Ações locatícias caem 12% em maio, segundo Secovi-SP

Inadimplência respondeu por 83% dos processos abertos na capital paulista

Em maio, foram ajuizadas 1.790 ações na cidade de São Paulo, volume 12,3% inferior aos 2.040 processos de maio de 2012 e 14,8% menor que os 2.100 de abril último, segundo dados levantados pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação) no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

Conforme dados do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, do total de ações abertas em maio, 83,6% (1.497 processos) foram por falta de pagamento do aluguel. “Historicamente, a inadimplência responde pela maior parte das ações locatícias, e neste mês de maio não foi diferente”, comenta Jaques Bushatsky, diretor de Legislação do Inquilinato do Secovi-SP, acrescentando: “Os locadores precisam ser cautelosos, cuidando das garantias que lhes assegurarão o recebimento do aluguel”. Em maio, as ações ordinárias (208 ocorrências) responderam por 11,6% dos processos, enquanto as renovatórias (74 ações) e as consignatórias (11) participaram, respectivamente, com 4,1% e 0,6% do total.

Nos cinco primeiros meses do ano, o Fórum apurou um total de 8.347 ações, com queda de 7,2% em relação ao mesmo período de 2012, quando tinham sido abertas 8.998 ações.

Fonte: Secovi – SP

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.