Dispositivo de honra

O lançamento da 72ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea) levou cerca de 300 pessoas ao Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza, na noite dessa quinta-feira, 23. Entre as autoridades, o secretário adjunto de Infraestrutura do estado, Antônio José Câmara Fernandes, e o diretor do Instituto de Planejamento de Fortaleza, Mário Fracalossi, marcaram presença ao lado das lideranças do Sistema Confea/Crea e Mútua, como José Tadeu da Silva, Victor César da Frota Pinto, e Cláudio Calheiros, respectivamente presidentes do Conselho Federal (Confea), do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará (Crea-CE), e da Mútua, Caixa de assistência.

Todos acompanharam a projeção do vídeo convidando para a 72ª Soea que será realizada de 15 a 18 de setembro próximo, no mesmo Centro de Eventos, o lançamento do selo e do carimbo alusivos à Semana, e do site oficial do evento.

As boas vindas do anfitrião e o anúncio da ExpoFitec

Para o anfitrião, Victor César, a quarta vez em que a Soea será realizada em Fortaleza – a última foi em 1996 – “tem o significado especial de acontecer no momento em que se destaca a necessidade de discutir mudanças no ensino e na formação superior visando a valorização do mestre e do formando”.

Dando as boas vindas, Victor saudou a todos na pessoa de José Osvaldo Fonseca, 95 anos, o engenheiro civil e eletrotécnico com 65 anos de registro no Crea-CE e anunciou que a Semana em Fortaleza terá uma novidade: “a realização da ExpoFitec, uma feira com produtos tecnológicos que dará uma feição moderna à tradicional Soea”. Para ele, “inovação e moderninade é o que o Sistema Confea/Crea vivencia”.

Parceria que agrega valor


Calheiros e Haroldo Aragão, diretor regional dos Correios
 

Cláudio Calheiros, por sua vez, destacou a parceria que Mútua e Confea vêm intensificando nos últimos anos. Para ele, a Soea “é uma oportunidade ímpar para que a Mútua divulgue seus produtos junto aos profissionais do Sistema e participe das discussões sobre a valorização dos profissionais e das instituições”. O presidente da caixa de assistência, também falou da realização do Contecc (Congresso Técnico Científico) que terá sua segunda edição na Soea de Fortaleza. “Uma experiência que agrega valor à Semana”. Calheiros conclamou as lideranças do Sistema Confea/Crea e Mútua a se mobilizar e trazer profissionais e estudantes a participar da Semana. Para ele, “o sucesso depende da nossa mobilização”.

Ceará: seara e celeiro

Antônio José Câmara Fernandes, em nome do governador Camilo Santana, lembrou que “o Ceará é o local ideal para a discussão sobre inovações tecnológicas" e onde há muito a se fazer em com relação aos recursos hídricos do estado. Dirigindo-se aos  participantes do lançamento, afirmou que o tema central da Soea (Sustentabilidade: água, energia e inovação tecnológica) “são os vetores da atualidade” e que “a Semana resultará em boas ideias e iniciativas”. Mário Fracalossi deu as boas vindas de Fortaleza dizendo que a cidade está de braços abertos para o “futuro que a Semana pode sinalizar”.

“Semana reunirá o que a área tecnológica tem de melhor”

Encerrando a cerimônia, José Tadeu da Silva afirmou que “a 72ª Soea reunirá o que a área tecnológica brasileira e internacional tem de melhor no presente e o que projeta para o futuro”. O presidente Tadeu, como é chamado, lembrou da Soea de 1996: “aquela Semana foi marcante para os participantes” e confessou que “naquela época não imaginava que um dia voltaria para Fortaleza como presidente do Confea para lançar a 72ª Soea”.

Para ele, “o evento que é o maior  da engenharia brasileira procura refletir sobre o tema que será a locomotiva que puxará os vagões do desenvolvimento”. José Tadeu afirmou que “a definição do tema central da Semana é a pedra de toque que define e reflete com o que os profissionais da área tecnológica estão preocupados”.

