Programa de Saúde Ocupacional do Crea-RO preserva a integridade física dos colaboradores e profissionais do Sistema

A adequação do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Rondônia ao Programa de Controle Médico da Saúde Ocupacional (PCMSO) está gerando inúmeros benefícios aos colaboradores e profissionais do Sistema Confea Crea e Mútua. O Programa foi reativado pela atual administração do presidente do Conselho, Eng. Civil Nélio Alencar. O objetivo do PCMSO é analisar o índice da saúde do colaborador, avaliando nível de estresse ocupacional, as condições de trabalho, através da prevenção primária, com exames de glicemia capilar e aferição da pressão.

A Norma Regulamentadora 7 estabelece a obrigatoriedade de elaboração e implementação, por parte de todos os empregadores e instituições que admitam trabalhadores como empregados, do PCMSO, com o objetivo de promoção e preservação da saúde do conjunto dos seus trabalhadores. Caberá ainda à empresa contratante de mão-de-obra  prestadora  de  serviços  informar  a  empresa  contratada  dos  riscos existentes  e  auxiliar na  elaboração  e  implementação do PCMSO nos  locais de  trabalho onde os  serviços  estão  sendo prestados.

Aferição de Pressão e Glicemia Capilar

Desde o mês de outubro de 2013 até o dia 10 de Janeiro de 2014 foram atendidas 390 pessoas, entre profissionais e colaboradores do Sistema. Deste total, 291 utilizaram o serviço de aferição da pressão, sendo constatadas alterações em 120 usuários. Com relação ao exame de glicemia capilar foram feitas 38 coletas. Esse teste possibilita conhecer os níveis de glicemia durante o dia, em momentos que interessam para acompanhar e avaliar a eficiência do plano alimentar, da medicação oral e principalmente da administração de insulina, assim como orientar as mudanças no tratamento.

“Este exame serve para identificar se a pessoa tem alguma predisposição a diabetes. Quando surgir alguma alteração, nós solicitamos que ela repita o exame para confirmação” disse Dóris Teixeira, enfermeira do trabalho do Conselho. Ainda de acordo com ela, foram identificadas variações em 20 exames. “Realizamos um trabalho junto a eles para que procurassem o primeiro atendimento médico ou nutricional”, falou a enfermeira.

Consultas

Com relação aos atendimentos nutricionais foram feitos 20 neste período. Conforme Dóris Teixeira, as pessoas tratadas pela nutricionista já apresentavam doenças pré-existentes.

O número de consultas médicas foi de 37 e de exames laboratoriais 34. “Vale ressaltar também, que o serviço é oferecido não somente para os profissionais e colaboradores do Crea-RO. Qualquer pessoa que entrar na sede do Conselho e observar que o ambulatório está funcionando, pode procurar estes serviços que será atendido”, afirmou Dóris.

Agendamento de Exames e Novos Servidores

Outro acompanhamento realizado pela equipe de saúde do Conselho é o agendamento de exames. Na rede pública foram agendados 04 exames para confirmação de diagnóstico. Dóris Teixeira afirma que os novos funcionários do Crea-RO, aprovados no último concurso, passarão também por uma bateria de exames médicos.

 

Fonte: Crea-RO

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.