Abertura da 73ª Soea reúne 3 mil profissionais em Foz do Iguaçu

Paulo Guimarães compôs dispositivo de honra na abertura da 73ª Soea

Paulo Guimarães compôs dispositivo de honra na abertura da 73ª Soea

A noite dessa segunda-feira (29) marcou mais uma data emblemática para o Sistema Confea/Crea e Mútua: foi aberta a 73ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea). O evento acontece na cidade paranaense de Foz do Iguaçu, e conta com a participação de mais de 3 mil participantes, entre lideranças dos Sistema – como diretores executivos e regionais da Mútua -, presidentes de Creas, dirigentes de entidades, conselheiros, especialista da área tecnológica, autoridades e estudantes.

Abertura Soea_Dr. PauloIIA cerimônia, iniciada logo após a abertura da ExpoSoea, realizada também no Centro de Convenções do Hotel Rafain, foi marcada por uma emocionante apresentação do Coral de Itaipu. Regidos pelo maestro Gil de Matos, o grupo entoou clássicos, além do Hino Nacional. Compondo o dispositivo de honra, o diretor-presidente da Mútua, eng. civ. Paulo Roberto de Queiroz Guimarães, exaltou a satisfação de realizar a 73ª Soea em Foz do Iguaçu, cidade onde dois monumentos: um natural – as Cataratas – e outro construído pelo homem com grande contribuição da Engenharia – a Usina Hidroelétrica de Itaipu -, dão exemplo de que é possível o convívio harmônico da aplicabilidade do conhecimento e da tecnologia com os recursos naturais.

“Diante dos problemas que o país passa, acho que este modelo é a solução para a retomada do crescimento do país. Devemos usar aquilo que o Brasil tem de mais significativo, sua natureza e seus recursos naturais, aliados à inteligência humana. Precisamos, de fato, colocar a Engenharia a favor do Brasil, oferecendo as mudanças e as oportunidades corretas que nossa nação demanda nesse momento”, frisou.

Abertura Soea_TadeuO presidente do Confea, eng. civil José Tadeu da Silva, também citou a crise que o país atravessa, que para ele é sem precedentes e atinge as esferas econômica, política, social e, principalmente, ética, com grandes desvios de recursos públicos e corrupção. Tadeu lembrou que são mais de 30 mil obras paradas ou inacabadas, com muito dinheiro gasto sem obras entregues para atender a sociedade. “Através dos 27 Creas e da fiscalização temos que saber o porquê disso. Diante dessa crise, o que fazer? Mudar. A Engenharia é mola propulsora para o desenvolvimento. Precisamos gerar mudanças que se configurem em ações. É uma tríade: crise – mudanças – oportunidades”, ponderou.

Segundo ele, a Engenharia e a Agronomia sempre esteve, está e sempre estará a favor do Brasil, e isso motivou o tema dessa Soea: A Engenharia a favor do Brasil: Mudanças e Oportunidades. “É uma convocação para que todos os profissionais reflitam sobre a responsabilidade que temos nesse momento. O país nunca precisou tanto do nosso conhecimento. Temos que atender ao chamamento da sociedade”.

Abertura Soea_JoelO anfitrião dessa 73ª Soea, o presidente do Crea-PR, eng. civil Joel Kruger, também frisou a satisfação de receber mais uma edição da Semana Oficial de Engenharia em Foz do Iguaçu. “Discutiremos temas relevantes para o momento que o país atravessa. É preciso considerar que o salto econômico vivenciado há alguns anos só foi possível graças as contribuições dos profissionais da área tecnológica. Seja no campo, na cidade ou indústrias, somos os mais importantes alicerces para o crescimento e enfrentamento da crise”, afirmou, fazendo menção ao tema do evento “A Engenharia a Favor do Brasil – Mudanças e Oportunidades”.

