Engenheiros eletricistas se mobilizam contra resolução da Aneel

O abaixo-assinado contra a Resolução 581/2013, da Aneel, permite às concessionárias de distribuição de energia elétrica realizar serviços de engenharia, começou a circular durante a 71ª Soea

Destaque da cerimônia de encerramento, o presidente do Confea, engenheiro civil José Tadeu da Silva, assinou, em público, o abaixo-assinado, juntando-se aos mais de 1600 signatários do documento. Para ele, o movimento defende os profissionais. “Nossas categorias, nossa engenharia elétrica. Nós, líderes, não podemos nos omitir em um momento como esse”.
O abaixo-assinado contra a Resolução 581/2013, da Aneel, permite às concessionárias de distribuição de energia elétrica realizar serviços de engenharia, começou a circular durante a 71ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea), que está sendo realizada em Teresina (PI), desde o último dia 12 de agosto.

Segundo a engenheira eletricista, presidente do Sindicato dos Engenheiros do Ceará (Senge-CE) e diretora da Federação Nacional de Engenheiros (FNE),Thereza Neumann, o movimento teve início em 2008, no Ceará, onde conseguiu derrubar o Companhia de Eletricidade do Ceará (Coelce Plus), que englobava a prestação dos serviços de engenharia pela Coelce.

“Mas essa vitória foi regional e apenas parcial, já que a Aneel baixou a Resolução 581, estendendo a todas as concessionárias do país a prestação dos serviços de engenharia”.
Thereza informa que o movimento conta com a participação da FNE e do Confea, entre outras entidades. “O presidente do Confea, José Tadeu, esteve conosco na Aneel, em Brasília, tentado construir um canal de diálogo com o governo”, disse a engenharia.

Em busca de duas mil assinaturas – o abaixo assinado já conta com 1.600 – e pode ser acessado pelo hot site www.simpodemos.com.br

 

Fonte: Acme/Mútua

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.