pela entidade.

 “O Programa vai consolidar a iniciativa do Ibape que visa garantir a qualidade profissional de quem atuará na área de avaliação e inspeção predial e perícia”, afirma Arival, que já prepara o 2º Seminário Nacional de Perícia, programado para o próximo mês de outubro, em Foz do Iguaçu (PR).


Presidente do Ibape nacional, Arival Cidade: certificação pode ser levada a outros ramos da Engenharia

Pensando no futuro e preocupado em projetar o Ibape em nível nacional, Arival está pleiteando que o Brasil e a cidade do Rio de Janeiro sejam sede do próximo congresso mundial da União Panamericana de Avaliação. Para ele, “esses objetivos serão alcançados por meio da parceria entre Ibape, Confea e Mútua”. Em seguida, a sugestão de criação, pelo Confea, do Grupo de Trabalho que poderá analisar a extensão da certificação do Ibape a outros ramos da engenharia foi considerada “outra iniciativa que valoriza as ações que temos desenvolvido frente à entidade”, por Arival Cidade.

Além de participar das discussões de hoje sobre Inspeção Predial, e de amanhã, sobre Avaliação na Construção Civil, os membros do Ibape participam ainda das assembleias extraordinária e ordinária marcadas para esta terça-feira. No período da tarde desta segunda-feira, o Ibape nacional promoveu uma reunião da diretoria de ntidade.

 

Fonte: Confea

Fotos: Confea

Publicado na categoria(s) Sistema Confea/Crea e Mútua


Gleisi Hoffmann ao lado dos presidentes do Confea e do Crea-PR, engenheiro civil José Tadeu (à esquerda) e engenheiro civil Joel Krüger (à direita), respectivamente

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) participou hoje (14), em Foz do Iguaçu, da abertura do Colégio de Presidentes do Sistema Confea/Crea e Mútua. Convidada pelo presidente do CREA-PR, engenheiro civil Joel Krüger, a senadora abordou temas relacionados a infraestrutura e logística, em especial investimentos do governo federal em rodovias, ferrovias, portos e aeroportos. A senadora - que até o mês de fevereiro ocupou o cargo de Ministra Chefe da Casa Civil, também respondeu questionamentos do presidente do Confea, José Tadeu da Silva e dos presidentes dos Creas presentes na reunião.

Em sua fala, a senadora destacou os diversos investimentos realizados pelo governo federal. “Conseguimos retomar obras que estavam paradas há muito tempo e planejar outras fundamentais para resolver os gargalos logísticos. É um desafio grande, pois precisamos muitas vezes trocar os pneus com o carro andando”, ressaltou a senadora.

Dentre os investimentos efetuados, Hoffmann ressaltou o sucesso obtido em relação ao modal rodoviário, em especial em rodovias que ligam o centro-oeste e o norte do país. “Licitamos mais de 5 mil quilômetros de rodovias fundamentais para o desenvolvimento do Brasil. Com a experiência obtida nos governos anteriores dos presidentes FHC e Lula harmonizamos um modelo de investimentos a curto prazo, com preços mais acessíveis a população e ao setor produtivo”, destacou.

Sobre os portos a senadora elencou alguns investimentos realizados e ressaltou que 20 novos terminais foram licitados pelo governo federal. “Com isso movimentaremos em torno de 10 bilhões de reais, que é o valor movimentado pelo Porto de Santos, mas de forma não condensada”.


Em sua fala, a senadora destacou os diversos investimentos realizados pelo governo federal 

Para a senadora, o modal ferroviário foi o que menos avançou e o que mais merece atenção por parte do governo federal. “Procuramos estabelecer um novo marco das ferrovias – seguindo alguns modelos europeus. Porém, o setor foi deixado de lado por muito tempo e vai exigir o dobro da atenção e energia do governo federal para atingir os níveis mínimos necessários”.

As licitações que envolveram os principais aeroportos brasileiros foram consideradas pela ministra como modelo de sucesso. “Realizamos concessões em conjunto com a iniciativa privada, em Guarulhos, Brasília e Campinas. A participação da Infraero nestas parcerias foi fundamental, pois dará a oportunidade de aprendermos melhores práticas de gestão para operarmos aeroportos menores que não despertam o interesse da iniciativa privada”, destacou.