Para ele, a educação e qualidade dos cursos da área tecnológica também precisam receber atenção durante o evento, além da valorização dos profissionais, com escolha de profissionais qualificados para atuar em obras públicas, o que também é fundamental para que o Brasil retome sua capacidade de crescimento.

Abertura ExpoSoea_Dr Jorge

#MútuanaSoea: Marcos Mota, conselheiro federal; José Tadeu, presidente do Confea; Jorge Silveira, diretor de Benefícios da Mútua; Aloísio Souza, diretor adm. Mútua-AL; Paulo Guimarães, diretor-presidente da Mútua, e Elias Lima, presidente do Crea-PA

Também integraram a mesa de abertura o presidente do Crea-RN e coordenador do Colégio de Presidentes, eng. eletric. e de Seg. Trab Modesto Ferreira dos Santos Filho; O presidente da Federação Nacional de Engenharia Mecânica e Industrial (Fenemi), eng. mec. Jorge Nei Brito; O conselheiro federal e vice-presidente do Confea, eng. agr. Antônio Carlos Albério, representando os conselheiros federais; O representante da União Panamericana de Associações de Engenheiros (Upadi), Edemar Amorim; A prefeita em exercício de Foz, Ivone Barofaldi, representando o governador do PR, Beto Richa; O presidente da Federação Mundial de Organizações de Engenheiros (Fmoi), Jorge Spitalnik; O reitor da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Zac Atta Sobrinho; E o coordenador da Câmara Especializada de Engenharia de Agrimensura, Leu Soares de Oliveira, representando todas as coordenadorias de Câmaras.

O diretor de Benefícios da Mútua, eng. civ. Jorge Roberto da Silveira, também acompanhou a cerimônia. Essa 73ª edição da Semana Oficial segue até a próxima quinta-feira (1º), no Rafain Palace Hotel, e é promovida pelo Confea e o Crea-PR, com o apoio da Mútua. Palestras, reuniões dos diversos Fóruns do Sistema, mesas redondas e eventos paralelos estão programados.

Láurea ao Mérito: nova categoria é entregue em Foz

O homenageado Fernando Penteado Cardoso:102 anos de idade, 80 de inscrição no Crea

O homenageado Fernando Penteado Cardoso:102 anos de idade, 80 de inscrição no Crea

A já tradicional cerimônia de homenagens do Sistema – a Láurea ao Mérito – integrou, mais uma vez, a solenidade de abertura da Semana Oficial e a emoção tomou conta da noite. O destaque foi o eng. agr. Fernando Penteado Cardoso. Com 102 anos de idade, 80 anos de inscrição no Crea, testemunha viva da criação e do desenvolvimento do Sistema Confea/Crea, o profissional recebeu, além da Láurea ao Mérito do Sistema, a homenagem em forma de um vídeo presentando a retrospectiva e os feitos de sua carreira.

Foram concedidas, ainda, outras 11 Medalhas do Mérito a profissionais que dedicam suas vidas à área tecnológica, contribuindo com o desenvolvimento científico, acadêmico, do Sistema e dos profissionais. O nome de 12 pessoas foi inscrito no Livro do Mérito, em homenagem póstuma pelos esforços e o trabalho realizado ao longo da vida dos homenageados. A entrega de três Placas de Menção Honrosa, destinadas a entidades de representação profissional, de ensino e pesquisa passou a fazer parte este ano da Láurea ao Mérito, passando a solenidade a ter 27 homenageados.

Veja aqui a relação os profissionais e as entidades agraciadas em 2016

Noite também marca o início do Contecc 2016

O Congresso Técnico Científico da Engenharia e da Agronomia 2016 (Contecc) também foi aberto na noite de ontem. Com uma programação muito rica, com minicursos, palestras e a apresentação dos 21 trabalhos selecionados, o Congresso se consolida a cada ano como um espaço relevante no meio acadêmico para difusão da pesquisa científica nacional.

Fonte e fotos: Gecom/Mútua

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.