Crea-BA: 1ª plenária de 2014 elege nova diretoria e Mútua-BA realiza apresentação

Encontro contou, ainda, com palestra sobre o projeto Reniva


Diretoria do Crea-BA durante a 1ª Plenária do ano

 

A diretoria do Crea para o exercício  2014  e as Comissões Regimentais  foram eleitas nesta segunda-feira (13) durante a sessão plenária 1684.  Além das eleições, a primeira plenária do ano contou apresentações do Projeto Reniva e dos indicadores de 2013 da Mútua -Caixa de Assistência dos Profissionais.

Reniva– A palestra Rede de Multiplicação e Transferência de Materiais Propagativos de Mandioca com Qualidade Genética e Fitossanitária para o Estado da Bahia (Reniva) apresentada pelo diretor da EBDA, engenheiro agrônomo João Bosco, abriu a reunião. 

Bosco destacou a importância socioeconômica da cultura da mandioca (Manihot esculenta Crantz), considerada um alimento básico para quase um bilhão de pessoas em todo o mundo e que destaca na região Nordeste pela maior tolerância à seca. “Existem três  entraves no sistema de cultivo da mandioca:  a disponibilidade de manivas semente de qualidade genética e fitossanitária; a baixa produtividade da cultura,  e o baixo  nível de adoção das tecnologias geradas”, explicou o engenheiro.

O objetivo geral do projeto desenvolvido em parceria com a Embrapa  é o de estabelecer uma rede de multiplicação e distribuição de manivas-semente com qualidade  para agricultores familiares das regiões produtoras do estado. Segundo o gestor do projeto, engenheiro agrônomo Nereu Pereira do Monte, nos últimos  30 anos a Bahia, que ocupa a terceira posição na produção atrás do Pará e do Paraná- não evoluiu nessa área. “Nossa produção é de 3 toneladas de raiz por hectare. A meta é aumentar para 20 toneladas. A agricultura familiar responde por 100% dessa produção. Nossa expectativa é de que  as condições do plantio afetado pela estiagem   sejam totalmente restabelecidas até 2015”, projetou Monte.


Engenheiro agrônomo João Bosco na apresentação sobre o projeto Reniva

O projeto Reniva prevê, dentre outras ações, a transferência de tecnologias de micropropagação de mudas, a dequação da estrutura física da área de proteção e produção de material básico, a elaboração de manual de boas práticas e a criação de  base de dados.


A diretora geral da Mútua-BA destacou o crescimento da regional no Estado

Crescimento da Mútua – Em 2013 a Mútua-BA – Caixa de Assistência dos Profissionais  se destacou no cenário nacional. A regional baiana ficou em 2º lugar entre as Caixas do Brasil em quantidade de sócios, atrás apenas de Minas Gerais. Segundo a diretora-geral, engenheira de produção Ineivea Farias, no último ano houve o incremento recorde de 1500 novos associados. “Entre 2009 e 2013 nosso crescimento foi superior a 300%. O benefícios reembolsáveis concedidos atingiram  o montante de R$ 3.148.293 e os sociais R$ 72.216,00”, listou  a diretora que  reiterou ainda a importância dos apoios do Crea e das entidades de classe do estado  para a obtenção dos índices de crescimento positivo.

Dentre os fatores que justificam o acréscimo de associados estão a parceria com o Crea na realização do PEC (Programa de Educação Continuada) que disponibiliza cursos de capacitação, a participação em atividades no interior e a ampliação das campanhas de divulgação junto aos profissionais.   “A atual gestão está empenhada no crescimento da Mútua. Mesmo ciente que 2014 será um ano marcado por grandes eventos, nossa expectativa é ampliar o número de associados e aumentar a quantidade de convênios comerciais”, disse Ineivea Farias.

A posse dos conselheiros e eleição da diretoria para o exercício 2014 foi conduzida pelo presidente do Crea, engenheiro mecânico Marco Amigo. Representando os novos conselheiros, o primeiro a ser empossado foi o engenheiro civil  Carlos Frederico Macedo Cortes (Senge).  Após a homologação dos nomes que compõem a nova diretoria, o presidente Marco Amigo falou sobre a responsabilidade dos conselheiros. “Trata-se de um cargo honorífico, relevante para a sociedade, com  responsabilidades reais e abrangentes”, disse. Amigo elogiou os antigos diretores e reforçou a busca pela diversidade do colegiado. “Nosso propósito é contemplar o maior número de áreas possíveis não apenas na diretoria, mas também nas comissões regimentais”, concluiu. 


A Plenária foi marcada pela posse dos conselheiros e eleição da diretoria do Crea-BA para o exercício 2014
 

Diretoria 2014

Presidente: Eng. Mec. Marco Antonio Amigo

1º. Vice-Presidente: Eng. Mec. Eduardo Ferreira de Sousa 

2º. Vice-Presidente: Eng. Agrim. Juci Conceição Pita

1º. Diretor Administrativo: Eng. Minas Laelson Dourado Ribeiro

2º. Diretor Administrativo: Eng. Civil Lúcio José de Castro

1º. Diretor Financeiro: Eng. Alim. Silvana Marília Ventura Palmeira

2ª. Diretora Financeira:Eng. Agrôn. Lorena Maria Magalhães Rocha

3º. Diretor Financeiro: Eng. Elet. Andersson Alves Ambrósio

 

Fonte: Crea-BA

Fotos: Crea-BA

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.