Após sua fala, a senadora abriu a palavra aos questionamentos de presidentes dos Creas e respondeu todos as perguntas, como por exemplo sobre o andamento de determinadas obras, de interesse regional. Respondendo ao questionamento do presidente do CREA-PR sobre os investimentos no Estado, ela destacou os investimentos no Porto de Paranaguá, a segunda Ponte de ligação entre o Brasil e o Paraguai, na fronteira de Foz do Iguaçu e Ciudad del Este e a ferrovia Norte-Sul, que passa por Cascavel, ligando a cidade até o município de Chapecó.

Após a presença da senadora Gleisi Hoffmann, a reunião do Colégio de Presidentes segue sua programação. Os debates seguem até a próxima quarta-feira.

 

Fonte: Portal H2FOZ

FotosAdilson Borges (H2FOZ)

Publicado na categoria(s) Sistema Confea/Crea e Mútua

Na tarde da última sexta-feira (11/4), a Comissão de Educação e Atribuição Profissional (Ceap) esteve reunida com o conselheiro da Câmara de Educação Superior, do Conselho Nacional de Educação (CNE), Luiz Roberto Liza Curi. Na ocasião, foi definido que, na primeira quinzena de maio, o CNE e o Confea vão reunir nomes expressivos em suas respectivas áreas para construírem juntos um cronograma e uma pauta que contemple a expectativa dessas instituições para discutir a engenharia e a agronomia em um seminário.

Curi sugeriu aos conselheiros que compõem a Ceap - engenheiro civil Walter Logatti Filho e engenheiro agrônomo Daniel Salati - um debate baseado na experiência acadêmica, expectativa das empresas e atualização de currículos da engenharia e da agronomia. “Temos com o Confea uma tradição de cooperação, que teve início com a revisão das diretrizes dos cursos, e agora estamos retomando com esse debate tão importante para a sociedade, como a formulação, implantação curricular e a expectativa do setor”, disse o conselheiro. Ele informou ainda que essa iniciativa será oficializada na reunião de maio do CNE, em São Luís.
O seminário deve reunir lideranças do Sistema, profissionais, professores, reitores, representantes do Ministério da Educação, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), entre outras entidades.
 
Fonte: Confea

Publicado na categoria(s) Sistema Confea/Crea e Mútua
Segunda, 31 Março 2014 10:56

3ª Reunião Ordinária da CEEP


Hoje, amanhã e quarta (31/3, 1º e 2/4), a Ceep estará reunida em sua 3ª Reunião Ordinária. Estarão na reunião os seguintes conselheiros: a coordenadora, engenheira eletricista Darlene Leitão e Silva; o coordenador adjunto, conselheiro engenheiro mecânico Paulo Roberto Lucas Viana;  e o suplente, engenheiro agrônomo Ibá dos Santos.
Durante a reunião, serão deliberadas as propostas das Coordenadorias de Câmaras Especializadas dos Creas e das Comissões de Ética dos Creas e analisados alguns projetos de lei que tramitam no Congresso Nacional cujo assunto é de mérito da Ceep. Além disso, serão deliberados processos que foram recorridos ao Confea sobre: autos de infração; pedidos de registros e certidões junto aos Creas; e infrações ao código de ética profissional. A reunião será na sala de reuniões do 3º andar, das 9h às 18h, no prédio do Confea.