De acordo com Tadeu da Silva, a responsabilidade dos que atuam nas profissões reunidas pelo Sistema Confea/Crea está definida no artigo 1º da lei 5.194, de 1966, que define como ações de interesse social e humano as atividades dos engenheiros e agrônomos. “Por aí passa a sustentabilidade que reflete o exercício profissional; sustentabilidade econômica social e ambiental. A água é a fonte da vida, e a sustentabilidade é garantia da vida que está na agua, fonte de energia e riqueza de um país”, completou. 

Destacando que água e energia são itens obrigatórios na pauta dos governos de todos os países, o presidente do Confea afirmou que “água e energia são temas que precisam ser pensados, discutidos por essa massa de profissionais que o compõem  o Sistema – cerca de um 1,2 milhão e mais de 1,2 mil empresas".

Ao projetar o sucesso da 72ª Soea, José Tadeu falou da “certeza que como em 1996, a Soea de 2015 será marcante e uma das mais participativas já realizadas”.

Direx da Mútua prestigia solenidade

Os demais diretores executivos da Mútua, Ricardo Antonio de Arruda Veiga (diretor de Benefícios), Lino Gilberto da Silva (diretor financeiro), Luiz Alberto Freitas Pereira (diretor administrativo) e Antonio Salvador da Rocha (diretor de Tecnologia) também prestigiaram o lançamento da 72ª Soea. Também presente, o superintendente da Mútua, Paulo Roberto de Queiroz Guimarães.

Dispositivo de honra

O dispositivo de honra da cerimônia de lançamento da 72ª Soea foi composto pelos presidentes do Confea, José Tadeu da Silva, do Crea-CE, Victor Cesar da Frota Pinto, da Mútua, Cláudio Calheiros, e do Crea-BA, Marco Antonio Amigo, que, na condição de coordenador do Colégio de Presidente, representou os dirigentes dos demais Creas. Antônio José Câmara Fernandes e Mário Fracalossi, respectivamente, secretário adjunto de Infraestrutura do Ceará, e do Instituto de Planejamento de Fortaleza, representaram o governador Camilo Santana e o prefeito Cláudio Roberto. O conselheiro federal Mário Amorim e os coordenadores do Colégio de Entidades Nacionais, Jorge Ney Brito, e de Câmaras Especializadas de Agrimensura, Francisco de Sales Vieira de Carvalho, completaram o dispositivo.

Selo e Carimbo reproduzem logomarca

A obliteração do Carimbo foi feita pelo diretor regional dos Correios, Haroldo Aragão, e é uma das tradições da Semana. Juntamente com o carimbo, um selo será aplicado nas correspondências do estado em 2015. Para Haroldo, as peças que reproduzem a logomarca da 72ª Soea, “representam mais que a cultura do povo do Ceará, representa a alma de todos os profissionais da área tecnológica que participam do desenvolvimento do país”.

www ponto com

No site da 72ª Soea, www.soea.org.br, criado para ser fonte de informações e consultas para os mais de quatro mil participantes esperados, é também por onde serão feitas as inscrições. As cinco primeiras já foram realizadas, são do governador Camilo Santana, do presidente do Confea,  José Tadeu da Silva, do presidente do Crea-CE, Victor Cesar da Frota Pinto, de Cláudio Calheiros, presidente da Mútua, e de Antonio José Câmara Fernandes, secretário adjunto de Infraestrutura do Ceará.

Reconhecimento e homenagem


Victor Frota, José Tadeu e Thereza Neumann

Thereza Neumann Santos de Freitas, presidente do Senge-CE (Sindicato dos Engenheiros no Estado do Ceará), quebrou o protocolo da cerimônia de lançamento da 72ª Soea ao entregar uma placa em reconhecimento pelo trabalho que os presidentes do Confea e do Crea-CE, José Tadeu da Silva e Victor César Frota Pinto têm desenvolvido à frente das entidades.

“Sustentabilidade: Água, Energia e Inovação Tecnológica” é tema central da programação

Da programação da 72ª Soea - elaborada com base no tema central “Sustentabilidade: Água, Energia e Inovação Tecnológica” – constam o Contecc 2015 (Congresso Técnico e Científico), com trabalhos elaborados por estudantes, professores, pesquisadores e cientistas de todo o país e que este ano terá como parceira a Anprotec (Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores). Mesas redondas, debates e mini-cursos sobre formação, atuação,  legislação e fiscalização profissional, empreendedorismo e meio ambiente, modernização do ensino superior das engenharias e sobre o desenvolvimento tecnológico nacional, também estão programados.

