Construção do trecho norte do Rodoanel é liberada


 
Licenciamento ambiental só havia sido emitido para 45% do traçado

A Dersa (estatal paulista responsável pelo gerenciamento das obras do Rodoanel) recebeu ontem as duas últimas licenças para a construção do trecho norte da rodovia. Com os documentos, a empresa está autorizada a abrir frentes de trabalho em toda a extensão da estrada –que ligará o trecho oeste do Rodoanel à via Dutra.

Até então, o licenciamento ambiental só havia sido emitido para 45% do traçado. As obras nesta extensão foram liberadas em fevereiro deste ano e começaram em março.

As chamadas licenças de instalação para o restante da rodovia foram entregues ontem pela Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental), ligada à Secretaria do Meio Ambiente do governo de São Paulo.

De acordo com a Dersa, não houve atraso no licenciamento. A previsão de conclusão da obra está mantida para fevereiro de 2016. O custo estimado com desapropriações e com a construção é de R$ 5,6 bilhões.

As obras do trecho norte do Rodoanel foram criticadas por ambientalistas, que pediam que o traçado da rodovia fosse afastado da serra da Mantiqueira, e passasse mais ao norte.

A seção norte do Rodoanel terá 44 km de extensão. Com a rodovia, o governo paulista espera que 17 mil caminhões deixem de circular na marginal Tietê. O fluxo total de veículos previsto é de 65 mil por dia.

Fonte: Folha de São Paulo

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.