Crea-RO discute melhorias em moradia para famílias que sofrem com a cheia do Rio Madeira

O presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Rondônia (Crea-RO), Eng. Civil Nélio Alencar, se reuniu nesta semana, no Ministério Público Federal, em Porto Velho, com engenheiros e defensores públicos do Estado e da União para tratar da climatização no abrigo do Parque dos Tanques. 
O objetivo da comissão é discutir o pode ser feito para melhorar a qualidade de vida dos moradores que foram atingidos pela cheia do Rio Madeira e avaliar as condições necessárias para instalar as centrais de ar.
O Estado de Rondônia, através do defensor público Marcus Edson de Lima, informou que em 30 dias instalaria sombrites e exaustores nas barracas para resolver o problema do calor.
Para o procurador da republica Raphael Luiz Bevilaqua, o trabalho do engenheiro mecânico é fundamental para iniciar o trabalho. “Os engenheiros elétricos vão averiguar se a rede instalada é suficiente para suportar a demanda de carga. Se não for possível, que indiquem as melhorias necessárias.” 
Por fim, Nélio Alencar deixou o Conselho a disposição para ajuda no que for preciso. “Desde o início apoiamos outra solução para as famílias. Que elas fossem remanejadas para hotéis, pousadas. Mas como não foi possível, vamos tentar solucionar este problema da melhor forma.”

 

Fonte: Crea-RO

 

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.