A ExpoSoea, com estandes mostrando os serviços e produtos oferecidos pelos Creas e pela Mútua, e a ExpoFitec com a mostra de produtos tecnológicos desenvolvidos por empresas, completam a programação elaborada.


Autoridades do Estado e dirigentes do Sistema compareceram ao lançamento

 

Fonte: Confea

Fotos: Confea e Crea-CE

Publicado na categoria(s) Mútua


Antonio Salvador da Rocha, Cláudio Calheiros e Victor Frota, na Sede da Mútua, durante a assinatura do convênio para a 72ª SOEA

Já está assinado e em andamento o convênio entre a Mútua (Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea) e o Conselho Regional de Engenharia e de Agronomia do Estado do Ceará (Crea-CE) para apoio à 72ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (SOEA), o maior evento do Sistema Confea/Crea e Mútua  que, neste ano, será realizada de 15 a 18 de setembro, no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza (CE). O documento foi assinado pelos diretores da Mútua, engenheiro agrônomo Cláudio Calheiros (diretor-presidente) e Antonio Salvador da Rocha (diretor de Tecnologia) e pelo presidente do Crea-CE, engenheiro civil Victor Cesar da Frota Pinto.

Para o presidente da Mútua, a formalização do convênio demonstra, na prática, que o Sistema Confea/Crea e Mútua está, cada dia mais, fortalecido e uníssono. “A Mútua participa da realização da SOEA, não sendo apenas um patrocinador financeiro. A Caixa de Assistência está inserida nas discussões e em todo o evento. Isso mostra que o Sistema hoje é único e reflete, também, a valorização das nossas Instituições, cada uma fazendo seu papel para, principalmente, atender aos profissionais”, destacou ele.

Grande satisfação

A 72ª Soea é uma promoção do Confea, em parceria com o Crea-CE, e o importante apoio da Mútua será fundamental para tornar o evento pleno de êxito, destacou o presidente do Regional do Ceará, Victor Frota Pinto. “Para nós, do Crea-CE, será uma grande satisfação receber em Fortaleza o maior evento das engenharias do País, assim como os conselheiros, profissionais e estudiosos da área tecnológica do Brasil e até do exterior. Vamos nos empenhar para fazer o melhor possível”, afirmou, enfatizando que em 2015 o Ceará realizará, pela quarta vez, a Soea. A primeira foi no ano de 1996, lembrou o anfitrião Victor Frota Pinto.

O diretor de Tecnologia da Mútua também reforçou a relevância da SOEA e a expectativa de seu Estado em sediar o evento. “O convênio com o Crea-CE, em termos de SOEA, foi o mais rápido a ser firmado. Já repassamos os recursos ao Conselho Regional e, agora, esperamos que os mais de 4 mil participantes, que estão sendo aguardados em Fortaleza, realmente usufruam de toda a estrutura do local do evento e de toda a programação técnica que está sendo organizada”, ponderou.

Um destaque desta 72ª SOEA é a realização do 2º Congresso Técnico e Científico (Contecc), que oportunizará o debate de estudos técnicos, atraindo ainda mais os estudantes. Calheiros avalia que os assuntos que estarão em pauta, neste ano, na Semana da Engenharia e da Agronomia também enriquecerão ainda mais o evento. “Vamos discutir, enfaticamente, questões como sustentabilidade, água e energia. Precisamos encontrar soluções no âmbito da Engenharia e da Agronomia para que possamos atravessar essa crise que o Brasil e o mundo vêm passando. Temos que tratar desses temas hoje e pensar como queremos nosso futuro, de forma que a atual crise não atrapalhe o crescimento do nosso País. É muito importante, cada vez mais, utilizarmos de forma adequada nossos recursos”, refletiu o presidente da Mútua.

