Construção civil foi o único setor a demitir em maio, de acordo com Caged

Ao todo, foram 1.877 trabalhadores dispensados. Outros setores geraram 72.028 empregos formais no mês

A construção civil foi o único, entre os oito setores pesquisados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, que registrou demissões em maio. Ao todo, segundo dados divulgados na última sexta-feira (21), houve a demissão líquida de 1.877 trabalhadores.
De acordo com o governo, o resultado da construção civil é resultado "em parte, ao encerramento das obras ligadas à Copa", destacando a concentração no estado de Pernambuco, onde houve foram fechados 4.395 postos.

Em maio, de acordo com o Caged, o país gerou 72.028 empregos formais nos oito setores pesquisados: comércio (36 novos postos de trabalho), agricultura (33.825), serviços (21.154), transformação (15.754), administração pública (2.850), área extrativa mineral (192) e serviços industriais de utilidades públicas (94).

Fonte: Revista Técnhe

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.