Ciclo de debates discute Engenharia Ambiental em TO

Evento na Universidade Federal, que homenageou a profissão, contou com a participação da Mútua

O diretor da Mútua-TO, Itamar Xavier, recebe diploma  das mãos da estudante Victória Santana, do 3º período do curso, pela participação no ciclo de debates “Engenharia Ambiental: Passado, Presente e Futuro”

O diretor geral da Mútua de Tocantins, Itamar Xavier da Silva, participou na quinta-feira, 31 de janeiro, do ciclo de debates realizado para marcar o Dia Engenheiro Ambiental. O evento ocorreu na Universidade Federal do Tocantins (UFT) e contou com diversas homenagens para lembrar a data do profissional que atua em defesa do desenvolvimento sustentável.

Na oportunidade, Itamar Xavier ministrou palestra para um público de 130 profissionais, pesquisadores e estudantes, e explicou o que é a Caixa de Assistência e quais são os produtos e serviços que estão à disposição dos associados. “Também abordei qual é a função social da Mútua para a comunidade da Engenharia”, declarou.

Realizado pelo Centro Acadêmico de Engenharia Ambiental Guido Ranzani (CAEA/UFT), em conjunto com a Mútua, o encontro “Engenharia Ambiental: Passado, Presente e Futuro” envolveu um ciclo de palestras, mesas-redondas e debates para que profissionais e pesquisadores pudessem discutir sobre a vida acadêmica, a técnica e a relevância social desta área tecnológica.

Além de aproximar a classe acadêmica e profissional, o encontro pretendeu também resgatar e preservar a memória dos 26 anos de formação acadêmica no país. Criado na UFT, em 1993, o curso de bacharelado em Engenharia Ambiental foi primeiro do Brasil. E a primeira turma se formou no Dia do Engenheiro Ambiental de 1997.

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.