 

Fonte: Acme/Mútua e Crea-CE

Fotos: Hugo Oliveira (Acme/Mútua)

Publicado na categoria(s) Mútua


Durante a apresentação da Mútua, o presidente da Mútua, engenheiro agrônomo Cláudio Calheiros, e o diretor de Tecnologia da Instituição, engenheiro eletricista Antônio Salvador da Rocha, responderam a várias perguntas dos presidentes de Creas

Teve início na manhã desta quarta-feira, em Fortaleza (CE), a 2ª Reunião do Colégio de Presidentes do Sistema Confea/Crea e Mútua (CP). Na pauta de assuntos a serem discutidos no encontro estão, entre outros, propostas de Creas, como alteração da legislação do Sistema relativa à cobrança de taxas, contribuições e multas, GT Educação a Distância, Tabela de Obras e Serviços para registro da ART e Cadastro Ambiental Rural.

Outras propostas que deverão ser discutidas hoje são o Encontro de Fiscalização e Seminário sobre Agrotóxico, criação de calendário de encontros periódicos das assessorias parlamentares dos Creas com o objetivo de intensificar ações dos Regionais junto a suas bancadas, Congresso Nacional de Agronomia 2015, Simpósio de Engenharia Ambiental, reunião da Ciam e local de realização da 73ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia, além de aprovação da súmula da 1ª Reunião do CP, realizada em fevereiro deste ano.

Na foto ao lado, o diretor de Benefícios da Mútua, engenheiro agrônomo Ricardo Antonio de Arruda Veiga, e o diretor administrativo, engenheiro agrônomo Luiz Alberto Freitas Pereira.


O diretor financeiro da Mútua, técnico em Edificações Lino Gilberto da Silva, também se reúne ao grupo na capital cearense, onde, nessa quinta-feira (23), participa da solenidade oficial de lançamento da 72ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea).


A partir da esquerda, engenheiro eletricista Antonio Salvador da Rocha (diretor de Tecnologia da Mútua), engenheiro civil Victor Frota (presidente do Crea-CE, anfitrião do encontro), engenheiro civil José Tadeu da Silva (presidente do Confea), engenheiro mecânico Marco Antonio Amigo (presidente do Crea-BA e coordenador do CP) e engenheiro civil Juarez Samaniego (presidente do Crea-MT e coordenador adjunto do CP)

 

Fonte: Confea
Fotos: Confea

Publicado na categoria(s) Mútua

No site oficial da 71ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (SOEA), evento realizado em Teresina (PI), de 12 a 15 de agosto deste ano, estão disponíveis os certificados de participação na Semana Oficial. Para baixar o documento é preciso informar o número de CPF. Acesse aqui o link direto da página de certificados.

Caso haja erro de informações no certificado ou problemas de qualquer natureza, entre em contato com a organização do evento através do e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

 

Fonte: Acme/Mútua

Publicado na categoria(s) Mútua


O anfitrião da 71ª SOEA, presidente do Crea-PI, engenheiro civil Paulo Roberto Ferreira de Oliveira, participou da reunião realizada pela Mútua entre as Diretorias Executiva e Regionais da Instituição com profissionais convidados da Mútua para a SOEA, representantes das delegações dos Creas e das Caixas. Paulo Roberto agradeceu a presença de toda a delegação da Mútua. “Obrigado por vocês terem vindo até minha terra. Tenho certeza que saímos daqui com outra visão da SOEA e com muitas reflexões e ensinamentos. A 71ª Semana foi um marco em nosso Sistema", avaliou o presidente, que também defendeu a SOEA como ferramenta de democratização do Sistema Confea/Crea e Mútua. "É necessário levarmos a SOEA e a Engenharia e Agronomia para todos os cantos”, refletiu 

 

Fonte: Acme/Mútua

Foto: Flávio Mottola (Acme/Mútua)

Publicado na categoria(s) Mútua


Cerca de 22 assuntos constaram da pauta da 52ª Reunião Extraordinária da Diretoria Executiva da Mútua, realizada nos últimos dois dias (14 e 15), em Teresina (PI). Os diretores aproveitaram a presença na 71ª SOEA para tratarem de assuntos importantes e com prazo para definição. Na foto, a partir da esquerda, Luiz Alberto Freitas Pereira (diretor administrativo), Ricardo Antonio de Arruda Veiga (diretor de Benefícios), Lino Gilberto da Silva (diretor financeiro) e Cláudio Calheiros (diretor-presidente).


