Aberto 8º Congresso Estadual de Profissionais de Mato Grosso

 

O 8º Congresso Estadual dos Profissionais (8ºCEP) do Sistema Confea/Crea e Mútua em Mato Grosso teve início na manhã desta sexta-feira, 19, numa solenidade onde compareceram o diretor-presidente da Mútua Nacional, Cláudio Calheiros, os presidentes dos Creas de Mato Grosso, Juares Samaniego e de Rondônia, Nélio Alecar, a diretora financeira da Mútua Regional, Suzan Lannes e o coordenador da Comissão Organizadora Regional do CEP (COR-MT), Carlos Roberto Michelini.

O diretor-presidente da Mútua Nacional abriu o Congresso Estadual dos Profissionais lembrando que o evento marca o término de uma primeira fase de trabalhos realizados em todos os pré-congressos com a votação das propostas que serão encaminhadas ao Congresso Nacional de Profissionais, no Rio Grande do Sul. “Também elegerão os delegados que representarão estas propostas fora do estado. Todos os delegados terão direito a voto”, disse.

Calheiros também ressaltou aos delegados a importância de cada um presente ao Congresso quanto à atualização das legislações que regem as profissões e norteiam o Sistema Confea/Crea e Mútua. “Não podemos esquecer das nossas antigas reivindicações e reclamações a exemplo da criminalização do exercício profissional, a necessidade da representatividade de todos os estados em Brasília, bem como todas as modalidades. A Mútua e seu processo eleitoral e sua descentralização”, citou.

O presidente do Crea Mato Grosso, Juares Samaniego, deu boa vindas a todos os presentes, delegados, presidentes de entidades e convidados e destacou que Mato Grosso talvez seja o Regional que mais congregou profissionais durante os pré-congressos. “Sei que a metodologia que utilizamos foi cansativa pela quantidade de viagens que a Comissão Organizadora realizou, porém preferia levar a cada inspetoria as discussões pensando num envolvimento maior dos profissionais que moram e trabalham em um estado de dimensões continentais. Acredito que chegamos a 1,5 mil pessoas, ou seja, 8% dos profissionais registrados no Conselho”, afirmou.

Samaniego também ressaltou que o Sistema Confea/Crea e Mútua precisa ser mais enérgico quanto ao relacionamento com outros conselhos profissionais na defesa, valorização e legitimidade das profissões e buscar compor uma frente parlamentar que defenda os interesses das mesmas. “Temos atualmente o exemplo do Conselho de Medicina que não foi respeitado e hoje com a justificativa de interesse nacional estão sendo aceitos profissionais da saúde vindos de outros países sem o procedimento correto para validação de diploma. Também não somos políticos partidários, defendemos apenas os interesses dos profissionais, mas para nos fortalecermos precisamos de parlamentares comprometidos com a nossa causa”, defendeu.

Depois do encerramento dos trabalhos de abertura, foram proferidas palestras pelo Conselheiro Federal por Mato Grosso, Marcos Vinicius Santiago, pelo presidente do Crea do Rio Grande do Sul, Luiz Alcides Capoani e pelo deputado Federal Eliene Lima. O evento contou também com a presença do presidente do Confea, José Tadeu.

 

Fonte: Rafaela Maximiano (Crea-MT)

Foto: Thiago Cardoso (Crea-MT)

Compartilhe essa postagem:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.