Confea participa da inauguração da nova sede da inspetoria de Jequié (BA)

O presidente do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), engenheiro civil José Tadeu da Silva, participou da inauguração da nova sede da Inspetoria de Jequié (BA), na noite desta sexta-feira (16/5). Destacando a importância da sede regional como referência para a cidade e para os municípios vizinhos, José Tadeu enalteceu ainda o papel da Engenharia para o planejamento e a construção do país. A cerimônia contou com a presença do Inspetor Chefe engenheiro civil Deusdete Souza Brito, do presidente do Crea-BA, engenheiro mecânico Marco Antonio Amigo e da prefeita de Jequié, Tânia Brito (PP).

Em seu discurso, o presidente do Confea falou ainda da importância da profissão, afirmando o valor que a Inspetoria de Jequié representa para a região. “A sede regional é uma referência para a cidade e para a região. Ela contribuirá para o bom exercício dos profissionais do Sistema”.

O município fica a 365 km de Salvador e sua inspetoria funciona há 32 anos no município, realizando cerca de 130 atendimentos mensais, entre eles, demandas como solicitações de registro de profissional e de carteiras. Jequié possui aproximadamente 864 profissionais e 149 empresas registradas no Conselho. A inspetoria abrange ainda os seguintes municípios: Aiquara, Apuarema, Cravolândia, Ibirataia, Ipiaú, Irajuba, Itagi, Itagibá, Itaquara, Itiruçu, Jaguaquara, Jitaúna, Lafaiete Coutinho, Lajedo do Tabocal, Maracás, Planaltino e Santa Inês.

Novos horizontes
Ao falar sobre a viagem, em que se dirigiu a Salvador e depois a Conquista, antes de ir de carro para a cidade, José Tadeu da Silva descreveu as dificuldades de sua vida, como filho de lavadeira e ex-engraxate até assumir a presidência do Crea-SP por dois mandatos e ainda exercer a vice-presidência da Câmara Municipal de Mogi-Guaçu (SP), antes de ser eleito presidente do Confea.


O presidente do Crea-BA, Marco Antonio Amigo, agradeceu o apoio do Confea para a construção da sede própria, lembrando também da sua importância para os demais municípios. Para ele, a entrega desta nova sede reflete o compromisso do Crea-BA com os profissionais de Jequié e região. “É a forma de proporcionar um melhor acesso dos profissionais ao Crea e também maior conforto e melhores condições de trabalho aos nossos funcionários. Esperamos que o Crea-BA e o Confea andem juntos na modernização do Sistema”, disse, solicitando apoio do Confea para que seja construída uma nova inspetoria em Camaçari, onde um terreno já foi doado ao Crea.

De acordo com a assistente administrativo da inspetoria de Jequié, Ieda Sampaio, há uma predominância da Engenharia Civil sobre outras especialidades e, na área técnica, os de segurança do trabalho são maioria.

Para Ieda Sampaio, a nova sede fortalecerá a imagem do Crea na região. Segundo ela, os profissionais e empresas já se mostram gratos pela mudança. “Tenho 20 anos de trabalho no Conselho e, já que passo a maior parte dos meus dias aqui, nada melhor do que estar em uma casa nova, com novos recursos. A localização é bastante agradável e certamente isso traz novos ares ao nosso coração”, destaca. Além dela, compõem a equipe da inspetoria um fiscal e seis inspetores.

Jequié e inspetorias

A base de todo o desenvolvimento de Jequié está associada à pecuária e à agricultura, destacando-se na produção do cacau, café, cana-de-açúcar, maracujá, melancia, entre outros. A cidade também é conhecida por realizar uma das festas de São João mais animadas da Bahia e pelo clima quente (os termômetros chegam a marcar mais de 40ºC no verão).

A cidade se desenvolveu a partir de movimentada feira que atraía comerciantes de todos os cantos da região, no final do Século XIX. Pertenceu ao município de Maracás, de 1860 a 1897. Jequié é originado da sesmaria do capitão-mor João Gonçalves da Costa, que sediava a Fazenda Borda da Mata. Esta, mais tarde, foi vendida a José de Sá Bittencourt, refugiado na Bahia após o fracasso da Inconfidência Mineira. Em 1789, com sua morte, a fazenda foi dividida entre os herdeiros em vários lotes. Um deles foi chamado Jequié e Barra de Jequié. Em pouco tempo, Jequié tornou-se distrito de Maracás, e dele se desmembrou, tendo como primeiro intendente (prefeito) Urbano Gondim.

As inspetorias funcionam como meio de descentralização e suporte às atividades da sede do Crea-BA para atender demandas relacionadas à regularidade de obras e serviços realizados por profissionais e empresas do setor tecnológico, nas áreas de construção civil, produção industrial, uso de agrotóxico, entre outros. O trabalho no local inclui ações administrativas, de fiscalização e medidas educativas.

Fonte: Confea (com informações e textos da Assessoria de Comunicação do Crea-BA)

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.