Salário Mínimo Profissional é de R$ 6.154 em 2014

O reajuste de 6,78% no salário mínimo (R$ 678 para R$ 724) que vigora desde o dia 1º de janeiro gerou também um acréscimo no salário mínimo dos profissionais de nível superior do Sistema Confea/Crea e Mútua.
O cálculo estabelecido pela Lei 4.950A/66 é de 8,5 salários como forma de valorização profissional. Neste caso, o mínimo da categoria subiu para R$ 6.154. No entanto, o Sindicato dos Engenheiros (SENGE) tem defendido o piso de 9 salários.
Para o presidente do Crea-SC, Eng. Civil e Seg. Trab. Carlos Alberto Kita Xavier é importante debater a valorização profissional nas áreas de engenharia e agronomia. Para tanto, é necessário compreender e relevar o papel que tais profissões representam para a sociedade.
Segundo ele, a prática da engenharia não existe fora da autoridade dos interesses sociais, mas é inerente ao seu desenvolvimento. Além disso, nas últimas décadas este conceito não é mais concebível sem uma visão sustentável.
“Os profissionais da área assumem duplo papel e responsabilidade: trabalhar e zelar pelo crescimento e pelo incremento social de forma ética e segura, mas sempre norteado pelos ideais e práticas sustentáveis”, argumenta. 

Acesse aqui a lei 4950A 

Acesse aqui o manual: "Salário Mínimo Profissional uma conquista do engenheiro, arquiteto e agrônomo"

Fonte: Crea-SC

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.