Inovação e tecnologia são temas de palestra durante segundo dia da 70ª Soea

O novo Código Nacional de Ciência e Tecnologia foi o tema da palestra ministrada  no dia 10, durente a 70ª SOEA,  pelo engenheiro agrônomo, conselheiro federal suplente e coordenador do grupo de trabalho Código de Ciência, Tecnologia & Inovação do Confea, Renato Roscoe. O GT foi estabelecido em junho de 2012 para colher informações e elaborar propostas para participar da consulta pública sobre o PL 2177/2011.

Durante a palestra, Roscoe apresentou as contribuições encaminhadas pelo GT e traçou um paralelo entre a produção científica brasileira e a internacional e apresentou alguns dos entraves que prejudicam a inovação no país. Além das alterações no Projeto de Lei que estabelece o Código Nacional de Ciência, Tecnologia & Inovação (PL 2177/2011), o GT recomendou ao Plenário do Confea a criação de uma Comissão Permanente de Ciência, Tecnologia & Inovação, para conectar o Sistema Confea/Crea e Mútua constantemente às políticas do setor.

Roscoe falou sobre a produção científica mundial e sobre o distanciamento entre quem inova e quem produz essas inovações. “Não temos um ambiente de inovação adequado, principalmente por influência da burocracia, demora no registro de patentes, leis trabalhistas, insegurança jurídica, a logística e o baixo nível de investimentos. Em 2011, o Brasil registrou 572 patentes, enquanto que os Estados Unidos registraram 48.596”, disse.

O palestrante disse ainda que é necessário que se busque um ambiente de inovação favorável e estimule a interação entre setor produtivo e as instituições de pesquisa e universidades, principalmente da iniciativa pública, que é onde, no Brasil, se concentra a maior parte da produção científica. “O agronegócio brasileiro, por exemplo, é um dos poucos setores com grande ganho de produtividade. É preciso que apontemos onde somos mais competitivos e onde podemos avançar”, concluiu.

 

Fonte: Confea

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.