Presidente Calheiros participa da Plenária do Crea-AL

Balanço da atual gestão e informações sobre benefícios fizeram parte da fala do presidente da Mútua

 

O presidente nacional da Mútua, Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea, engenheiro agrônomo Cláudio Pereira Calheiros – que tem mandato à frente da Instituição até agosto de 2015 -, disse ontem (18), ao participar da Plenária do Crea-AL, que “a Mútua está fazendo um trabalho de reformulação com destaque para a implantação da ISO 9001 e a criação da própria previdência privada complementar. A Plenária foi conduzida pelo conduzida pelo presidente do Conselho Regional, Roosevelt Patriota.

Calheiros fez um histórico da Mútua, que tem como arrecadação parte dos recursos das ARTs recolhidas pelos profissionais e das anuidades dos associados. Criada em 1977, e depois de dificuldades administrativas, a Mútua se firmou depois de um trabalho de conscientização sobre a sua importância como instituição promotora de vários benefícios para seus associados.

De 1977 a 2009, segundo ele, foram concedidos aos profissionais empréstimos equivalentes a R$ 131 milhões. “Quando assumi, em 2009, então no cargo de diretor de Benefícios, iniciamos um processo de reformulação dos benefícios e promovemos a descentralização para que todas as concessões fossem liberadas pelas Regionais da Mútua. De 2009 a 2012, com a descentralização, movimentamos R$ 135 milhões, isto é, em três anos, conseguimos retornar para as mãos dos profissionais o mesmo que em 32 anos”, salientou.

A grande reformulação no regulamento dos benefícios realizada no ano passado, com maior flexibilidade e vantagens aos associados, fez com que tivéssemos uma projeção, para este ano, de R$ 130 milhões, ou seja, são os recursos da ART voltando para as mãos dos profissionais associados, através de empréstimos para a aquisição de equipamentos, veículos e outros produtos e benefícios. “Hoje vemos a Mútua com mais credibilidade porque de 18 mil associados passamos para quase 58 mil”, ressaltou.

 

APOIO FINANCEIRO

Conselheiros regionais, atentos à apresentação da Mútua

 

O presidente afirmou que a Mútua deu apoio financeiro de quase R$ 3 milhões, este ano, para a realização da 71ª SOEA em Teresina (PI), com ajuda na infraestrutura e firmando convênios com os Creas. Também aportou recursos em eventos técnicos, como a 43ª RAPv e o 17º Enacor, que ocorreram na primeira semana de agosto em Maceió (AL), quando foi instalado um estande da Mútua. “Disponibilizamos recursos para que fossem levados para a SOEA do Piauí representantes de entidades de classe, ex-presidentes, ex-diretores da Mútua, inspetores e funcionários de Creas”, ressaltou.

Outras medidas tomadas por sua administração foram a diminuição de cargos comissionados, a reformulação da estrutura organizacional, a exigência de processo seletivo para novas contratações e a redução do quadro de funcionários em Brasília para que, com a descentralização, pudessem aumentar o quadro de funcionários das Regionais.

 

Fonte e fotos: Eanes Melo (Ascom/Crea-AL)

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.