Paraná aposta em cultivo de sementes precoces e superprecoces


Faltando menos de 15 dias para o fim do período de vazio sanitário no Paraná, os produtores de soja já começam a programar o plantio da safra 2014/15. Na região de Maringá (Norte), que responde por aproximadamente 5% da produção de verão estadual (240 mil hectares), uma parcela expressiva dos agricultores vai apostar em cultivares de ciclo precoce.
A informação parte da Cocamar, principal cooperativa da região, apontando que 80% dos cooperados adquiriram sementes de ciclo precoce (que garante maior janela para o plantio do milho safrinha no ano que vem). A parcela restante de agricultores optou por variedades de ciclo superprecoce ou semiprecoce, revelam os técnicos da cooperativa. Isso deve intensificar a entrada das plantadeiras já no mês de setembro.
Na região da Cocamar os agricultores também vão ampliar as apostas na soja resistente a lagartas, como a Intacta RR2PRO, que deve ficar com 22% da área total neste ciclo. Temendo o ataque de pragas como a Helicoverpa armigera, os produtores da região fizeram até três aplicações extras de inseticidas em 2013/14, gerando despesa extra de até R$ 120 por hectare.

Ciclo curto
80% da área de soja da Cocamar serão cultivados com sementes precoces, dando início do plantio já no mês de setembro.

Fonte: http://agro.gazetadopovo.com.br

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.