Entidades Nacionais criam comitê de Ciência, Tecnologia & Inovação


Coordenador Gumercindo Ferreira e coordenador adjunto do Cden, Jorge Nei Brito: inovação para o país

Reunidos extraordinariamente pela segunda vez em 2014, no plenário do Confea, de segunda-feira até essa  quarta-feira (29/10), os presidentes das entidades de classe nacionais estiveram em Brasília e definiram os rumos de seus comitês técnicos. “Saímos da zona de conforto dos comitês. Achamos o caminho para a atuação dos comitês. Comitê é o nosso foco de produção. Temos bastante para fazer hoje à tarde. Nossos comitês têm tempo para produzir ainda em 2014”, afirmou o coordenador do Colégio de Entidades Nacionais (Cden), engenheiro de alimentos Gumercindo Ferreira, na manhã desta terça-feira.

Durante a manhã de ontem, os presidentes de entidades criaram o comitê de Ciência, Tecnologia & Inovação, que foi fruto de um trabalho do Grupo de Trabalho Ciência, Tecnologia & Inovação do Confea. “Se virmos a fala da nossa presidente reeleita, todo o foco dela está em inovação. Estamos com um déficit anual de quase 100 bilhões de dólares por ano, e esse déficit vem aumentando paulatinamente. Um país que quer realmente crescer não pode deixar de tratar dos assuntos de CT&I”, afirmou o coordenador-adjunto do Cden e integrante do novo comitê, engenheiro mecânico Jorge Nei Brito.

Recredenciamento

Na reunião, foi reforçado o prazo de 31 de outubro para que as entidades façam o recredenciamento junto ao Cden e assim permaneçam compondo o Colégio. “As entidades que perderem esse prazo entrarão como novos credenciados”, alertou Brito. Os documentos a serem enviados para a Gerência de Relações Institucionais (GRI) até 31 de outubro são: ato de eleição e posse da atual diretoria, estatutos, ata de reuniões, documentos que comprovem a efetiva atuação da entidade no triênio 2011-2013.

À tarde, os presidentes das entidades se dividiram para realizar reuniões dos comitês. Além de ciência, tecnologia & inovação, outros temas abordados pelos comitês do Cden são: organização e estrutura, desenvolvimento nacional, legislação profissional e ainda educação, ética e exercício profissional.                                               

Para que servem os comitês?

Coordenador Gumercindo Ferreira e coordenador adjunto do Cden, Jorge Nei Brito: inovação para o país
Coordenador Gumercindo Ferreira e coordenador adjunto do Cden, Jorge Nei Brito: inovação para o país
O Colégio de Entidades Nacionais (Cden) é um órgão consultivo do Sistema Confea/Crea, ou seja, sempre há um representante dele nas delegações, nos grupos de trabalho do Confea, na Ciam etc. “Os comitês precisam dizer para o Cden o que a gente espera de cada representante nosso que vai participar de qualquer atividade em nome do colegiado”, afirma o coordenador Gumercindo. De acordo com o engenheiro de alimentos, esse foi o caminho encontrado para que os comitês sejam mais atuantes dentro da estrutura do Cden.

 

Fonte: Confea

Foto: Confea

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.