Fonte: Confea

Publicado na categoria(s) Sistema Confea/Crea e Mútua


Pelo texto aprovado durante a sessão extraordinária,  o produto da arrecadação passa a ser recolhido ao Confea, aos Creas e à Mútua obrigatoriamente por meio eletrônico, mediante o particionamento da receita no momento do crédito bancário, para participação nos programas do Prodesu e demais linhas de crédito. “Antes quem não fizesse a partição na origem era considerado inadimplente e isso contraria de forma acintosa o artigo 36 da Lei 5194/66. Além de o Crea  ser impedido de participar das linhas de crédito do Confea", disse a relatora e  coordenadora da Comissão de Controle e Sustentabilidade do Sistema (CCSS),  Ana Constantina.
Mais um avanço com essa aprovação é a abertura para outros bancos oficiais conveniarem com os Creas e Confea, conforme disposto no parágrafo 1º do artigo 3º da resolução. “Antes limitado apenas ao Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, agora são todos os bancos oficiais, como versa o parágrafo 3º do artigo 164 da Constituição Federal”, ponderou a conselheira. 
Segundo Ana Constantina, pelo texto aprovado, o Regional deverá obedecer ao que dita a lei quanto ao recolhimento das cota-partes Confea/Mútua. “No meu entendimento corrigir a resolução 1026 é garantir os direitos já previstos em lei e consolida o conceito de “sistema” tão necessário para o bom andamento das relações entre Confea e os Regionais”, finalizou.
Também foi aprovada a criação do grupo técnico-operacional com o objetivo de contribuir tecnicamente em relação ao anteprojeto de resolução que dispõe sobre o registro de pessoa jurídica. O grupo será composto cinco analistas técnicos com experiência (“expertise”) em registro de pessoa jurídica nos Creas, a serem indicados pelo Colégio de Presidentes do Sistema Confea/Crea e Mútua, sendo um por região geográfica. A primeira reunião está prevista para os dias 8 e 9 de maio de 2014, em Brasília.

Outras decisões em destaque
Pela manhã, a quarta plenária extraordinária de 2014 também aprovou diversas matérias de relevância para o sistema.  Um dos destaques foi a aprovação, por unanimidade, do reconhecimento do Clube de Engenharia do Pará como entidade precursora do Sistema Confea/Crea e Mútua.   “Esse clube foi fundado quando nem se pensava em criar o Sistema. O Clube de Engenharia fundou o Crea da primeira região, com conselheiros que vieram do Clube. O presidente do Crea, engenheiro agrônomo Antônio Albério, conseguiu os documentos no cartório. O certo é que esta entidade realmente foi  precursora, de forma comprovada em cartório”, argumentou o presidente do Confea, engenheiro civil José Tadeu da Silva, ao sugerir a unanimidade do plenário, sugestão prontamente atendida pelos conselheiros.
Em seu relato, o conselheiro federal Leonides Alves, coordenador-adjunto da Cais, argumentou que o Crea/PA entregou documentações como o Diário Oficial do Estado do Pará de 10 de junho de 1919, relatando a criação da referida entidade. Corroborou ainda o fato de a resolução n. 2/1934 definir o Pará como a primeira das oito regiões em que haveria Creas no país então, reunindo os estados do Pará, Amazonas, Maranhão, Piauí e o território do Acre.  “Essa matéria demonstra o posicionamento de grandeza dos nossos conselheiros e conselheiras”, afirmou José Tadeu da Silva.
Em seguida, o conselheiro e engenheiro mecânico Paulo Roberto Viana agradeceu a participação na 10ª Semana das Águas do Clube de Engenharia de Goiás do presidente do Confea, na noite desta quarta-feira (26/3), na sede do Clube de Engenharia, quando o presidente entregou pessoalmente a decisão plenária que reconheceu o Clube goiano como entidade precursora do Sistema.

Grupos de Trabalho - O plenário do Confea também criou o Grupo de Trabalho Normativos de Desempenho de Atividades Profissionais, voltado ao levantamento e análise de normativos de outros conselhos profissionais que possam causar prejuízo ao desempenho das profissões abrangidas pelo Sistema Confea/Crea e Mútua, pelo período de 12 meses.
Foi indicado o coordenador da Comissão de Organização, Normas e Procedimentos (Conp), engenheiro civil Francisco Teixeira Ladaga,  para coordenar o GT, que será composto, ainda, por um representante do Colégio de Presidentes, um representante do Colégio de Entidades Nacionais e dois especialistas a serem indicados pelo presidente do Confea.

71ª Soea - A Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea), que este ano será promovida pelo Confea e pelo Crea-PI na cidade de Teresina, no período de 11 a 15 de agosto, teve definida pelo plenário a viabilização da participação de representantes dos conselhos e de convidados.
Os presidentes e conselheiros regionais participarão sob a responsabilidade do Confea, conforme determina o artigo 53 da Lei nº 5.194. Também será viabilizada pelo Confea a participação dos seguintes grupos de convidados: Conselheiros Federais titulares e suplentes;  ex-Presidentes do Confea;  ex-Conselheiros Federais titulares e suplentes com mandatos encerrados em 2013;  presidentes das entidades nacionais do CDEN; coordenadores dos Colégios de Entidades Regionais (CDERs);  presidentes das entidades precursoras; até 27 lideranças nacionais a serem indicadas pela ConSoea; palestrantes nacionais e ou internacionais e ainda até três lideranças internacionais a serem indicadas pela ConSoea.

