Tecnologia otimiza a construção civil brasileira

A sustentabilidade na Pormade, fabricante de portas de madeiras e acessórios, está relacionada diretamente com a sua essência, pois sua estratégia visa preservar os recursos naturais e poupar o meio ambiente – iniciativas que, dentre outras, possibilitam a continuidade das ações e o crescimento da empresa. Além disso, há investimentos em inovações e tecnologia, visando a produção em grande escala de produtos de qualidade para atender com excelência a demanda crescente de obras e as suas exigências.

A linha de produtos da Pormade, indústria localizada no Paraná com escritório também em São Paulo, é composta por portas internas e acessórios em madeira e a pintura é em branco final. As portas são reconhecidas por sua beleza e qualidade, além de serem ecológica e socialmente sustentáveis. “Produzimos nossas portas com chapas mecanicamente processadas, provenientes de madeira de floresta plantada Temos uma área de três mil hectares utilizada exclusivamente para o plantio das árvores. A Pormade possui a certificação FSC – (Forest Stewardship Council)”, explica Claudio Zini, presidente da empresa.
Outro ponto relevante da linha de produção é o maquinário com tecnologias Italiana e Alemã, com foco na automação e eliminação de desperdício de matéria prima. “Temos maquinários de última geração que possibilitam que as etapas produtivas sejam realizadas com precisão e rapidez, como é o caso do corte da chapa, da impermeabilização, da pintura e da colocação das ferragens. Esses pontos criam um padrão de qualidade para as portas que são conferidas no dia a dia”, complementa o executivo.
No que se refere às inovações, elas permitem que se produza portas de altíssima qualidade com um baixo custo e com valor agregado às construtoras e ao consumidor final. “Estamos lançando uma linha de batentes, guarnições e rodapés em PVC Wood, material altamente tecnológico que, além de muito durável, é resistente à água. Já  possuímos um batente com base impermeabilizada, cuja tecnologia é nossa, e que impede que a água penetre e danifique a madeira”, complementa o executivo, que é formado em engenharia civil e está à frente da empresa há 35 anos.
Os batentes das portas são reguláveis e adaptáveis às mais variadas espessuras das paredes e contam ainda com um amortecedor de borracha para minimizar o impacto. Isso evita os recortes, erros e danos às portas. “Baseado em todos esses diferenciais é que podemos afirmar, com toda segurança, que os produtos são realmente inovadores e que apresentam um dos preços mais competitivos do mercado”, explica Claudio Zini.
Alguns modelos de portas contam com o interior em EPS (Poliestireno Expandido) que permite o isolamento térmico, além de não propagar fogo. A criação desses produtos ainda mais leves e com essa capacidade de isolamento atende diretamente os padrões atuais da construção civil.
Toda essa tecnologia implantada na linha de produção garante que sejam fabricadas 500 mil unidades ao ano. Isso tudo, sem contar com o investimento da ordem de  US$3 milhões que será realizado em máquinas, equipamentos, qualificação profissional e instalações, ainda nos próximos meses. “Já realizamos todo o processo de automação da linha de produção para eliminar o desperdício de matéria prima, otimizar a produção e possibilitar a padronização dos produtos. Não adianta querermos crescer sem investir em equipamentos, bem como em capacitação de profissionais, pois esses pontos são primordiais”, ressalta o presidente da empresa.

Fonte: Obra24horas

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.