Sistema Confea/Crea tem seis novos Grupos de Trabalho

Os novos Grupos de Trabalho definidos pelo Sistema Confea/Crea, durante a sessão plenária nº 1.408, terão a missão de coletar dados e estudar temas específicos, como equidade de gênero, saneamento, gestão sustentável de municípios, segurança alimentar, inserção internacional e novos profissionais. A proposta é orientar os órgãos do Confea na solução de questões e na fixação de entendimentos sobre esses assuntos, como prevê a Resolução nº 1.015/2006, que criou a possibilidade de grupos subsidiarem a execução das ações do Conselho Federal. 

Confira a proposta de cada GT:


Grupo de Trabalho Municípios Sustentáveis
Segundo dados das Organizações das Nações Unidas (ONU), o número de habitantes nas cidades terá um acréscimo de 3,1 bilhões de pessoas e este crescimento acarretará um aumento relevante sobre infraestrutura, serviços, recursos naturais e clima.

Com foco nesta demanda, o Confea instituiu este GT que visa discutir e apresentar sugestões ao Governo Federal de políticas públicas para a implantação de gestão sustentável nos municípios brasileiros e também viabilizar parceria do Sistema Confea/Crea com órgãos governamentais para a implantação de projetos que visem a políticas de sustentabilidade nas cidades relacionadas diretamente às profissões abrangidas pelo Sistema.

O GT, que funcionará por 150 dias, é composto pelo conselheiro federal suplente, engenheiro civil Evandro de Alencar Carvalho, um representante do Colégio de Presidentes e outro do Colégio de Entidades Nacionais e dois especialistas no assunto a serem indicados pela presidência do Confea.

Grupo de Trabalho Equidade de Gênero
O conceito de gênero como categoria de análise ou como princípio ético-político assume que as desigualdades devem ser transformadas para alcançarmos uma sociedade plenamente democrática e justa. Essa convicção tem impulsionado numerosas iniciativas, gerado instituições e transformado normas e valores culturais.

Nesse sentido, o Confea deliberou a criação deste GT que irá discutir o tema “Equidade de Gênero” com a finalidade de adquirir para o Confea o Selo Pró-Equidade. Outra proposta do grupo é compartilhar experiências e programas com os regionais para a implantação da equidade de gênero no Sistema Confea/Crea.

Este GT tem em sua composição a conselheira federal, engenheira eletricista Darlene Leitão, um representante do Colégio de Presidentes e do Colégio de Entidades Nacionais, um membro das Coordenadorias Nacionais das Câmaras Especializadas dos Creas e dois especialistas no tema indicados pela Presidência do Confea. As atividades deste GT serão encerradas após apresentação de relatório final que deverá ser entregue até 14 de novembro.

Grupo de Trabalho de Saneamento
Tendo em vista as necessidades de incremento profissional para o setor de saneamento, e que o atendimento de água potável no país nas áreas urbanas e rurais atingem 82,4% e o atendimento em coleta de esgotos chega a 48,1% da população, planos de ação foram criados pelo Governo Federal, com auxílio do Confea, envolvendo quatro áreas: abastecimento de água, esgotamento sanitário, manejo de águas pluviais e destinação de resíduos sólidos.

Para viabilizar esses planos municipais de saneamento básico em atendimento à Lei n° 11.445/2004, bem como verificar a necessidade de atualização da grade curricular dos profissionais da área, foi criado este Grupo de Trabalho composto pelo conselheiro federal suplente, engenheiro mecânico Carlos Antônio de Magalhães, um representante do Colégio de Presidentes e outro do Colégio de Entidades Nacionais e dois especialistas a serem indicados pela presidência do Conselho Federal. As discussões do GT irão resultar em um relatório que deverá ser apresentado em 150 dias.

Grupo de Trabalho Segurança Alimentar
A utilização indiscriminada de agrotóxicos vem trazendo sérios prejuízos de curto e longo prazo para a população brasileira, principalmente devido à atuação de leigos e de profissionais sem os conhecimentos mínimos necessários para a atuação em campo.

Atento a essa temática, o Confea instalou este Grupo de Trabalho que irá estabelecer mecanismo de fiscalização mais eficiente no segmento de segurança alimentar. O grupo também irá analisar a possibilidade de implantar fiscalização preventiva e integrada nos moldes da fiscalização que o Crea-BA vem realizando na bacia hidrográfica do rio São Francisco.

Os estudos serão desenvolvidos durante 150 dias, pelo conselheiro federal suplente, engenheiro agrônomo Daniel Antônio Salati Marcondes, um representante do Colégio de Presidentes, e outro do Colégio de Entidades Nacionais, além de dois especialistas no assunto indicados pelo Confea.

Grupo de Trabalho Inserção Internacional
Entre os objetivos deste grupo está o estudo comparativo entre as exigências impostas aos profissionais estrangeiros para o respectivo exercício profissional, em todos os países que possuam representação no âmbito da Federação Mundial das Organizações de Engenharia (FMOI), União Pan-americana de Associações de Engenheiros (Upadi) e Comissão de Agrimensura, Agronomia, Arquitetura Geologia e Engenharia para o Mercosul  (Ciam).

As atividades serão desempenhadas, durante 150 dias, pelo conselheiro federal e vice-presidente do Confea, engenheiro mecânico Julio Fialkoski, um representante do Colégio de Presidentes, um do Colégio Entidades Nacionais e dois especialistas no assunto indicados pela Presidência do Confea.

Grupo de Trabalho Novos Profissionais
Tendo como objetivo apresentar mecanismos para uma integração maior dos recém-formados com o Sistema Confea/Crea e Mútua, este GT irá estudar o tema durante 150 dias e apresentar um relatório final. Integram esse grupo a conselheira federal, engenheira eletricista Ana Constantina, um representante do Colégio de Presidentes e outro do Colégio de Entidades Nacionais e dois especialistas indicados pela Presidência do Confea. 

 

 

Fonte: Confea

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.