Mútua presta homenagem aos profissionais da Engenharia Química

Por instituição do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), dia 20 de setembro é comemorado o Dia do Engenheiro Químico. A Mútua, que entre seus associados reúne cerca de quinhentos engenheiros químicos, presta uma homenagem a todos os profissionais da área, pela importante atuação no desenvolvimento do país.

A profissão

Com grande atuação na área industrial, os profissionais de Engenharia Química atuam de forma relevante no desenvolvimento de produtos, buscando processos químico-industriais cada vez melhores, mais econômicos e ecológicos. Com origem datada do século XIX, a Engenharia Química se desenvolveu em meio à Revolução Industrial, que forçou o surgimento de novos processos industriais que suprissem a escassez de recursos naturais.

A partir disso, a área da engenharia química evoluiu bastante, mas somente em 1988 foi criado no MIT (Massachusetts Institute of Technology), nos EUA, o primeiro curso de Engenharia Química independente dos restantes ramos da Engenharia.

O engenheiro químico é responsável, de forma geral, pela elaboração de produtos e processos em escala industrial. Ele formula e resolve problemas de engenharia relacionados à indústria química, acompanhando o processo de manutenção e a operação de sistemas. Seu campo de atuação é abrangente e engloba as áreas de alimentos, cosméticos, biotecnologia, fertilizantes, fármacos, cimento, papel e celulose, química nuclear, tintas e vernizes, polímeros, têxtil, indústria química de base, galvanoplastia, alcoolquímica, carboquímica, cerâmica, tensoativos, explosivos, aditivos, tratamento de água e meio ambiente, entre outras.

As principais áreas de atuação do engenheiro químico são a produção industrial, pesquisa e desenvolvimento de produtos químicos, análise de impactos ambientais, gestão de programas de tratamento de água e efluentes e projetos de equipamentos e plantas industriais.

O engenheiro químico Diógenes da Silva Costa é associado à Mútua desde 2011 e relata que, desde cedo, a engenharia química começou a fazer parte de sua vida. “Meu pai trabalhava em uma indústria de álcool e açúcar e todo o processo de transformação da matéria prima nesses produtos sempre chamou minha atenção. Decidi estudar Engenharia Química para entender como isso ocorria”, explica o associado.

Costa, que reside em Brasília, conta que a Capital Federal não é um grande espaço de atuação para os profissionais da área, mas, em outras regiões, como Rio de Janeiro, São Paulo e nos arredores do Porto de Suape, em Pernambuco, a atividade é bastante procurada.

Vantagens em ser associado à Mútua

O engenheiro químico garante que a notoriedade da Mútua e as baixas taxas dos benefícios ofertados são os principais atrativos para os profissionais da área tecnológica. “Apesar de ainda não ter utilizado os benefícios da Mútua, tornei-me sócio pensando em meu futuro, principalmente em utilizar os benefícios Construa Já (crédito para reforma ou construção) e o plano de saúde (Saúde Mútua)”, revelou.

Ao ser informado que os benefícios da Mútua estão ainda melhores, devido às alterações feitas em seus regulamentos, o engenheiro se mostrou bastante interessado em conhecer as novas taxas de juros – que foram reduzidas para a partir de 0,30% – e os prazos para reembolso, que foram ampliados.

Conheça todas as vantagens dos benefícios da Mútua e faça uma simulação, acessando www.mutua.com.br. Ou ligue para 0800 61 0003.

 

Fonte: Acme/Mútua

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.