Especial trabalho: mercado da engenharia civil está aquecido

Empreendimentos geram oportunidades e chamam a atenção dos jovens.
Procura pelo curso de engenharia civil cresceu 23% entre 2012 e 2013.
Homens e mulheres dedicam anos para se especializar em levantar casas, prédios e organizar cidades. A engenharia civil está em alta e em algumas situações, os salários chegam a R$ 20 mil.
Kélcio Maruyama tem 26 anos e há quatro usa o capacete de engenheiro. Ele se formou em engenharia civil e não teve dificuldades pra encontrar emprego. Hoje, é responsável por nada menos que sete obras e está satisfeito com a área que escolheu.
Ele é um exemplo do aquecimento do setor no noroeste paulista. Só no início deste ano, foram lançados, em São José do Rio Preto (SP), mais de dois mil novos apartamentos, todos vendidos em menos de três meses.
Outros 41 projetos de loteamentos fechados e abertos serão construídos até 2015 na cidade. Estima-se que mais de R$ 1 bilhão estejam em circulação. Tantos empreendimentos geram novas oportunidades que chamam a atenção dos jovens.
A procura pelo curso de engenharia civil da Universidade Estadual Paulista, no vestibular de meio de ano, cresceu 23% entre 2012 e 2013. O número de candidatos que vieram em busca de uma vaga pulou de 16 para quase 20 mil. Para o coordenador do curso, Artur Pantoja Marques, outro grande atrativo é que quase todos os alunos já saem da faculdade com o emprego garantido.
Atraídas pela possibilidade de um futuro promissor, as mulheres também invadiram um território que antes era só deles. Mas para aproveitar todas essas oportunidades, dedicação é fundamental.

Fonte: G1

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.