Propostas debatidas em plenário

Das dez propostas que foram submetidas à aprovação do plenário, quatro foram aprovadas e seis rejeitadas. Entre as propostas aprovadas, está a implantação do voto direto e eletrônico para eleição das diretorias do Confea e dos Creas e da presidência da Mútua. Saiba mais sobre as propostas aprovadas e rejeitadas nos grupos.
Ao concluir os trabalhos, na manhã de sábado (14/9), o presidente do Confea, José Tadeu, relembrou que participou de todos os CNPs, que começaram em 1993, em Águas de Lindóia (SP). “Durante os congressos, discutimos, aprovamos propostas e damos o encaminhamento. Nesta edição, o próximo passo será a avaliação sobre o que cabe como resolução, o que cabe como projeto de lei, enfim, para que haja o correto encaminhamento jurídico das propostas aqui discutidas”, garantiu o presidente do Confea. Para isso, ele assinalou que o Conselho Diretor do Conselho Federal irá se reunir para definir o desdobramento mais otimizado das propostas. Nesta mesma reunião, será apreciado o manifesto entregue pelo representante nacional do Crea Júnior/Jovem, Saulo Souza. O documento registra o resultado das discussões do Fórum Jovem durante a 70ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea) e destacam os anseios dos acadêmicos quanto à regulamentação do Programa Crea Júnior. Antes de encerrar o discurso, o presidente do Confea destacou a participação do deputado Waldir Colatto (PMDB-SC), que em sua participação no CNP reforçou o pedido para que os profissionais ofereçam subsídios para os trabalhos da Frente Parlamentar em Defesa da Engenharia e Agronomia, instalada em agosto passado na Câmara dos Deputados. O assessor especial da comissão organizadora do 8º CNP, Edison Macedo, esclarece que as propostas aprovadas nesta primeira fase em Gramado (RS) serão transformadas em anteprojetos de lei e minutas de resoluções para o Sistema Confea/Crea e Mútua, com a ajuda de especialistas e assessores jurídicos. “Essas sugestões de projetos de lei e de resoluções serão enviadas novamente aos estados para serem avaliadas”. As sugestões e ajustes que provavelmente resultarão dessas oitivas serão incorporadas às propostas a serem levadas para Brasília, onde, em novembro, será realizada a segunda e última etapa do 8º CNP.

Fonte: Confea

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.