Os diretores executivos também estiveram reunidos com os gestores da Mútua

 

Fonte: Acme/Mútua

Foto: Margareth Vicente e Flávio Mottola (Acme/Mútua)

Publicado na categoria(s) Mútua

A evolução dos programas de cálculos estruturais tem permitido a construção de pontes estaiadas cada vez maiores. Elas são uma solução para vãos livres de 100 até 1.200 metros de comprimento, com estruturas complexas, que alinham técnica e estética em projetos que vêm se tornando verdadeiras atrações turísticas.
Catão Francisco Ribeiro, engenheiro civil considerado o “pai da ponte estaiada”, realizou palestra na tarde desta quinta-feira (14/8), na 71ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea), em Teresina (PI), cidade da ponte estaiada Mestre João Isidoro França, projetada para a comemoração dos 150 anos da capital, que foi o símbolo desta Soea. 

Responsável pelo projeto estrutural de mais de 20 pontes estaiadas, Catão Ribeiro demonstrou tecnicamente que, mesmo em distâncias menores, a partir de 100 metros de vão livre, essa tecnologia construtiva permite projetos de pontes ou viadutos economicamente viáveis. A evolução tecnológica permite a realização de cálculos estruturais complexos em programas exclusivos, o que não era possível há 20 anos.
Esse crescimento na construção de pontes estaiadas vem se alinhado ao refinamento estético. Para Catão, “é um privilégio projetar; cada ponte é como um filho, que é único, e deve ter essa característica preservada”. Por isso, os projetos são idealizados a partir da realidade local, com características que identifiquem a população, a arquitetura, suas influências étnicas e culturais.
Curiosidade revelada em vídeo durante a palestra, os cálculos para a construção das pontes estaiadas correspondem à sequência de Fibonacci, uma clássica sucessão de números que se repetem em fenômenos da natureza e foi identificada pelo italiano Leonardo Fibonacci, no final do século 12. Infinita, inicia pelo número 0, sucedida pelo número 1 e, a partir daí, todo número seguinte é a soma dos dois anteriores.

Catão falou ainda sobre educação e formação profissional, e foi aclamado pelos jovens presentes. “Gosto de motivar os jovens. Os mais velhos não posso mudar, mas os jovens são a nossa esperança e devemos estimulá-los a aprofundar seus conhecimentos”, finalizou.

Fonte: Crea-SE

Publicado na categoria(s) Sistema Confea/Crea e Mútua

A tarde desta quinta-feira (14/8), segundo dia de atividades do Congresso Técnico e Científico da Engenharia e da Agronomia (Contecc), contou com mesas redondas com autores dos trabalhos selecionados e premiados. 
Na oportunidade, os participantes puderam saber mais sobre temas caros para os profissionais da área tecnológica e para a sociedade, como degradação ambiental e produção de alimentos mais saudáveis. O espaço foi mediado pela presidente do Crea-PB, engenheira agrônoma Giucélia Figueiredo. Já a segunda mesa redonda contou com o presidente do Crea-CE, engenheiro civil Victor César da Frota Pinto, no papel de moderador. 
Os autores dos trabalhos apresentaram temas de modalidades diversas. Keviane Aragão é estudante de Engenharia Agrícola da UFCG (Universidade Federal de Campina Grande) e falou sobre seu estudo da degradação ambiental do açude de Bodocongó, em Campina Grande. A estudante afirmou ser um privilégio participar de um evento grandioso da Engenharia no país e disse que todos devem pensar o lado ambiental em suas profissões. 
Já Gustavo dos Santos, estudante da Universidade Federal de Pernambuco, demonstrou  satisfação por ter tido a oportunidade de participar da mesa redonda. “Ter o trabalho aceito já foi uma surpresa, ser premiado não se fala. Estou muito contente com a premiação. Considero este como um dos objetivos de vida concluído”, arrematou o doutorando de Engenharia Elétrica na UFPE. 
Quem representou a Engenharia de Alimentos foi a engenheira Kamila Silva, que apresentou no Contecc um trabalho baseado no seu estudo do Trabalho de Conclusão de Curso sobre o efeito de antimicrobianos naturais em queijos Minas frescal. Kamila destacou a aproximação dos estudantes com o sistema Confea/Crea e explicou: “Eu sabia o que era o Crea na universidade e, quando me formei, fiz o meu registro no Crea-GO. Mas só agora, durante o evento, tive a dimensão do que são o Confea e os Creas”.
As apresentações e debates ocorreram no Espaço Multiuso do Centro de Convenções Atlantic City, em Teresina, Piauí, local que recebeu, além do Contecc, toda a programação da 71ª Soea.
 
