Confea homologa eleições dos novos conselheiros


Novos conselheiros do Amapá e Espírito Santo tomaram posse na quarta-feira (21)

Visando completar as 18 vagas de conselheiros federais do Confea, previstas pela Lei n. 5.194/66, foram homologadas, na última quarta-feira (21), durante a 1.410ª Sessão Plenária Ordinária do Conselho, as eleições de seis novos conselheiros federais dos Estados do Amapá, Espírito Santo e Minas Gerais (três titulares e três suplentes). Os representantes do Amapá e do Espírito Santo terão mandato até o dia 31 de dezembro de 2015, enquanto que os de Minas Gerais encerrarão o mandato no último dia de 2016.

Devido à agenda de compromissos dos novos conselheiros, as posses estão sendo realizadas em dias distintos. Na tarde de quarta-feira (21), também durante a 1.4010ª Plenária, os dois conselheiros representantes do ES, engenheiro civil Marcos Motta Ferreira (titular) e João Carlos Meneses (suplente), e o conselheiro titular do AP, engenheiro de Minas Romero César da Cruz Peixoto, assinaram o termo de posse. Na sexta-feira, último dia da Plenária, foi a vez dos representantes de MG, engenheiro eletricista Raul Otávio da Silva Pereira, conselheiro titular, e seu suplente, José Magalhães Soar, tomarem posse e Antônio Celso Dias Façanha, conselheiro suplente pelo Crea-AP, será investido no cargo na próxima Reunião Plenária do Confea.

“Quero parabenizar os conselheiros e as comissões estaduais dos Creas que realizaram eleições e elegeram legitimamente esses novos conselheiros, para mandatos extemporâneos, com objetivo de fazer a Rosa dos Ventos girar. Esse Plenário é constituído por 18 conselheiros. Estamos legalizando o Plenário desta maneira”, afirmou o presidente José Tadeu da Silva, que deu posse aos novos conselheiros presentes, que foram acompanhados dos presidentes dos Creas de Amapá, engenheiro florestal Laércio Aires dos Santos, e do Espírito Santo, engenheiro agrônomo Hélder Carnielli, o qual esteve ao lado do ex-presidente do Crea-ES, Luiz Fiorotti, e do presidente da Sociedade Espírito-Santense de Engenheiros, José Maria Cola.

Os recém-empossados conselheiros federais chegam em um momento de grandes avanços e expectativas para o Sistema Confea/Crea e Mútua. Além dos diversos debates e ações que o Confea tem promovido em torno de questões de grande relevância para a área Tecnológica, em agosto será realizado o maior evento do Sistema, a Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (SOEA), que também trará novos parâmetros para a regulamentação e a fiscalização das profissões inscritas no Conselho.

“Nossa vitória foi muito expressiva e mostra como os profissionais desejam mudanças e querem se fortalecer”, afirmou Romero César da Cruz Peixoto, conselheiro eleito pelo Amapá. Segundo ele, uma de suas metas neste mandato é intensificar a fiscalização por parte dos Creas. “No Amapá, por exemplo, das 17 cidades do Estado, apenas Macapá e Santana contam com inspetoria do Crea. Então, junto com os demais conselheiros, junto com o Confea e os Creas, temos essa missão de levar os serviços do Sistema até onde ainda não chegamos”, ressaltou.

Já para o conselheiro capixaba Marcos Motta Ferreira, a valorização profissional será a marca de seu trabalho no Confea. “Ao longo da minha trajetória no Sistema, identifiquei a necessidade do promovermos ações que deem um upgrade na Engenharia nacional, tendo em mente que essa é uma das profissões que têm maior impacto direto no desenvolvimento de uma nação. Ainda vemos algumas situações que desvalorizam nossa categoria. Então, um tema que pretendo dar ênfase como conselheiro federal será a valorização mais intensa da Engenharia, envolvendo ações de divulgação e de comunicação que permeiem por todos os órgãos e setores que envolvam a tecnologia. Tudo isso criando suportes legais que farão com que isso ocorra de maneira mais efetiva”, destacou. Seu suplente congrega da mesma filosofia. “Será um trabalho em parceria, em prol dos profissionais e da nossa sociedade. Trabalharemos em busca da valorização permanente dos profissionais do nosso Sistema Confea/Crea e Mútua”, enfatizou João Carlos Meneses.


Já na sexta-feira (23), os conselheiros Raul Otávio da Silva Pereira (titular) e João José Magalhães Soares (suplente), representantes de Minas Gerais, assinaram o termo de posse

 

 

Fonte: Acme/Mútua (com informações do Confea)

Fotos: Confea

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.