Fonte: Confea

Publicado na categoria(s) Sistema Confea/Crea e Mútua

O relatório de vistoria realizado na sede das instalações do Procuradoria Geral do Estado (PGE) realizada pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT), foi entregue na tarde de quarta-feira (26.03), pelo presidente do Conselho engenheiro civil Juares Silveira Samaniego, ao presidente da Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Mato Grosso, Maurício Aude, o qual se comprometeu a encaminhar uma cópia à Associação dos Procuradores do Estado. 
A fiscalização foi realizada em 28 de fevereiro deste ano tendo em vista a falta de manutenção predial do local prevista na lei municipal 5.587 e agora em lei federal 3.370, as quais determinam que os edifícios passem por inspeções periódicas garantindo assim sua manutenção. 
Maurício Aude aproveitou a presença da vice-presidente do Conselho Regional de Contabilidade (CRC), Elba Pinheiro,da vice-presidente da OAB-MT, Cláudia Aquino de Oliveira, e do secretário-geral da Caixa de Assistência dos Advogados (CAA/MT), que também é chefe de gabinete do Crea-MT, Helmut Flávio Preza Daltro, e propõs um grupo de trabalho com os três conselhos com o objetivo de fiscalizar obras públicas, a exemplo das obras da copa. "Acredito que a sociedade só teria a ganhar pois teríamos a visão técnica juntmente com a visão contábil e jurídica. Uma ótima parceria", analisou Aude. 
Elba Pinheiro e Samaniego concordaram com a proposta e se colocaram à disposição da OAB-MT para trabalharem em grupo. (Rafaela Maximiano Gecom/Crea-MT).

Fonte: http://www.diariodecuiaba.com.br/

Publicado na categoria(s) Sistema Confea/Crea e Mútua


O plenário federal aprovou, por unanimidade, a data de 19 de novembro de 2014 para as eleições dos presidentes do Confea e dos Creas, dos conselheiros federais representantes dos grupos profissionais nos estados do Pará (grupo Agronomia), Ceará (grupo Agronomia), Amazonas (modalidade Industrial), da Paraíba (modalidade Civil) e do Distrito Federal (modalidade Elétrica), e dos diretores gerais, administrativos e financeiros das Caixas de Assistência dos Profissionais dos Creas (Mútua). Os eleitos irão exercer o mandato de 1º de janeiro de 2015 a 31 de dezembro de 2017.
A eleição para conselheiro federal representante das Instituições de Ensino Superior (grupo Engenharia) será em 17 de setembro.

Fonte: Confea

Publicado na categoria(s) Sistema Confea/Crea e Mútua

A solenidade de assinatura do documento que reconhece o Clube de Engenharia de Goiás como entidade precursora do Sistema Confea/Crea e Mútua foi realizada durante o 10º Seminário da Engenharia Comemorativo ao Dia Mundial da Água, promovido pelo Clube nos dias 26 e 27. “Com este documento, esse Clube passa a ter acesso aos recursos do Confea para promover eventos como este, de aprimoramento e aperfeiçoamento técnico cultural dos nossos profissionais”, explicou o presidente do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea).
O reconhecimento ao Clube de Engenharia de Goiás, oficializado na última Sessão Plenária Ordinária do Conselho Federal, realizada semana passada, cumpriu rito formal em vigor no Confea. Em dezembro de 2012, o plenário federal exarou decisão plenária que determinou a manifestação do reconhecimento e gratidão às entidades de classe e instituições de ensino que estavam representadas nos momentos de instalações de Conselhos Regionais, concedendo a essas instituições o título de “Entidades Precursoras do Sistema Confea/Crea e Mútua”. 

Fonte: Confea

Publicado na categoria(s) Sistema Confea/Crea e Mútua
Pagina 1 de 28

Publicações populares

Endereço

Mútua SEDE
SCLN 409, Bloco E, Asa Norte, CEP:70857-550, Brasília - DF

Central de Relacionamento Mútua

0800 61 0003, Tel.: (61) 3348-0200

Ouvidoria da Mútua

Acessos do Colaborador

Redes Sociais

Facebook Twitter Youtube

Mútua nos Estados