Sinapi apresenta crescimento de 7,8% no mês de junho

Resultado reflete o retorno da contribuição previdenciária sobre a folha de pagamento de empresas do setor da construção civil, que não havia vigorado em abril e maio

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em parceria com a Caixa Econômica Federal, apresentou variação de 7,80% em junho, ficando 12,92 pontos percentuais acima da taxa de maio, que havia recuado 5,12%. Segundo os calculistas, o resultado do mês reflete o retorno da contribuição previdenciária sobre a folha de pagamento de empresas do setor da construção civil, que não havia vigorado em abril e maio.

O custo nacional da construção por metro quadrado, que em maio fechou em R$ 826,34, em junho subiu para R$ 890,76, sendo R$ 460,89 relativos aos materiais e R$ 429,87 à mão de obra.

A parcela dos materiais apresentou variação de 0,10%, caindo 0,36 ponto percentual em relação ao mês anterior (0,46%); já a mão de obra teve variação de 1,80%, subindo 13,12 pontos percentuais em relação a maio (-11,32%). Nos seis primeiros meses do ano, os acumulados são: 1,56% (materiais) e 6,97% (mão de obra). Já nos últimos doze meses a variação foi de 3,04% (materiais) e 10,57% (mão de obra).

A Região Sul, com variação de 8,75%, apresentou a maior alta em junho. Os demais resultados são os seguintes: 6,45% (Norte), 6,73% (Nordeste), 8,66% (Sudeste) e 7,48% (Centro-Oeste).

Já os custos regionais, por metro quadrado, foram: R$ 886,83 (Norte), R$ 828,76 (Nordeste), R$ 939,23 (Sudeste), R$ 906,77 (Sul) e R$ 884,59 (Centro-Oeste).

A Região Sul ficou também com a maior variação nos últimos doze meses (8,84%).

Devido à pressão exercida pelo reajuste salarial decorrente de acordo coletivo, Santa Catarina, com variação de 10,05%, registrou a maior alta do mês de junho. Acre, Ceará, Espírito Santo, São Paulo, Rio Grande do Sul e Distrito Federal também tiveram reajustes salariais decorrentes do acordo coletivo que pressionou os resultados.

Fonte: Pini Web

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.