Ex-diretor regional da Mútua-MS assume presidência do Crea

O engenheiro civil Ahmad Hassan Gebara, ex-diretor financeiro da Regional da Mútua no Mato Grosso do Sul, no período de 2010 a 2011, está presidindo, desde o dia 4 de abril, o Crea-MS. O engenheiro civil Jary Castro, titular do mandato, se desincompatibilizou do cargo e Gebara, como 1º vice-presidente, assumiu a gestão do Conselho. O ex-diretor da Mútua ocupará o cargo até 31 de dezembro deste ano.

Sua atuação junto ao Crea-MS teve início em 2000 e, desde então, ocupou as funções de conselheiro suplente e titular, coordenador de importantes comissões, como a de Ética e Tomada de Contas, diretor financeiro e 2º vice-presidente. Gebara foi, ainda, presidente da Associação de Engenheiros e Arquitetos de Dourados (AEAD) por dois mandatos (2006/2008 e 2008/2010) e atualmente, também, é  presidente da Associação Brasileira de Engenheiros Civis, departamento de Mato Grosso do Sul (Abenc-MS).

Gebara elogiou seu antecessor no Crea-MS e garante que em sua gestão não serão alteradas as rotinas implantadas. “Vou dar prosseguimento ao brilhante trabalho que o Jary [Castro] vinha desenvolvendo na defesa da sociedade brasileira e dos profissionais, principalmente no que diz respeito à acessibilidade, tema com o qual ele teve notório destaque”, justifica.

Sobre sua passagem pela Mútua, Gebara disse que foi uma experiência muito boa e que contribuir para o crescimento do Sistema Confea/Crea e Mútua e para o desenvolvimento dos profissionais é sempre gratificante.  “Aprendi na prática o que é a Instituição e, assim, passei a dar ainda mais importância a nossa Caixa de Assistência. Nesse período, pude ajudar na consolidação da Regional do MS, especialmente com relação às parcerias com as entidades e com o Crea-MS. Por experiência própria, posso dizer que a Mútua é um órgão importantíssimo para o Sistema”, ressalta Gebara.


Gebara com o diretor-presidente da Mútua, Cláudio Calheiros

 

Fonte: Acme/Mútua

Foto: Alline Abreu (Acme/Mútua)

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.