Vaga de emprego na construção pesada cresce

Pelo sexto mês, número de trabalhadores aumenta

O nível de emprego na indústria pesada registrou expansão de 0,51% no mês de maio, o que representa 602 novas vagas. Foi o sexto mês consecutivo em que o número de trabalhadores empregados cresce, de acordo com dados do Sinicesp (sindicato do setor de São Paulo).

O aquecimento nesse mercado de trabalho é decorrente do maior número de licitações de obras no Estado, diz Helcio Farias, da entidade.

"O DER [Departamento de Estradas de Rodagem], que é o principal contratante da indústria pesada, abriu várias concorrências em abril."

Em março, o sindicato havia reclamado que as licitações prometidas pelo governo em 2012 não estavam saindo do papel.

Desde o começo deste ano, no entanto, o nível de emprego cresceu 3,84%. No acumulado dos últimos 12 meses, a elevação é de 4,23%.

Os números do mercado de trabalho do setor –com demissões no ramo imobiliário e contratações na indústria pesada– mostram que essa última deverá ser a responsável pelo crescimento da construção neste ano.

Fonte: Folha de São Paulo

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.