Crea Sustentável

Prestar serviços de excelência para a sociedade, com equipamentos necessários e tecnologia de ponta para a fiscalização, entre outras ações. Esse é o objetivo do projeto ‘Crea Sustentável’, de autoria do presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Roraima (Crea-RR), engenheiro Marcos Camoeiras que foi apresentado e aprovado por unanimidade no Fórum Consultivo que reuniu recentemente o Colegiado de presidentes em Belo Horizonte (MG).
“Esse projeto vai beneficiar não somente o Crea Roraima, mas todas as entidades representativas no país. É importante ressaltar que o Conselho local é um dos mais novos, tendo somente 15 anos de existência e há necessidade de fazermos com que ele se torne forte e sustentável”, justificou.
A proposta de Camoeiras prevê especificamente que nos próximos dois anos todas as despesas do Crea Roraima, quanto as demais entidades representativas de classe do país sejam custeadas pelo Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea). Estão inclusos ainda, os serviços operacionais, a folha de pagamento dos servidores da entidade, a reformulação tecnológica, no que diz respeito a digitalização de processos, a informatização entre outras atividades.
“Desta forma teremos todas as condições necessárias para trabalharmos em prol da sociedade. Vale ressaltar ainda que o Crea Sustentável também propõe a compra e reforma de viaturas, instrumentos de trabalho para as fiscalização georeferenciada, ou seja, teremos o controle de todas as ações tanto na capital, quanto no interior, bem como a realização de concurso público para a contratação de novos profissionais”, informou.
Na semana passada, Camoeiras apresentou o projeto para o Conselho Gestor do Confea em Brasília (DF). “O Conselho Gestor tem a função especifica de tratar somente sobre os projetos dos creas do país. A expectativa é que esse projeto se torne Resolução e entre em vigor no trimestre de 2014. 
Com isso teremos investimentos necessários para a construção de uma nova sede e de uma inspetoria que funcionará no sul do estado. Assim ganha os profissionais e a sociedade em geral que estará mais próxima e protegida com as ações do Crea-RR”, enfatizou.
O projeto ainda seguirá para o plenário do Confea para que seja aprovada entre os conselheiros federais. “A expectativa é grande, pois sabemos da importância desse projeto, principalmente para aquelas entidades que passam por problemas financeiros. O mais interessante é que a aprovação foi unanime e a tendência é que logo se torne uma Resolução, apesar de acreditar que seja um pouco demorado por conta da Lei de Responsabilidade Fiscal, entre outras questões”, finaliza o presidente afirmando que está articulando apoio político para que tal matéria seja aprovada ainda este ano.

Fonte: http://www.fontebrasil.com.br

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.