Fonte: Crea-PB

Publicado na categoria(s) Clipping

O assessor da presidência de Furnas, engenheiro Luiz Oswaldo Norris Aranha, explanou na tarde desta quinta-feira (14/8) sobre a Matriz Energética Brasileira, quando fez uma série de reflexões sobre o tema. 
Enquanto falava sobre os custos da energia, o engenheiro ponderou que apenas cobrar que as empresas pausem aumentos não é a solução. “Nós realmente temos de baixar o preço da energia, mas não se consegue isso estrangulando as empresas. É necessário fazer uma reforma tributária geral no País, não só no campo da energia”, considerou.
A tutela sobre as estatais foi outro ponto destacado pelo engenheiro Luiz Oswaldo Aranha. Ele aponta como possível solução em favor de melhorias no serviço energético “minimizar certos entraves burocráticos e focar nos resultados, pois colocar dificuldades não é eficiente”. Para o engenheiro, o correto seria fiscalizar com maior eficiência, conforme se faz em outros países. 
Ao citar os tipos de burocracia que podem interferir negativamente nos trabalhos das empresas, o palestrante citou a questão das licenças ambientais, mas enfatizou a importância que os documentos têm. “As licenças ambientais são muito importantes, mas não podem continuar levando até dois anos para sair”, apontou.
O engenheiro Luiz Oswaldo Aranha abordou, ainda, outras questões relacionadas às energias, como os temas: vetores energéticos, energia térmica e mecânica, energia eólica, fontes renováveis, energia solar, reservatórios plurianuais e financiamentos de novos empreendimentos.  
Fonte: Crea-PI

Publicado na categoria(s) Sistema Confea/Crea e Mútua

O coordenador do Colégio de Entidades Nacionais, engenheiro de alimentos Gumercindo Ferreira da Silva, chamou atenção para a oportunidade que a 71ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea) ofereceu às entidades para a troca de experiências e a reflexão acerca das principais questões internas que preocupam cada segmento da engenharia brasileira. “Até o próximo sábado, ao participar das atividades precedentes e posteriores à 71ª Soea, as entidades de classe podem-se debruçar sobre problemas e traçar os caminhos mais adequados para equacioná-los”, incentivou o coordenador. 
Entidades discutem propostas e pautas prioritárias
Os participantes da Federação Nacional de Engenheiros Agrimensores (Fenea) estabeleceram também, na tarde da última quinta-feira, os itens de pauta que serão debatidos na 3ª reunião ordinária da Coordenadoria de Câmaras Especializadas de Engenharia de Agrimensura (CCEEAGRI), que será realizada em Goiânia de 17 a 19 de agosto. A reunião preliminar foi coordenada pelo presidente da Fenea, engenheiro agrimensor Joseval Carqueja.
Outra reunião promovida foi a da Sociedade Brasileira dos Engenheiros Florestais (SBEF), que discutiu, dentre outros assuntos, a possibilidade da criação de um Ministério Florestal (MFLO). "Precisamos de um órgão para defender o desenvolvimento florestal. Nosso intuito é repercutir a ideia para que isso seja enviado ao legislativo", afirmou o ex-diretor da SBEF, engenheiro florestal Glauber Pinheiro. De acordo com o engenheiro, a proposta foi apresentada ao GT de Políticas Públicas e, quando estiver amadurecida, poderá ser encaminhada ao legislativo. 

Fonte: Crea-DF/Confea

Publicado na categoria(s) Sistema Confea/Crea e Mútua
Pagina 1 de 7

Publicações populares

Endereço

Mútua SEDE
SCLN 409, Bloco E, Asa Norte, CEP:70857-550, Brasília - DF

Central de Relacionamento Mútua

0800 61 0003, Tel.: (61) 3348-0200

Ouvidoria da Mútua

Acessos do Colaborador

Redes Sociais

Facebook Twitter Youtube

Mútua nos Estados