Fiscais do Crea Rondônia iniciam fiscalização com canetas digitais

Os fiscais do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Rondônia agora contam com mais uma 

ferramenta de trabalho inovadora: as canetas digitais. Elas permitem que as informações no ato da fiscalização 

sejam lançadas diretamente no sistema tecnológico do Conselho.

A tecnologia dispõe ainda de sincronismo com computadores, celulares e smartphones através de conexões 

sem fio e USB e conta com um reconhecedor de caracteres que transforma escrita em texto digital.

“A caneta permite otimizar ao máximo os processos operacionais dos fiscais, disponibilizando em tempo real 

os dados em  nosso controle interno. É mais uma forma de facilitar o trabalho realizado por eles”, disse o 

presidente do Conselho, engenheiro civil Nélio Alencar. Ainda de acordo ele, a nova ferramenta vai 

proporcionar a transmissão de dados de forma rápida, segura e eficiente. Por ser uma caneta, o transporte e 

uso é simples e prático. O fiscal decide quando será enviado, minimizando expressivamente o custo de 

improdutividade.

Outro benefício é a diminuição do risco de furto de equipamentos de coleta em campo.  Se o equipamento for 

extraviado as informações permanecem no papel ou no software.

“A economia do papel é mais uma vantagem. Todas as informações são encaminhadas diretamente ao 

sistema, evitando assim o manuseio de papeis”, disse Oziane Souza Gomes, fiscal do Crea-RO há 6 anos.

Treinamento

No final do ano passado o Conselho promoveu um treinamento com as orientações básicas para o manuseio 

das canetas digitais. “Com a caneta não precisamos refazer o trabalho, uma vez lavrado a notificação, ela já 

estará no sistema, somando tempo e agilidade no processo. Podemos também acrescentar fotos no 

formulário, através do celular”, pontuou Cícero, gerente do departamento de fiscalização.

O Crea-RO elaborou também um “Manual de Preenchimento” que foi entregue aos fiscais com as informações 

necessárias para a utilização deste novo equipamento tecnológico.

Fonte: Crea-RO

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.